conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema entrega veículos e equipamentos para Dema e Batalhão Ambiental

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente entregou veículos e equipamentos para a Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema) e Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental na tarde de sexta-feira (09.08). Entre os itens estão duas camionetes S10 movidas a motor diesel com tração 4×4, dois barco de alumínio de seis metros com reboque para transporte, um com motor de 90 HP e um de 15 HP.

Os equipamentos foram resultado de Termo de Compromisso de Programa de apoio operacional firmado entre Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Companhia Energética de Sinop – Sinop Energia – que estabeleceu cooperação mútua entre as partes de forma a garantir o monitoramento a operação do reservatório da Usina Hidrelétrica de Sinop se concretizem de forma ambiental e socialmente responsável.

Outros equipamentos entregues são fardamento, lanterna, celular rural, drone, coletes salva vidas, antena, GPS portátil, guincho, engate, giroleds e câmera digital à prova d’água.

A Secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, destacou que é um momento de muita alegria para a Sema e que os equipamentos poderão ajudar no exercício da atividade de fiscalização e monitoramento no estado. “Dentro do processo de licenciamento do empreendimento UHE Sinop foi construído um plano de apoio operacional com o foco de fortalecer os órgãos ambientais, Sema, Dema e Batalhão, para exercer o monitoramento da qualidade ambiental cada um na sua competência e atribuição”.

Leia mais:   Subida em Morro de Santo Antônio deve ter autorização da Sema

A gestora explicou que foi feito um estudo entre os órgãos para identificar os equipamentos essenciais para o exercício. “Já foi feita uma pequena entrega, muito expressiva para a qualidade do trabalho que exercem os nossos colaboradores da Dema e do Batalhão, que é o fardamento. Essa entrega parece simbólica, mas faz a diferença no dia a dia de quem está no campo. Hoje fizemos a entrega de equipamentos de grande porte com objetivo de melhorar a eficiência das nossas atividades de monitoramento da qualidade ambiental nelas inseridas”.

Os equipamentos adquiridos são um exemplo de gestão eficiente de aproveitamento máximo do recurso para poder público, afirmou Mauren. “Agradeço a Companhia Energética de Sinop que fez tudo de forma organizada, sempre respeitando e nos auxiliando na aquisição do bem. Essa cooperação é exemplo para Mato Grosso  e para o Brasil. Compatibilizamos qualidade com melhor preço e com esse ganho pudemos reverter em outros bens”.  

O secretario de Segurança Pública, Alexandre Bustamante,  falou sobre as deficiências nos órgãos de fiscalização e agradeceu ao empenho da Sema pela entrega. “Temos carências mas não falta esforço, nem vontade, dedicação ou competência. O que nos falta são equipamentos e condições. Parcerias como essa são muito bem vindas. Esses equipamentos serão utilizados da melhor forma possível para trazer ao estado uma melhor fiscalização, melhor apontamento de indicadores”.

Leia mais:   Escola Técnica de Tangará retoma curso de Agropecuária

O tenente-coronel PM Rodrigo Eduardo Costa, comandante do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, destacou a interação entre os órgãos e lembrou que a proteção do meio ambiente e segurança da sociedade é prioridade para as instituições envolvidas. “Há muito tempo a gente busca por esse incremento e sabemos da dificuldade. Só temos a agradecer. Essa integração é importante para que a sociedade seja beneficiada sempre”.

Marcelo Mirando Muniz, que representou a Delegacia Especializada de Meio Ambiente, pontuou que devido a vastidão da área a ser preservada e cuidada em Mato Grosso não seria possível trabalhar de forma adequada sem as parcerias.

Ricardo Padilha, diretor presidente da Sinop Energia, ressaltou o profissionalismo da gestão na condução do processo. “Essa doação é fruto da dedicação, conhecimento jurídico e ambiental. A secretaria fez um esforço para que estes recursos pudessem chegar na Dema e Batalhão Ambiental. O empreendimento tem quantidade de recursos bastante vultosos na área de meio ambiente, se preocupando com desenvolvimento e proteção”.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Sema resgata 12 tartarugas nas Regiões do Araguaia e do Xingu; 8 pessoas foram presas

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em parceria com a Diretoria de Unidade Desconcentrada de Confresa, ONG aliança da Terra e Polícia Militar, resgatou 12 tartarugas durante operação de 10 dias, realizada no fim de julho, que  abrangeu 13 municípios de Mato Grosso. A ação envolveu áreas de preservação permanente e do Parque Estadual do Xingu.

As tartarugas foram devolvidas ao seu habitat natural. Também foram apreendidos 110 quilos de peixes das espécies matrinchã, pacu, ferrada, piau, sardinha e pirarucu, carnes de caça e apetrechos proibidos de pesca como redes, espinhéis, arpão e bóias.

A operação ocorreu nos seguintes municípios: Bom Jesus do Araguaia, Serra Nova, Novo Santo Antônio, São Félix do Araguaia, Luciara, Santa Teresinha, Vila Rica, Confresa, Porto Alegre do Norte, Cana brava do Norte, Alto Boa Vista, Santa Cruz do Xingu e São José do Xingu.

Além das ações contra a pesca predatória, os fiscais atuaram também contra as queimadas florestais, ao se depararem com um foco de incêndio de grande porte em Jacaré Valente, Distrito de Confresa, atingindo cerca de 60 hectares de mata.

Leia mais:   Escola Técnica de Tangará retoma curso de Agropecuária

Ao final da operação oito pessoas foram conduzidas para delegacia e os peixes apreendidos foram doados para o Hospital de São Félix do Araguaia.

Denúncias

O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838 ou via WhatsApp no (65) 99281-4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Curso de Técnicas de Controle da Rotam termina nesta segunda-feira (19)

Publicado

Depois de 27 dias, encerra nesta segunda-feira (19.08), às 9 horas, no auditório Comando Geral da Polícia Militar, o 2º Curso de Técnicas de Controle e Submissão, promovido pela Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam). Os 17 alunos do aprimoramento receberam instruções de alternativas do uso da força, através de métodos de artes marciais adaptados para a atividade policial.

O objetivo do curso foi preparar os agentes públicos para situações críticas de manutenção da ordem, onde é necessário o emprego de técnicas, táticas e meios diferenciados de uso da força. Além de proporcionar aos alunos, maior capacidade técnica de resolução de conflitos, dentro dos princípios da legalidade, proporcionalidade, moderação e conveniência, resguardando os direitos e garantias fundamentais dos cidadãos. 

Participaram do curso policiais da Rotam, do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Cavalaria, Força Tática do 1º CR, militares do 24º Batalhão,  Grupo Especial de Fronteira (Gefron), agentes penitenciários e investigadores da Polícia Judiciária Civil.

Na grade curricular, por exemplo, foram destacadas noções sobre Direitos Humanos; Legislação sobre o uso da força; História das algemas; Física aplicada à técnica policial; Sobrevivência policial; Defesa pessoal; Instrumentos de menor potencial ofensivo; Fundamentos de técnicas de solo e procedimentos de algemação tática, entre outros.

Leia mais:   Detran-MT notifica 342 condutores para apresentar defesa em processo administrativo

Serviço

Encerramento do 2º Curso de Técnicas de Controle e Submissão

Data e hora: segunda-feira (19.08), às 9h

Local: Auditório do Comando Geral da Polícia Militar

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana