conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema participa de audiência pública sobre resíduos sólidos

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente participou de Audiência Pública realizada pela Assembleia Legislativa sobre resíduos sólidos e geração de energia na última semana. A audiência teve um amplo debate entre autoridades municipais e estaduais, empresários, representantes de organizações não governamentais e de classes, associação de catadores e sociedade civil.

O coordenador de Políticas e Licenciamento de Resíduos Sólidos, Fernando Pires, que representou a Sema, explicou que os tratamentos térmicos destinados a dar final ao resíduo não substitui o aterro. “Vai diminuir o volume consideravelmente com o tratamento térmico, mas o aterro vai continuar sendo foco da destinação final adequada. Temos que ter uma política de não geração, que é o primeiro princípio da política nacional. Não é só o resíduo domiciliar, tem que entrar a questão como um todo no debate”.  

Pires explicou que a Sema tenta da melhor forma ajudar tecnicamente. “Auxiliamos, analisamos os projetos e conversamos com os municípios para expandir a cabeça dos munícipes e dos gestores municipais para a importância desse tema e tentar ampliar esse leque de possibilidade de implantação de aterro e de outras tecnologias, reciclagem e inclusão social de catadores”.

Leia mais:   Sema realiza a primeira retirada de maquinário utilizado em desmatamento ilegal

O deputado estadual Faissal Calil Filho, que convocou a audiência, destacou a importância de debater o assunto. “Estamos na lanterna vermelha, bem atrás do sudeste e sul do país e precisamos reverter essa situação. Aprendemos muito visitando aterros, órgãos competentes, a Sema e prefeituras da baixada cuiabana para falar sobre a importância de se tratar do nosso lixo. Hoje existem tecnologias e as pessoas precisam conhecer para podermos evoluir”.

Jean Peliciari, diretor da Teoria Verde explicou que quem trabalha com educação ambiental diariamente sabe como é importante o tema, que deve ser tratado como prioridade. “É importante que as pessoas tenham conhecimento para onde vai o lixo, discutam reciclagem e aterro sanitário, esse assunto. É preciso investir e incentivar as cooperativas que vão fazer a economia circular, fazendo com que o resíduo vire outro produto. Deve ser levado ao aterro apenas o que de fato não dá para ser reutilizado e reaproveitado”.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Politec empregou 429 servidores durante Operação Carnaval

Publicado

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) atendeu a 530 requisições de perícias em todo o Estado, durante o período de carnaval, comemorado entre os dias 21 e 25 de fevereiro de 2020. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (27.02) durante coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Durante a operação, foram empregados 429 servidores, entre peritos oficiais criminais, papiloscopistas, técnicos em necropsia, peritos oficiais médico legistas e odontolegistas, e 166 viaturas.

A atuação da Politec durante a operação carnaval consistiu na identificação de suspeitos, checagem de veículos com suspeitas de roubos, furtos, adulterações como clonagens ou dublês e perícias de criminalística, medicina legal e de odontologia legal.

A operação abrangeu 25 municípios, monitorou 35 pontos de festividade, com público estimado de 260.405 pessoas. Em 2020, houve um aumento de 40% no número de pontos de festas de Carnaval, em relação ao ano passado. As festividades concentraram-se nos municípios de Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Santo Antônio de Leverger, Barra do Garças, Cáceres, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde, entre outros.

Leia mais:   Obras na ZPE em Cáceres recomeçam nesta quinta-feira (27.02)

A Operação Carnaval contou com as forças integradas da Polícia Militar (PM), da Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Politec, Detran, Ciopaer, Sistema Penitenciário e Socioeducativo.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Menina de 4 anos que não ouve e não fala emociona equipe da PM

Publicado

Em Cuiabá, policiais militares presentearam uma menina de 4 anos de idade com muitos presentes, após encontrá-la perdida, no último sábado (22.02), na Avenida dos Trabalhadores. A criança que possui deficiência auditiva e também não fala, havia fugido da casa dos pais.

Populares acionaram a PM via 190 informando que havia uma criança sozinha em frente a uma loja de brinquedos. Ao chegar no local, a equipe de policiais tentou conversar com a menina, mas percebeu que ela não ouvia e não falava.

Em determinado momento, a menina pegou na mão de um dos militares e apontou para um brinquedo. O soldado Alessandro Cardoso relembra que ficou emocionado com o entusiasmo da pequena, apontando em direção a uma das bonecas da loja.

“Ficamos preocupados quando vimos à criança sozinha. Foi quando ela pegou na minha mão e apontou para a boneca. A proprietária da loja nos disse que ela estava lá há um bom tempo, parada, olhando a vitrine. Para encontrar os familiares da criança, colocamos comunicados nas redes sociais, emitimos informações via rádio para outras equipes, até que os familiares apareceram, graças a Deus”, conta o policial militar.

Leia mais:   Carnaval 2020: Ações preventivas garantem segurança dos foliões em Mato Grosso

Já com os familiares, os policiais descobriram que a criança havia fugido de casa antes mesmo dos pais e da avó acordarem naquela manhã.  No entanto, eles contam que sentiram que a “missão” naquela ocorrência atípica ainda não tinha acabado. 

Foi então que os policiais se mobilizaram e arrecadaram fundos e brinquedo para presentear a menina. O soldado Cardoso conta ainda que a equipe ficou sensibilizada e que arrecadou mais brinquedos do que o previsto.

Os policiais relataram que a alegria da menina ao receber os presentes valeu toda a mobilização da equipe da PM. “Mesmo sem pronunciar uma única palavra, sem nos ouvir, ela demonstrava uma felicidade tão linda e simples. Na hora que chegamos com os brinquedos ela pulava de alegria e empolgação. Algo tão simples fez do dia dela e do nosso, muito especial. Somos policiais e pais de família. Gestos assim enobrecem a nossa rotina de servir e proteger a sociedade”, concluiu.  

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana