conecte-se conosco


Mato Grosso

Salário dos servidores estaduais estará disponível nesta quarta-feira (08)

Publicado

Os salários do mês de março aos servidores públicos estaduais ativos, inativos e pensionistas estarão disponíveis nas contas nesta quarta-feira (08.04).  Essa antecipação foi possível pelo esforço dos servidores da Secretaria de Fazenda, mesmo trabalhando em sistema de rodízio ou em teletrabalho. 

A ação conseguiu antecipar em dois dias o processamento e envio das ordens de pagamento ao Banco do Brasil. O pagamento está sendo feito com um dia de antecipação, conforme o calendário estabelecido pelo Governo do Estado em janeiro.

“Nossa equipe técnica fez um esforço muito grande, mesmo diante das dificuldade do momento e conseguimos fechar a folha e antes do prazo previsto. Continuaremos trabalhando com afinco para honrar nosso compromisso com a população, servidores e fornecedores” afirmou o secretário de Fazenda, Rogério Gallo.

A soma total da folha de pagamento do mês de março é de R$ 470.639.755. Desse montante, R$ 280.799.997 são para os servidores ativos e R$ 189.839.758 para inativos e pensionistas. O número de servidores em todas as faixas chega a 104.746.

Tanto para quem tem conta no Banco do Brasil, como aqueles que fizeram portabilidade à outras instituições, o dinheiro estará disponível nesta quarta-feira. Em Cuiabá, onde se concentra grande parte do funcionalismo, as agências bancárias estarão fechadas por causa do feriado em comemoração ao aniversário de fundação da capital mato-grossense, mas o pagamento será disponibilizado nas contas

Leia mais:   Governo paga 1ª parcela do 13º salário dos servidores dia 30 de junho

“As agências bancárias estarão fechadas, mas a movimentação poderá ser feita via aplicativo ou caixas eletrônicos”, informou a secretária adjunta do Tesouro Estadual, Luciana Rosa.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo paga 1ª parcela do 13º salário dos servidores dia 30 de junho

Publicado

Os servidores efetivos do Governo do Estado recebem no dia 30 de junho a primeira parcela do 13º salário de 2020. Serão pagos R$ 204,5 milhões, em valores líquidos, aos servidores ativos, aposentados e pensionistas.

A data foi estipulada em janeiro deste ano e o calendário será mantido. A garantia do pagamento do benefício foi dada pelo governador Mauro Mendes.

“Divulgamos esse compromisso no início do ano e estamos cumprindo. Apesar da queda na arrecadação e de todos os prejuízos econômicos causados pela pandemia, as medidas de equilíbrio fiscal que tomamos desde 2019 permitiu que pudéssemos honrar esse pagamento, assim como temos honrado todos os demais. Nesse momento delicado, tenho certeza de que essa parcela vai representar um fôlego financeiro aos nossos servidores”, afirmou Mendes.

O valor pago da primeira parcela corresponde a 40% da folha do 13º salário, ou seja, os servidores efetivos receberão essa porcentagem sobre a totalidade do benefício. O montante referente à gratificação de fim de ano para os efetivos é de R$ 511,3 milhões, em valores líquidos.

Leia mais:   Escola Técnica de Cuiabá terá capacidade para 1400 alunos

A segunda parcela será quitada em dezembro, assim como o valor integral do 13º salário dos servidores comissionados.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo delega a cada município a decisão sobre aulas nas escolas particulares

Publicado

O governador Mauro Mendes decidiu delegar a cada prefeito dos 141 municípios de Mato Grosso a decisão sobre o retorno ou não das aulas nas escolas particulares.

A decisão foi tomada nesta terça-feira (02.06), após reunião com o secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, e os deputados Dilmar Dal Bosco e Xuxu Dal Molin. Também foram ouvidos diretores de escolas e profissionais da Educação para embasar a iniciativa.

As aulas nas escolas públicas e particulares estão suspensas desde o dia 23 de março, por conta do coronavírus.

Conforme o governador, a realidade de contaminação é muito diferente em cada município e, desta forma, os prefeitos devem ficar responsáveis por avaliar se é prudente e seguro reabrir as unidades particulares de ensino neste momento.

“Se temos um nível diferente de contaminação, as medidas mais restritivas têm que ser diferentes em cada um desses 141 municípios. Vamos continuar repassando aos prefeitos para que analisem o cenário local de suas cidades. Temos que dar tratamento diferenciado para cada realidade”, afirmou.

Leia mais:   Sábado (30): Mato Grosso registra 2.413 casos e 58 óbitos por Covid-19

Quanto às escolas públicas, as aulas continuam suspensas. Para minimizar as perdas de ensino, o Governo tem transmitido as aulas pela TV Assembleia, disponibilizado apostilas e mais de 300 mil kits-alimentação aos estudantes.

Mendes lembrou que o Governo de Mato Grosso já editou decretos orientativos para auxiliar os prefeitos a tomarem as medidas restritivas mais adequadas em seus municípios, sempre com respeito ao isolamento social, medidas de higiene e distanciamento e uso de máscaras.

Além disso, o Estado tem investido na criação de centenas de leitos em todas as regiões do Estado, adquirido respiradores, EPIs, ambulâncias e tomado uma série de medidas para preservar a vida e os empregos da população mato-grossense.

“Estamos abrindo leitos na Baixada Cuiabana e em todo o estado, nos hospitais regionais e em parcerias com os prefeitos, que é o que recomenda a Organização Mundial de Saúde”, declarou.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana