conecte-se conosco


Geral

Saúde alerta população sobre perigos do tabagismo

Publicado

 

Na unidade do Programa Saúde da Família (PSF) Despraiado I e II nesta terça-feira (31), a partir das 7h30min, estarão acontecendo palestras e outras atividades para alertar a população contra os perigos do tabagismo. Em outras cinco unidades, consideradas piloto para o Programa Municipal de Controle do Tabagismo, também serão realizadas atividades nesta terça-feira e no próximo dia 04 de junho, quando acontecerá a 1ª Caminhada Livre do Tabaco, no Parque Estadual Mãe Bonifácia.

As ações estão sendo coordenadas pelos técnicos do Programa Municipal de Controle do Tabagismo, em parceria com as Unidades Básicas de Saúde e Saúde Bucal, da Secretaria de Saúde de Cuiabá.

O tabagismo é considerado como uma pandemia silenciosa. A cada ano morrem em todo o mundo cerca de 5,4 milhões de pessoas, vítimas das doenças relacionadas ao tabaco. Se não forem tomadas medidas adequadas, próximo ao ano de 2020 o tabagismo será responsável por 10 milhões de mortes por ano, com proporção de 1 em cada 6 pessoas consumidoras de tabaco mundialmente. Desses óbitos, 7 milhões ocorrerão nos países em desenvolvimento

A responsável técnica, Laucinéia Silva Pereira, explicou como o Programa funciona nas unidades piloto. “Os técnicos realizam atividades educativas direcionadas aos participantes do programa e às equipes de saúde. São campanhas, capacitações, seminários, educação continuada e a distribuição de materiais educativos”.

Leia mais:   Em três semanas, Gefron recupera 34 veículos na fronteira

O Programa atende 220 pessoas nos Grupos Terapêuticos de Abordagem Intensiva ao Fumante. No PSF Despraiado II são 60 pacientes, no PSF Santa Isabel II, existem dois grupos em atividade, um no período matutino com 34 pacientes e outro no período vespertino com 35 pessoas. No PSF Pedra 90 IV o grupo tem 20 pessoas, no PSF Nova Esperança I são 05 pessoas, no PSF Lixeira/Baú o grupo é formado por 13 pacientes e no Centro de Saúde (CS) Campo Velho, são 45 pessoas.

A enfermeira Kenivia Atanusi, do PSF Despraiado I, conta que após realizar uma pesquisa em parte do bairro Despraiado e na região do Altos da Boa Vista foram contatados 166 tabagistas. “A pesquisa foi realizada no mês de maio, com a ajuda dos agentes comunitários de saúde e, desse total, 30 pessoas se mostraram interessadas em participar do tratamento contra o tabagismo. Nesta terça-feira, como parte da programação, estaremos fazendo o agendamento de consultas para início do tratamento”.

Leia mais:   Credores buscam receber dívidas milionárias junto ao Hospital São Luiz e Pró-saúde

Nessa unidade, além das consultas os ACS’s estarão fazendo palestras sobre o tabagismo e as consequências do tabaco no organismo, formas de tratamento e ex-fumantes estarão conversando com as pessoas.

Caminhada

No dia 04 de junho, será realizada a 1ª Caminhada Livre do Tabaco, no Parque Estadual Mãe Bonifácia. O evento tem o objetivo de unificar as comemorações do Dia Mundial de Controle ao Tabagismo e do Dia Mundial do Meio Ambiente. A caminhada acontecerá a partir das 08 horas e segue até às 11 horas.

A equipe da Saúde Bucal e os alunos de Odontologia do Centro Universitário de Várzea Grande (Univag) estarão prestando orientações sobre práticas de higiene bucal e de como realizar o autoexame bucal.

Os profissionais de saúde vão auferir a pressão arterial, realizar testes de glicemia e direcionamento dos pacientes para as unidades de saúde que atuam com o Programa Municipal de Controle do Tabagismo.

Em Cuiabá o programa foi implantado há pouco mais de um ano, com o objetivo de promover a saúde e proporcionar qualidade de vida aos pacientes, por meio de acompanhamento clínico, físico e mental.

Redação Secom/Cuiabá

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Em três semanas, Gefron recupera 34 veículos na fronteira

Publicado

Juliano Patrick | Sesp-MT

A atuação do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) nas últimas três semanas do mês de abril resultou na recuperação de 34 veículos. As ações estão entre as atividades repressivas e preventivas que as forças policiais desempenham nos 983 km de fronteira do Brasil com a Bolívia.

O prejuízo ao crime total foi estimado em aproximadamente R$ 3,5 milhões.  Já nos últimos sete dias (15.04 a 22.04), foram recuperados 25 veículos, e o prejuízo ao crime ficou em quase R$ 2 milhões.

O caso mais recente ocorreu na quarta-feira (21.04), quando o Gefron, a Polícia Militar (PM-MT) e a Polícia Judiciária Civil (PJC-MT) recuperaram quatro veículos. A atuação foi possível graças a uma denúncia anônima de que uma propriedade estava sendo usada para esconder os carros, em Vila Bela da Santíssima Trindade (562 km ao Oeste de Cuiabá).

Após checagem via base Gefron, foi constatado que dois veículos eram frutos de roubos e furtos, e dois de apropriação indébita. Diante do fato, os veículos foram encaminhados para a Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade-MT, para as providências que o caso requer. O prejuízo ao crime foi estimado em R$ 359 mil.

Leia mais:   Credores buscam receber dívidas milionárias junto ao Hospital São Luiz e Pró-saúde

Ainda na quarta-feira, em Porto Esperidião (358 km ao Oeste de Cuiabá), durante patrulhamento na BR-174, foi realizada abordagem a um veículo Ford F-100 vermelho. Ao realizar checagem, foi encontrada uma restrição judicial de circulação emitida pelo Tribunal de Justiça do Paraná (PR).

Diante do fato, o veículo foi encaminhado para a Delegacia da cidade de Porto Esperidião. O prejuízo ao crime foi estimado em pouco mais de R$ 34 mil. Em outra ocorrência, no domingo (18.04), o Gefron recuperou mais dois veículos (Fiat Toro e Fiat Strada), também no município de Porto Esperidião. O prejuízo foi calculado em R$ 138 mil.

Já no sábado (17.04), os policias recuperaram um veículo Renault Sandero, e um veículo Chevrolet S-10, na estrada MT-265. Os veículos e os ocupantes foram encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), em Cáceres.

Também no sábado, uma ação conjunta entre o Gefron, 23ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), Forças Táticas do 6º Comando Regional e do 2º Comando Regional da PM-MT, 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e 17º (BPM) resultou na recuperação de um veículo Renault/Logan. O prejuízo ao crime foi estimado em R$ 43 mil.

Leia mais:   Em três semanas, Gefron recupera 34 veículos na fronteira

O Gefron desempenha atividades de combate aos crimes transfronteiriços, em patrulhamentos pelas rodovias, estradas vicinais, operações e barreiras.

(Com supervisão de Nara Assis) 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Médicos de MT assinam manifesto a favor de ivermectina e cloroquina para a covid

Publicado

Thalyta Amaral – thalyta@gazetadigital.com.br

Um manifesto que defende o “tratamento precoce” da covid-1o no Brasil ganhou o apoio de 56 médicos de Mato Grosso. O movimento Médicos pela Vida defende a utilização ivermectina e a hidroxicloroquina, medicamentos que já foram rejeitados pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) para os casos do novo coronavírus.

No manifesto, que tem a assinaturas de 4.715 médicos de todo o país, é defendido o uso “da correta combinação de medicações como a hidroxicloroquina, a ivermectina, a bromexina, a azitromicina, o zinco, a vitamina D, anticoagulantes entre outras, além dos corticoides que têm um momento certo para sua utilização nas fases inflamatórias da doença”.

O grupo defende o tratamento precoce, desde que com o consentimento do paciente. E que esse tipo de medicação tem o objetivo de “reduzir o número de pacientes que progridem para fases mais graves da doença, diminuindo o número de internações, reduzindo a sobrecarga do sistema hospitalar, prevenindo complicações pós-infecção e diminuindo o número de óbitos”.

Segundo o CFM, o conselho não recomenda e nem aprova o tratamento precoce com tais medicamentos. No entanto, em 2020 o CFM deu um parecer que dava autonomia aos médicos para prescreverem cloroquina e hidroxicloroquina para pacientes de covid-19, não como regra, mas na avaliação caso a caso.

Comentários Facebook
Leia mais:   Credores buscam receber dívidas milionárias junto ao Hospital São Luiz e Pró-saúde
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana