conecte-se conosco


Cáceres e Região

Secretaria de Saúde tentou explicar vantagens em sair do Consórcio

Publicado

Na audiência pública realizada na Câmara Municipal de Cáceres, na noite de ontem (12/02), a Secretaria de Saúde tentou demonstrar aos presentes as vantagens para Cáceres sair do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste de MT – CISOMT, porém as explicações não agradaram os presentes.

Indagado pelos vereadores, o Secretário Antônio Mendes disse que o município ainda está buscando alternativas, mas, que a decisão de sair do Consórcio já foi tomada.

Ainda de acordo com Antônio Mendes, existe uma conversa em andamento para o Hospital São Luiz de Cáceres, administrado pela Pró Saúde, e que esta seria contratada para absorver as demandas ora ofertadas pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde.

Isso gerou desconforto na audiência, principalmente com a cobrança incisiva dos vereadores que querem uma justificativa plausível para a saída.

Todos os presentes apresentaram vantagens para o município continuar no Consórcio, inclusive, o prefeito de São José dos Quatro Marcos, Ronaldo Floreano, explicou essas vantagens:

“Com Cáceres no Consórcio o município recebe 40 mil reais a mais por mês, que são investidos no Consórcio para retornar ao próprio município. Além disso, a compra em escala é uma regra de mercado. Com Cáceres fora do Consórcio, os 13 municípios perderão na força de compra e Cáceres muito mais. Além disso, se hoje vêm 4 ônibus por dia para Cáceres com pacientes da região, não virá mais. Porque Cáceres deixará de ser a maior demanda e as consultas poderão ser feitas nas outras cidades que permanecerão no Consórcio. Ou seja, todos perdem.”

Leia mais:   Em mensagem de despedida, Marcinho diz que Adriano deixa um legado de idealismo e perseverança

Todas as falas foram no sentido de que o município deve continuar no Consórcio.

O vereador Jerônimo Gonçalves (PSB), deixou claro que saída do município do Consórcio, tornaria um serviço disponibilizado um caos. Uma vez que não há prejuízo aos cofres públicos, pois todo município consorciado recebe repasses do governo Estadual.

Para a vereadora Valdeníria Dutra (PSDB), o prefeito vai ter que voltar e preparar uma explicação para os vereadores e a sociedade, sobre essa decisão que pode prejudicar o município.

Participaram da audiência os vereadores Rosinei Neves (PV), Valter Zakarkim (PTB), Jerônimo Gonçalves (PSB), Wagner Barone (PODEMOS) e Cezare Pastorello (SD), além de outras autoridades.

Joner Campos

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Primeiro exame para covid-19 em Adriano Silva dá negativo

Publicado

Assessoria

O primeiro resultado do exame para covid-19 feito nas amostras de Adriano Silva deu negativo. O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso faleceu na noite desta quarta-feira (3), em Cuiabá, após uma série de paradas cardiorrespiratórias. Adriano apresentava sintomas da covid-19 desde o domingo (1).

Ao GD, um familiar de Adriano informou que esse é apenas o primeiro laudo e que uma contraprova é aguardada. Para este primeiro exame, requisitado pelo Hospital São Luiz, em Cáceres, onde Adriano estava inicialmente internado, as amostras biológicas de Adriano foram coletadas na segunda (2).

O exame foi realizado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen) pelo método RT-PCR em tempo real, considerado o teste padrão-ouro para o diagnóstico de infecção por coronavírus, sendo o método de referência no Brasil para confirmar covid-19.

Adriano foi transferido de Cáceres, onde estava internado, para a clínica Femina na capital. Professor do curso de Direito da Unemat e ex-reitor da instituição, ele contou em uma rede social no dia 1º que passou mal e procurou um médico que o recomendou a internação. Na quarta, Adriano teve complicações pulmonares, foi entubado e transferido para Cuiabá.

Leia mais:   Projeto Bichos do Pantanal apresenta sua agenda para a Semana do Meio Ambiente

Por volta das 20h47, o governo de Mato Grosso confirmou a morte do presidente da Fapemat.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Em mensagem de despedida, Marcinho diz que Adriano deixa um legado de idealismo e perseverança

Publicado

A partida prematura do nosso amigo e companheiro Adriano Silva irá proporcionar uma lacuna, não impossível, mas muito difícil de ser preenchida nos meios socais, familiares e políticos, em Cáceres.

Idealista, o professor e ex-reitor da nossa Unemat, Adriano deixa ao povo mato-grossense, um legado de homem público honesto e justo.

A população, as autoridades, mas principalmente, a comunidade acadêmica, certamente, reconhecerá, para sempre, a realização do seu grande sonho de tornar realidade os cursos de Direito e Medicina da instituição.

Mas, não foram só isso, Adriano será lembrado pela sua perseverança, nos meios políticos. O desejo de ajudar no desenvolvimento de sua cidade natal, fez com que ele pleiteasse galgar passos largos no cenário político.

Embora, não tenha obtido sucesso, nos pleitos que disputou, Adriano jamais desistiu em se perseverar. A sua bandeira era estar presente; era somar; era defender os interesses de Cáceres.

O povo mato-grossense, mas, em especial, o cacerense, o terá para sempre no coração e na memória como um grande homem, pai, companheiro, profissional e amigo.

Leia mais:   REGIÃO OESTE Com aumento dos casos de coronavírus, deputado comemora novos investimentos do Governo

Que Deus conforte a família.

Marcinho Lacerda!

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana