conecte-se conosco


Mato Grosso

Sarampo: Começa hoje vacinação preventiva

Publicado

Crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas

A partir desta quinta-feira (22), as crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo em todo o país. Segundo o Ministério da Saúde, a vacinação é preventiva e deve alcançar 1,4 milhão de crianças, que não receberam a dose extra, chamada de dose zero, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses.

“Assim, além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ªdose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral mais varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses”, esclarece o ministério.

Dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo.
Sarampo: vacinação preventiva começa hoje. – Marcelo Camargo/Agência Brasil

A pasta enviará 1,6 milhão de doses a mais para os estados. O objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, que é mais suscetível a casos graves e óbitos. A medida é uma resposta imediata do ministério devido ao aumento de casos da doença.

Leia mais:   Procon-MT promove ações para comemorar criação do Código de Defesa do Consumidor

“Nós estamos preocupados com essa faixa etária porque em surtos anteriores foram as crianças menores de um ano que evoluíram para casos mais graves e óbitos. Por isso, é preciso que todas as crianças na faixa prioritária sejam imunizadas contra o vírus do sarampo, considerando a possibilidade de trânsito de pessoas doentes para regiões afetadas e não afetadas”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira.

De acordo com o ministério, o país registrou nos últimos 90 dias, entre 19 de maio a 10 de agosto deste ano, 1.680 casos confirmados de sarampo, em 11 estados: São Paulo (1.662), Rio de Janeiro (6), Pernambuco (4), Bahia (1), Paraná (1), Goiás (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Sergipe (1) e Piauí (1). O coeficiente de incidência da doença foi de 0,80 por 100.000 habitantes.

Além de vacinar as crianças na faixa etária prioritária, o ministério, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde, também orienta estados e municípios a realizarem o bloqueio vacinal. Ou seja, em situação de surto ativo do sarampo, quando identificado um caso da doença em alguma localidade, é preciso vacinar todas as pessoas que tiveram ou tem contato com aquele caso suspeito em até 72 horas.

Leia mais:   Estado investiga empresas por irregularidades em obras no Aeroporto de Rondonópolis

Por Agência Brasil

Comentários Facebook

Mato Grosso

PM prende quatro suspeitos de roubo e cárcere privado de família em Cáceres

Publicado

Policiais do 6º Batalhão de Cáceres (225 km de Cuiabá) prenderam em flagrante quatro suspeitos do roubo e cárcere privado de uma família, na manhã deste sábado (14.09). A prisão de A.C.L., 24, M.A.L., 18, I.A.S.C., 22, e J.H.C.C.M., 22, seguida da confissão do envolvimento nesse e outros roubos, pode levar à descoberta de uma organização criminosa autora de vários assaltos em cidades da região.

Os suspeitos invadiram a casa, anunciaram o assalto e mantiveram cinco pessoas sob a mira de arma de fogo, inclusive um idoso de 80 anos. Também deixaram uma das vítimas amarrada e trancada em um banheiro.

Os dois primeiros suspeitos presos haviam contratado serviço de moto-táxi para fugir. Eles foram localizados no bairro DNER, próximo a uma praça, e já estavam embarcados nas motocicletas, quando foram interceptados pelos policiais militares. Logo depois, em outro endereço do mesmo bairro foram presos mais dois.

Com um deles, o mais jovem do bando, foi apreendida a arma usada no roubo, um revólver calibre 38. Além de confessar o crime, revelou outros, que agora estão sendo apurados.

Leia mais:   Governo e Conselho realizam Semana da Pessoa com Deficiência

Com a prisão deles foram recuperados o notebook, as joias, celulares, óculos e pouco mais de R$ 80, que levaram da família.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mato Grosso quer verticalizar produção de algodão e aumentar competitividade

Publicado

A produção de algodão em Mato Grosso foi de 1,8 milhão de toneladas na safra 2017/18, o que significa 70% do total produzido no país. O estado está em primeiro lugar no ranking nacional e exporta principalmente para a China e Índia. Tanta matéria prima desperta o interesse de investidores de todo o segmento têxtil brasileiro.

Mato Grosso está em processo de verticalização econômica. A indústria têxtil e de confecções pode ser uma das apostas para este processo, pois usa o algodão como matéria prima para a sua cadeia produtiva.

“O Estado tem interesse em incentivar a industrialização e pode criar condições para a verticalização de cadeias produtivas.”, disse o vice-governador, Otaviano Pivetta.

“A integração do agronegócio e da indústria têxtil será fundamental para aumentar a competitividade da cadeia produtiva brasileira de têxteis e vestuário e garantir seu sucesso frente aos desafios globais”, disse o presidente da Cedro Têxtil,  Marco Antônio Branquinho Junior, que participou de uma reunião à convite da vice-governadoria do Estado nesta sexta-feira (13.09), com o objetivo de apresentar um panorama da indústria têxtil brasileira com seus principais desafios e oportunidades.

Leia mais:   Unemat oferta nova Seleção Especial para ingresso no semestre 2019/2

“O Brasil tem um dos maiores mercados consumidores do mundo e mais de 90% da produção têxtil nacional é consumida no próprio país. Temos cerca de 27 mil industrias entre fiações, tecelagens, malharias e confecções. A grande concentração da mão-de-obra está nas confecções, que em média, tem em torno de 50 empregados”, explicou o executivo que está na presidência da empresa desde 2014.

A Cedro Têxtil produz anualmente cerca de 75 milhões de metros de tecidos e consome aproximadamente 30 mil toneladas de algodão por ano. A ideia é que se potencialize a industrialização na Baixada Cuiabana. Para o secretário César Miranda, Mato Grosso está em processo de verticalização econômica e há espaço para investidores apostarem na região.

“Está na hora de aproximarmos os elos das várias cadeias produtivas em que podemos atuar. Junto com a industrialização vem a qualificação de mão de obra e melhorias indiretas para o município e região onde são instaladas as indústrias”, afirmou. O secretário adjunto de Investimentos e Agronegócio, Walter Valverde, também participou da reunião. 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana