conecte-se conosco


Destaque

Seduc prorroga até o dia 13 prazo para solicitações de matrículas pela internet

Publicado

Seduc – MT

O prazo para novas matrículas na rede estadual de ensino foi prorrogado pela Secretaria de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) até o dia 13 de janeiro. Para o ano letivo de 2021 são ofertadas mais de 78,3 mil vagas em 323 escolas de 52 municípios.

A decisão de ampliar o prazo foi tomada devido à baixa procura de pais e responsáveis para garantir vagas para as crianças e adolescentes no ano letivo de 2021. Até a manhã desta quinta-feira (7) foram feitas 19,8 mil solicitações para matrículas, o equivalente a 25% do total.

São ofertadas 18,2 mil vagas na Capital, das quais 11,9 mil ainda estão disponíveis. Para o restante do Estado são 60,9 mil vagas, das quais 47,6 mil continuam em aberto. As solicitações de matrículas podem ser feitas pelo site www.seduc.mt.gov.br.

A Seduc-MT reforça que está tomando todos as medidas necessárias para garantir a volta às aulas de forma segura para alunos e servidores, respeitando protocolos de biossegurança para evitar a propagação do novo coronavírus.

Leia mais:   Camiseta azul royal, com faixas diagonais, será o novo uniforme dos estudantes de MT

Cadastro do usuário e matrícula

Para solicitar a matrícula web é preciso fazer o cadastro do usuário no site www.seduc.mt.gov.br. Com isso, o sistema vai gerar o login e a senha de acesso do usuário, que deverá ser usado para a matrícula.

Ao confirmar a solicitação, o sistema vai emitir uma ficha com as informações cadastradas, que deve ser levada pelos pais ou responsáveis na unidade escolar, junto com a documentação exigida. A data e o horário para isso estarão especificados na ficha.

A matrícula só será efetivada quando for validada pela escola. O horário de atendimento para confirmação da matrícula nas unidades de ensino que atendem nos três turnos será das 7h às 19h e, nas que atendem dois turnos, das 7h às 18h30.

Documentos

Para confirmar a matrícula, o aluno maior de 18 anos ou os pais ou responsáveis devem levar originais e, preferencialmente, cópias dos seguintes documentos:

– RG e CPF do pai, da mãe ou do responsável legal;

– certidão de nascimento ou casamento do aluno;

Leia mais:   Prefeitura de Cáceres deve decretar toque de recolher e cancelar carnaval

– RG e CPF do aluno;

– fatura atualizada de energia elétrica da residência dos pais/responsáveis;

– histórico escolar ou atestados de transferência para alunos transferidos;

– tipo do Grupo Sanguíneo e Fator RH do aluno;

– cartão atualizado de vacina do aluno (de acordo com a Lei Estadual nº10.736, de 09 de agosto de 2018);

– atestado médico oftalmológico do aluno, apenas para o Ensino Fundamental (de acordo com a Lei Estadual n°10.739, de 10 de agosto de 2018).

Suporte

Pais ou responsáveis que não têm acesso à internet podem ir até a sede da Seduc, onde há terminais de computadores para realização da matrícula web. Técnicos da secretaria também estão à disposição no local para dar orientação e suporte.

A Seduc fica no Centro Político Administrativo, na mesma rua da antiga sede, local onde anteriormente funcionava a Secretaria de Infraestruturta (Sinfra).

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Toque de recolher vai até o dia 3 de fevereiro em Cáceres

Publicado

Assessoria
Nesta segunda-feira (19) o governo do estado emitiu novas medidas de restrições visando inibir o crescimento da doença no estado. De acordo com o novo decreto estadual próximos 45 dias fica proibida a realização de eventos sociais, festas, shows, atividades em casas noturnas e confraternizações com mais de 100 pessoas em espaços privados ou públicos, “inclusive o uso de logradouros públicos, onde haja aglomeração e consumo de bebidas alcoólicas”.

O município de Cáceres seguirá a grande maioria dos itens do decreto estadual.

A diferença está na proibição de circulação de pessoas pela cidade entre as 22 horas as 6 horas da manhã. As medidas valem por 15 dias. Estão isentos do toque de recolher apenas trabalhadores de serviços essenciais, os serviços de delivery funcionaram até as 23h.

As atividades esportivas e em locais públicos também poderão ser suspensos durante o período de vigor do decreto de toque de recolher.

O documento autoriza as forças de Segurança do Estado de Mato Grosso a tomar todas as ações necessárias para fazer cumprir as novas medidas e também “possíveis normas municipais mais rígidas e/ou restritivas”.

Leia mais:   Toque de recolher vai até o dia 3 de fevereiro em Cáceres

Clique no link abaixo e veja o decreto completo:
https://diariomunicipal.org/mt/amm/publicacoes/784027/

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Mais de 3 mil motoristas tiveram a CNH suspensa nos últimos dois anos

Publicado

Detran – MT

Mais de 3 mil motoristas tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa nos anos de 2019 e 2020, em decorrência de cometimento de infrações específicas de trânsito como dirigir sob efeito de álcool, transitar com a velocidade superior a máxima permitida para a via em mais de 50%, realizar manobra perigosa, entre outras. Além das infrações, as suspensões também ocorreram pela somatória de pontos na carteira, alcançando 20 pontos ou mais em um período de 12 meses.

Os motoristas que têm a CNH suspensa são notificados via Correios, no endereço que está cadastrado no Detran-MT, e por meio de editais publicados no Diário Oficial do Estado.

Para regularizar a Carteira Nacional de Habilitação nos casos de suspensão, o motorista deverá entregar, obrigatoriamente, a CNH em qualquer unidade de atendimento do Detran-MT, cumprir o prazo de suspensão do direito de dirigir, realizar um Curso Teórico de Reciclagem no Centro de Formação de Condutores (CFC) credenciado de sua escolha ou em instituição de Ensino à Distância credenciada que emitirá o Certificado conforme conclusão de matérias obrigatórias.

Leia mais:   1ª vacina de covid em MT será simbólica; vacinação na terça

Após cumprir essas etapas, o condutor deverá ir até uma unidade do Detran-MT para a emissão da taxa de Exame Teórico de Reciclagem para Infratores. Assim que finalizar o Curso Teórico de Reciclagem para Infratores, será agendado o exame teórico. Com a aprovação no curso, o motorista poderá solicitar a retirada de sua CNH ou, caso esta já esteja vencida, emitir um novo documento.

Reciclagem

Um dos meios para o condutor reestabelecer o direito de dirigir é através do curso de reciclagem por ensino à distância. O link para acesso está disponível no site do Detran-MT (www.detran.mt.gov.br), em Reciclagem EAD.

Ao clicar no link, os condutores terão a opção de escolha de empresas nacionais que foram credenciadas junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para a realização do curso de reciclagem à distância do Detran-MT.

“Todos os condutores que tiveram as carteiras suspensas são obrigados a passar pelo curso de reciclagem, bem como os que foram obrigados por determinação judicial”, destacou o diretor de Habilitação do Detran-MT, Alessandro de Andrade.

Leia mais:   Mato Grosso distribuirá 65 mil doses da vacina contra a Covid-19 aos municípios

A oferta do curso atende à Resolução 730/2018 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que estabelece os critérios e requisitos técnicos para a homologação dos cursos e plataformas tecnológicas, na modalidade de ensino a distância.

Conforme o artigo 268 do Código de Trânsito Brasileiro, o condutor infrator será submetido a curso de reciclagem na forma estabelecida pelo Contran quando: sendo contumaz, for necessário à sua reeducação; quando suspenso do direito de dirigir; quando se envolver em acidente grave para o qual haja contribuído (independentemente de processo judicial); quando condenado judicialmente por delito de trânsito e, a qualquer tempo, se for constatado que o condutor está colocando em risco a segurança do trânsito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana