conecte-se conosco


Política

Rodrigo, Simi e Gadeia concorrem ao prêmio de melhor do mundo em 2015

Publicado

Jogadores são indicados à categoria mais nobre do prêmio Futsal Awards, o qual tem o português Ricardinho como um dos concorrentes. Confira as demais indicações

Os atletas da seleção brasileira Rodrigo, Simi e Gadeia foram indicados ao prêmio Agla Futsal Awards de melhor jogador do mundo em 2015. A eleição anual é promovida pelo site especializado Futsal Planet, que indica os candidatos através de um colegiado formado por jornalistas e personalidades da área. Os vencedores serão conhecidos no final de abril após votação aberta pela internet. Ao todo, dez atletas disputam a categoria de melhor jogador do ano.

Rodrigo, Simi e Gadeia terão dois brasileiros naturalizados como concorrentes. São eles: o italiano Babalu e o cazaque Léo, que atua no Kairat Almaty. Os demais indicados são o iraniano Hassanzadeh, o argentino Max Rescia, e os renomados Miguelin, da Espanha, e Ricardinho, de Portugal.

Conhecido como o Torpedo Humano por conta do seu forte chute de longa distância, Rodrigo vem de uma boa temporada pelo Sorocaba, tendo sido eleito o melhor jogador da Liga Nacional, além de melhor fixo e artilheiro da Liga Paulista. Em entrevista ao site oficial da CBFS, o defensor demonstrou muita satisfação em ser um dos indicados ao prêmio de melhor jogador de 2015.

Leia mais:   Projeto que cria rede de atenção a pessoas com esquizofrenia é aprovado ALMT

– Estou muito feliz por ser indicado pelo terceiro ano seguido. Ser lembrado em um prêmio como esse é motivo de muito orgulho e eu só tenho que agradecer meus familiares, companheiros de time e de seleção. É uma grande honra estar ao lado de nomes tão importantes para o esporte – celebrou Rodrigo.

Simi Futsal Brasil x Argentina  (Foto: Andre Borges / GDF)O pivô Simi também aparece na lista (Foto: Andre Borges / GDF)

O veterano Simi também festejou ao ver seu nome entre os indicados. Campeão da Liga Paulista 2015 pelo Corinthians, ele está atualmente no Sorocaba, que estreia na LNF na próxima segunda-feira, contra o Marechal Rondon, fora de casa.

– Poder fazer parte dessa lista final me deixa honrado, por ser um prêmio tão respeitado no futsal. É o reconhecimento de muito trabalho e dedicação, dentro e fora das quadras – afirmou Simi.

O ala Gadeia também comemorou a indicação. Para o jogador do Orlândia, a indicação é fruto do seu trabalho nos últimos anos.

– Estou muito feliz em receber pela segunda vez essa indicação e principalmente por representar o Brasil. Isso tudo é consequência de toda dedicação nesses últimos anos. Parabéns a todos os atletas indicados – destacou.

Leia mais:   Dr. João pede urgência em decretar "Situação de Emergência Ambiental" no Pantanal
Gadeia Brasil Portugal futsal (Foto: Zerosa Filho/CBFS)Gadeia é mais um jogador da seleção indicado ao prêmio (Foto: Zerosa Filho/CBFS)

O Agla Futsal Awards tem ainda outras sete categorias de premiação. Na eleição de melhor atleta jovem, o pivô Dener, do Carlos Barbosa, concorre com Pedro Rei, ex-Umuarama, Arthur, do Corinthians, Matteus, do El Pozo Murcia, da Espanha, e mais seis jogadores estrangeiros.

Na categoria melhor técnico de seleções, o treinador da seleção brasileira Serginho Schiochet concorre com outros nove profissionais, dentre eles o técnico da seleção feminina, Wilson Saboia, e o brasileiro Cacau, que dirige o Cazaquistão. Marquinhos Xavier, do Carlos Barbosa, disputa o prêmio de melhor técnico de clubes.

O Carlos Barbosa, por sinal, foi indicado à categoria melhor equipe de 2015, assim como os selecionados do Brasil (masculino e feminino) concorrem ao prêmio de melhor seleção do ano. Na disputa de goleiro do ano, os brasileiros Gian, Gustavo (naturalizado russo) e Léo Higuita (naturalizado cazaque) aparecem na lista de indicados. Gean Coelho Teles disputa o prêmio de melhor árbitro do mundo em 2015.

Comentários Facebook

Política

Dal Molin lamenta número de mortes e cobra audiência pública para agilizar retomada da duplicação da BR-163

Publicado


O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC) atribuiu o aumento do número de mortes à falta de manutenção adequada e à paralisação das obras de duplicação da rodovia federal BR-163. Segundo o parlamentar, a concessionária que administra a rodovia perdeu a capacidade financeira para continuidade ao contrato administrativo do qual é parte.

“Não podemos permanecer inertes enquanto o número de mortes continua aumento por ingerência desta concessionária”, afirmou durante a sessão plenária do último dia 5. Na ocasião, Dal Molin protocolizou a Indicação 2814/2021 cobrando a instauração de uma audiência pública a fim de debater a retomada das obras de duplicação da rodovia.

O documento foi endereçado ao presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, ao ministro da Infraestrutura, Tarciso Gomes de Freitas, e ao diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Marcelo Vinaud Prado. “A região de Mato Grosso sofreu profundas mudanças, principalmente em relação ao fluxo de veículos (…) segundo estudos da própria concessionária, a tendência é que esse crescimento acompanhe o desenvolvimento agrícola da região”, diz trecho da propositura.

Leia mais:   Deputados aprovam PLC que trata de subsídio dos membros da Defensoria Pública

“Rodovia da morte” – Considerada uma das rotas de escoamento de grãos mais importantes do país, a rodovia BR-163 também é conhecida por ser a mais letal. Somente em 2020, foram registrados 672 acidentes com vítimas no trecho sob concessão totalizando 85 mortes. Os dados fazem parte do relatório anual divulgado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

Concessão – A empresa Rota do Oeste assumiu a concessão da BR-163 em março de 2014, por meio de contrato firmado com o governo federal. Em Mato Grosso, o trecho sob concessão abrange 19 municípios, sendo que quatro deles – Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Sinop – figuram na lista de maiores produtores de grãos do país.

 No final de março, após inúmeras cobranças de parlamentares de Mato Grosso, a ANTT deu admissibilidade para o chamado “plano de cura” apresentado pela empresa Odebrechet Transport proprietária da concessionária Rota do Oeste. Entre outras obrigações, o plano prevê a troca do controle acionário para uma nova companhia e a destinação de R$ 3,2 bilhões para obras de duplicação, construção de travessias urbanas e manutenção da rodovia.

Leia mais:   Dr. João pede urgência em decretar "Situação de Emergência Ambiental" no Pantanal
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Deputado consegue recuperação da BR-174 junto ao DNIT

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Obras de melhoria ao longo de 90 quilômetros de extensão da BR 174 B, entre os municípios de Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade, foram iniciadas nesta quinta-feira (13), após reivindicação do deputado estadual Dr. Gimenez (PV) junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Mato Grosso.

O parlamentar esteve no DNIT no dia 29 de abril, quando protocolou o Ofício 050/2021 mostrando a precariedade da estrada, que neste trecho apresentava muitos buracos colocando em risco a vida da população. Além disso, alguns pontos estavam com infiltração no asfalto devido ao período de chuvas.

 “Nós temos recebido muitas reclamações quanto às estradas da nossa região, que estão abandonadas e sem manutenção há muitos anos, conseguimos felizmente que as obras tivessem início rápido e vamos acompanhar a execução e a qualidade do serviço realizado”, afirma Dr. Gimenez.

 O vereador Carlos Henrique Alencar esteve com as equipes de trabalho do DNIT próximo da Serra da Borda, a 22 km do centro de Pontes e Lacerda, para acompanhar. “Estamos esperando pela obra há bastante tempo, mas o problema se intensificou após as chuvas de novembro do ano passado. Perto da cidade há um agravante, uma mina d’água aflorou e inundou parte da estrada e do acostamento”.

Leia mais:   Faissal propõe pavimentação asfáltica para as rodovias MT-463 até MT-270

 Também estiveram empenhados na realização das obras os vereadores Jodeilson Rogério Barros de Souza (Lero-Lero), de Pontes e Lacerda, e Isaías Gonçalves de Almeida, de Vila Bela, que buscou apoio do Dr. Gimenez para esta demanda. “Nosso intuito é melhorar a trafegabilidade, porque este trecho é responsável pelo escoamento da nossa produção agropecuária, além disso, evitar acidentes de trânsito e até mortes”, destacou Isaías.

 Em reunião com o superintendente regional do DNIT, Antonio Gabriel Oliveira Santos, o deputado Dr. Gimenez solicitou ainda: a restauração da estrada paralela à BR 174, que passa por dentro do município de Pontes e Lacerda, sentido Rondônia; e a implantação de um redutor de velocidade na entrada do Distrito de Adrianópolis, também na BR 174, em Vale de São Domingos.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana