conecte-se conosco


Mato Grosso

Seduc certifica mais de 400 alunos do Projeto Muxirum em Rosário Oeste

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) entregou, nesta segunda-feira (10.06), 459 certificados aos alunos do projeto Muxirum da Alfabetização do município de Rosário Oeste (a 128 quilômetros de Cuiabá), que concluíram o curso nos anos de 2017 e 2018.

Durante a cerimônia, realizada no Cinema municipal de Rosário, foram entregues os certificados a 15 alunos. Como os demais são idosos e moram em localidades rurais e têm dificuldades de se locomover até o centro da cidade, os certificados foram entregues em suas próprias localidades.

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, informou que o Muxirum já alfabetizou em todo o Estado 10.165 pessoas em 31 municípios. O projeto é realizado nos municípios em parcerias com as Prefeituras, por meio das Secretarias Municipais de Educação.

“A educação transforma vidas e vai transformar a vida dessas pessoas que passaram pelo Muxirum. Projeto que tem como característica alfabetizar e oportunizar àqueles que não tiveram acesso à educação no período certo”.

Durante o evento, também foram entregues kits alfabetizandos para os alunos que se matricularam nas turmas de 2019. Cada kit é composto de caderno, lápis, borracha e caneta. Ao todo, estão matriculados nas turmas de 2019, no município de Rosário, 125 novos alunos, que serão atendidos por 16 professores alfabetizadores.

“Eu fico extremamente feliz ao ver que aqui no município 125 alunos já estão inscritos este ano. Se em cada município participante tiver inscritas 125 pessoas, imagina quantas vamos tirar da situação de exclusão do conhecimento?”, observou a secretária.

Leia mais:   Reduções chegam a 15% em homicídios e 66% em latrocínios no período de isolamento

Conforme ressaltou o prefeito de Rosário Oeste, João Antônio Albino, o conhecimento é capaz de diferenciar as pessoas na multidão, faz crescer e aumenta a autoestima de qualquer um. “Poder participar dessa etapa importante na vida de vocês e o início de muitas outras que se virão, é momento de muita alegria para mim”.

O prefeito destacou ainda que sempre que participa de eventos como o do Muxirum se lembra de seu avô. “Ele costumava me dizer que não tinha inveja de quem tinha uma casa ou um carro bom, mas sim de quem tinha estudo e condições de ler e escrever, oportunidade que ele não teve. Tenho certeza que se ele estivesse vivo estaria aqui, participando dessa simbólica formatura”, disse.

Dona Isabel Nonato Ferreira, 77 anos, estava emocionada com o seu certificado. “Nunca fui pra escola, não sabia escrever nem meu nome direito. Agora sei escrever e ler muita coisa e ainda tenho como comprovar que estudei”, disse.

Para a dona de casa Edalina Campos, 41 anos, o Muxirum lhe abriu as portas para que pudesse sonhar alto. “Sempre me senti mal por não conseguir ajudar meus filhos com as tarefas da escola, pois não sabia ler. Hoje me sinto outra pessoa e não quero mais parar de estudar”, disse Edalina, acrescentando que pretende se matricular numa turma de educação de jovens e adultos para cursar o ensino fundamental e o médio.

Leia mais:   Governo avança na execução das obras de pavimentação de 41 km em Aripuanã

A professora Fabiane Lemes, uma das alfabetizadoras do Muxirum em Rosário Oeste, disse que se emocionava junto com os alunos toda vez que algum deles aprendia a escrever o nome. “É uma sensação maravilhosa participar desse momento e ver cada evolução deles”.

Também participaram do evento a secretária municipal de Educação de Rosário Oeste, Jane Tabarico, a assessora pedagógica do município, Gisele Lara Silva, a coordenadora local do Muxirum, Kely, o coordenador do Muxirum na Seduc, Manoel Satiro, e a formadora do projeto Nilseia Maldonado.

Atendimento e Investimentos

Para 2019, a previsão é atender em Mato Grosso 2.968 pessoas em 14 municípios, com 231 turmas e 231 alfabetizadores. Para tanto, serão investidos R$ 1,5 milhão.

Os municípios atendidos serão Acorizal, Barão de Melgaço, Jangada, Poconé, Nossa Senhora do Livramento, Alto Paraguai, Rosário Oeste, Cáceres, Figueirópolis D’Oeste, Jauru, Lambari D’Oeste, Curvelândia, Araputanga e Mirassol D’Oeste.

Um diferencial do projeto é que os responsáveis pelo curso desenvolvem uma etapa considerada essencial, que é o trabalho de acompanhamento, visitando as turmas in loco. O horário do curso é flexível, pois o alfabetizador e o alfabetizando definem o melhor período para o estudo.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo avança na execução das obras de pavimentação de 41 km em Aripuanã

Publicado

As obras de pavimentação de um trecho da MT-208, que vai do munícipio de Aripuanã até a BR-174, seguem em andamento e em ritmo acelerado. Executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), a obra é resultado de um termo de cooperação entre Estado e a Prefeitura de Aripuanã.

O asfaltamento da MT-208 compreende o trecho que vai de Aripuanã até Passagem do Loreto, no entroncamento da MT-418, que dá acesso à BR-174. Neste momento são realizados os serviços de terraplanagem e tudo corre como previsto no cronograma.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, essa obra é mais uma das várias que estão sendo realizadas como resultado de cooperações firmadas com as prefeituras. Nesse modelo de parceria, o Estado e Município se unem para executar a obra.

Obras em Aripuanã seguem a todo vapor

A Sinfra fica responsável por realizar a licitação das obras, excluindo alguns serviços que serão executados pela prefeitura, como licenciamento de jazidas, controle e recomposição ambiental, sinalização e obras complementares.

Leia mais:   Governo do Estado vai construir mais 30 UTIs no Hospital Metropolitano

“Essa região do Estado ainda está isolada do resto do território mato-grossense por não ter um metro de asfalto como acesso à cidade. Mas juntos estamos trabalhando para mudar essa realidade, pois é uma região promissora, em pleno desenvolvimento, que precisa de obras de infraestrutura”, disse Marcelo de Oliveira.

Ainda segundo o secretário, a pavimentação vai assegurar o fortalecimento da economia do município de Aripuanã, reconhecida como segundo maior produtor de energia, referência na extração mineral, pecuária e manejo sustentável.

Serão pavimentos 41 quilômetros

Ponte de concreto

Além da pavimentação, está prevista a construção de uma ponte de concreto na MT-208, sobre o Rio Aripuanã.  O processo licitatório para contratar a empresa responsável por elaborar o projeto e executar a obra, que terá um total de 240 metros de extensão, além do encabeçamento, já está em andamento.

A ponte vai ligar Aripuanã ao distrito de Conselvan, à cidade de Rondolândia e ao estado de Rondônia – e será uma importante alternativa para o escoamento da produção e fundamental para fortalecer o desenvolvimento econômico de toda a região Oeste do município de Aripuanã.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Ambulâncias vão reforçar combate ao coronavírus no interior do Estado

Publicado

O governador Mauro Mendes e o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, entregaram de forma simbólica, nesta terça-feira (02), no Palácio Paiaguás, 20 novas ambulâncias com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que serão destinadas para os Hospitais Regionais e utilizadas para o enfrentamento da pandemia pelo coronavírus. As unidades móveis integram uma compra emergencial de 44 unidades, feita pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) em maio.

“Estamos fazendo isso dentro da estratégia dos hospitais de referências que temos no interior. Com isso, a gente vai adotando o estado com essa capacidade; atendendo a nossa população, abrindo novas UTIs e deixando que a nossa economia continue funcionando em regime de quase normalidade”, pontua o governador, destacando a importância dessa estratégia adotada pelo governo que “minimiza o impacto na vida das pessoas, dos empregos, das atividades econômicas, tão essencial para que as pessoas possam sobreviver”.

O valor total do investimento é de R$ 9.584.800,00, recurso próprio da gestão estadual, informa o secretário Gilberto. O gestor também lembra que os veículos servirão tanto para o combate ao coronavírus quanto para o atendimento às demais enfermidades. A previsão é que as outras 24 ambulâncias sejam entregues ainda no mês de junho.

Leia mais:   Governo do Estado vai construir mais 30 UTIs no Hospital Metropolitano

“Essas ambulâncias vão ajudar muito porque não temos leitos para pacientes com Covid-19 em todos os municípios do estado de Mato Grosso, tampouco em todos hospitais. Um paciente que estiver em uma localidade e precisar ser transportado para um hospital de referência poderá ser transportado de forma área ou terrestre; cabendo ao médico regulador da Central de Regulação, de acordo com as informações do paciente, decidir isso”, afirmou Gilberto, ao enfatizar que a equipe da SES-MT trabalha intensamente para fornecer melhores condições de atendimento em meio à pandemia do coronavírus.

O governador do Estado parabenizou o secretário de estadual de Saúde e toda a sua equipe pelo êxito obtido até aqui diante das estratégias adotadas, assim como todos os profissionais de saúde pelo empenho neste momento que exige atenção no atendimento à população nas unidades de referência.

“Agradeço também a Assembleia Legislativa, a nossa base, pelo apoio. A segunda leva vai contar com emendas parlamentares e vamos destiná-las a várias cidades do interior, para compor a rede de atendimento que está sendo construída pela SES com ajuda dos prefeitos”, concluiu o governador.

Leia mais:   Sesp deflagra 19 operações em 62 municípios e prende 209 suspeitos

De acordo com a Secretaria Adjunta de Aquisições e Finanças da SES, a previsão é de que os 44 veículos sejam divididos entre os Hospitais Regionais, localizados no interior do Estado, e as unidades especializadas.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana