conecte-se conosco


Geral

Saúde alerta população sobre perigos do tabagismo

Publicado

 

Na unidade do Programa Saúde da Família (PSF) Despraiado I e II nesta terça-feira (31), a partir das 7h30min, estarão acontecendo palestras e outras atividades para alertar a população contra os perigos do tabagismo. Em outras cinco unidades, consideradas piloto para o Programa Municipal de Controle do Tabagismo, também serão realizadas atividades nesta terça-feira e no próximo dia 04 de junho, quando acontecerá a 1ª Caminhada Livre do Tabaco, no Parque Estadual Mãe Bonifácia.

As ações estão sendo coordenadas pelos técnicos do Programa Municipal de Controle do Tabagismo, em parceria com as Unidades Básicas de Saúde e Saúde Bucal, da Secretaria de Saúde de Cuiabá.

O tabagismo é considerado como uma pandemia silenciosa. A cada ano morrem em todo o mundo cerca de 5,4 milhões de pessoas, vítimas das doenças relacionadas ao tabaco. Se não forem tomadas medidas adequadas, próximo ao ano de 2020 o tabagismo será responsável por 10 milhões de mortes por ano, com proporção de 1 em cada 6 pessoas consumidoras de tabaco mundialmente. Desses óbitos, 7 milhões ocorrerão nos países em desenvolvimento

A responsável técnica, Laucinéia Silva Pereira, explicou como o Programa funciona nas unidades piloto. “Os técnicos realizam atividades educativas direcionadas aos participantes do programa e às equipes de saúde. São campanhas, capacitações, seminários, educação continuada e a distribuição de materiais educativos”.

Leia mais:   Enfermeira do Hospital Regional é a primeira profissional de saúde a receber a vacina contra o Covid-19 em Cáceres

O Programa atende 220 pessoas nos Grupos Terapêuticos de Abordagem Intensiva ao Fumante. No PSF Despraiado II são 60 pacientes, no PSF Santa Isabel II, existem dois grupos em atividade, um no período matutino com 34 pacientes e outro no período vespertino com 35 pessoas. No PSF Pedra 90 IV o grupo tem 20 pessoas, no PSF Nova Esperança I são 05 pessoas, no PSF Lixeira/Baú o grupo é formado por 13 pacientes e no Centro de Saúde (CS) Campo Velho, são 45 pessoas.

A enfermeira Kenivia Atanusi, do PSF Despraiado I, conta que após realizar uma pesquisa em parte do bairro Despraiado e na região do Altos da Boa Vista foram contatados 166 tabagistas. “A pesquisa foi realizada no mês de maio, com a ajuda dos agentes comunitários de saúde e, desse total, 30 pessoas se mostraram interessadas em participar do tratamento contra o tabagismo. Nesta terça-feira, como parte da programação, estaremos fazendo o agendamento de consultas para início do tratamento”.

Leia mais:   Cáceres recebe 955 vacinas, mas precisa de 10 mil só para quem está na linha de frente do coronavírus

Nessa unidade, além das consultas os ACS’s estarão fazendo palestras sobre o tabagismo e as consequências do tabaco no organismo, formas de tratamento e ex-fumantes estarão conversando com as pessoas.

Caminhada

No dia 04 de junho, será realizada a 1ª Caminhada Livre do Tabaco, no Parque Estadual Mãe Bonifácia. O evento tem o objetivo de unificar as comemorações do Dia Mundial de Controle ao Tabagismo e do Dia Mundial do Meio Ambiente. A caminhada acontecerá a partir das 08 horas e segue até às 11 horas.

A equipe da Saúde Bucal e os alunos de Odontologia do Centro Universitário de Várzea Grande (Univag) estarão prestando orientações sobre práticas de higiene bucal e de como realizar o autoexame bucal.

Os profissionais de saúde vão auferir a pressão arterial, realizar testes de glicemia e direcionamento dos pacientes para as unidades de saúde que atuam com o Programa Municipal de Controle do Tabagismo.

Em Cuiabá o programa foi implantado há pouco mais de um ano, com o objetivo de promover a saúde e proporcionar qualidade de vida aos pacientes, por meio de acompanhamento clínico, físico e mental.

Redação Secom/Cuiabá

Comentários Facebook

Campeonato Brasileiro de Futebol

Cuiabá sobe para a série A pela primeira vez e rede hoteleira prevê movimento no setor após o fim da pandemia

Publicado

G1 MT

A ascensão do Cuiabá Esporte Clube para a série A do campeonato brasileiro pela primeira vez e um possível fim da pandemia com a chegada das vacinas podem reaquecer o turismo na capital e na rede hoteleira a partir deste ano.

Apesar de ter pedido o jogo por 3 a 1, o Cuiabá subiu para a série A, porque o CSA empatou com o Brasil – RS numa partida realizada um pouco antes.

A diretora de marketing da rede de Hotéis Mato Grosso, Adriana Aires, disse que o grupo está otimista com essa nova fase do time no estado.

“Isso representa mais jogos na nossa capital e mais movimento em toda rede hoteleira, aquecendo a economia e os negócios”, ressaltou. No entanto, ainda não é possível fazer uma estimativa precisa do impacto financeiro para o turismo.

Além disso, ela destaca que com a imunização da população por meio da vacina, consequentemente, chegará também o fim da pandemia e um movimento maior na capital.

“O Cuiabá poderá jogar contra grandes times brasileiros que têm torcidas fortes em todo o estado. Isso fará com que os torcedores do interior tenham a oportunidade de ver seus times atuando ao vivo e aproveitarem para passear pela Baixada Cuiabana. Além disso, torcidas organizadas de todo o país também podem vir para a capital”, explicou.

Em relação à recuperação do turismo neste ano, Jefferson vê com cautela a movimentação dos turistas. Para ele, esta retomada será gradual e os números só melhorarão significativamente em 2022.

“Temos uma campanha de vacinação em andamento, mas não sabemos quando ela será finalizada. Ainda vivemos uma pandemia e precisamos tomar todos os cuidados. Não acredito em um novo lockdown, mas em algumas restrições que visam preservar a saúde da população. Por isso, 2021 será um ano melhor que o anterior, mas ainda não retornaremos à movimentação que tínhamos pré-pandemia”, ressaltou.

Cuiabá Esporte Clube

De 2006 a 2008 por falta de recursos, o Cuiabá anunciou o licenciamento de suas atividades. Em 2009, o time retornou ao cenário do futebol disputando a segunda divisão e conquistando o vice-campeonato. Em 2003, ganhou o primeiro título do campeonato mato-grossense.

Já em 2014, o Cuiabá foi a final novamente, dessa vez contra o recém-promovido para a série B, Luverdense. As duas partidas foram vencidas pelo Dourado por 1 x 0.

Desde então, a equipe tem trabalhado para levar o tima à elite do futebol.

Neste ano, conquistando o 3° lugar no Brasileirão série B, o Dourado disputará o campeonato Brasileiro série A.

Faz 35 anos que Mato Grosso não tem sequer um representante na primeira divisão nacional. A última vez que isso aconteceu foi em 1986, com o Operário.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Comando de Fronteira Jauru/66º Batalhão de Infantaria Motorizado vem auxiliando na vacinação do Covid-19

Publicado

Assessoria

Comando de Fronteira Jauru pode prestar apoio logístico ao Secretaria Especial de Saúde Indígena durante o processo de vacinação.

O Comando de Fronteira Jauru/66º Batalhão de Infantaria Motorizado – Batalhão General José Miguel Lanza, juntamente com o 3° Batalhão de Aviação do Exército (BAvEx) e de integrantes do 13º Pelotão de Polícia do Exército vem atuando cumprindo missões de comando, controle e logística em apoio à SESAI (Secretaria Especial de Saúde Indígena) na atividade de vacinação nas áreas indígenas.

As atividades iniciaram no dia 21 de janeiro com apoio nos deslocamentos e no transporte de vacinas para terras indígenas no estado de Mato Grosso.

No dia 22 de janeiro iniciou a fase de execução da vacinação, onde o Comando de Fronteira Jauru pode prestar apoio logístico ao Secretaria Especial de Saúde Indígena durante o processo de vacinação.

O deslocamento para as comunidades indígenas isoladas de difícil acesso ocorrem com o apoio de aeronaves do 3° Batalhão de Aviação do Exército (BAvEx).

Leia mais:   Profissionais da linha de frente se sentem fortalecidos com a vacina

O Comando de Fronteira está atuando em 4 regiões e nas seguintes terras indígenas: Chiquitanos (região de Fortuna); Vale do Guaporé, Kithaulu e Cerrado (região de Comodoro); Aterradinho e Perigara (região Pantanal); Halataikwa, Kolinakwa, Manoki e Myky (região de Brasnorte).

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana