conecte-se conosco


Mato Grosso

Rodadas de negócios e visitas técnicas marcaram primeira semana na China

Publicado

A comitiva mato-grossense que está em missão aos países asiáticos participou de várias atividades em uma das maiores feiras de alimentos da China, Sial China 2019, além de reuniões e visitas técnicas a indústrias de processamento no entorno de Shanghai. A programação da semana começou com uma rodada de negócios, que foi seguida pela inauguração de um pavilhão específico para os negócios relacionados a proteína animal dentro da Sial.

O grupo, composto por representantes do governo e do setor produtivo da carne, tem o objetivo de acessar novos mercados e acompanha a delegação brasileira, que é liderada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Eles chegaram ao exterior na segunda-feira (17) e a expectativa é que fiquem até terça-feira (21), depois de passarem pelo Vietnã e Indonésia.

No começo da semana, houve uma reunião com executivos do Rabobank, uma multinacional bancária e líder global em serviços de financiamento para alimentação, agro-financiamento e sustentabilidade orientada. O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, que lidera o grupo, conta que eles explicaram que os chineses têm a produção suína ameaçada pela peste e as perspectivas apontam para perda de mais de 30% do rebanho deste tipo de animal.

Leia mais:   Governador afirma que trabalhar com parceria será solução para políticas públicas chegarem ao cidadão

Para César, o fato favorece toda cadeia de proteína animal brasileira, uma vez que resultará na ampliação das exportações. Vale lembrar que no ano passado, apenas Mato Grosso comercializou US$ 143,7 milhões em carne bovina com a China. Quantia correspondente a 12% do total exportado pelo Estado. Se somado ao que foi comercializado para Hong Kong, que possui uma política diferenciada da China para importação do produto, a receita com a exportação de carne bovina foi de US$ 374,8 milhões para os dois destinos.

Desde que chegaram ao continente Asiático, os representantes do Estado se esforçam para mostrar aos importadores a qualidade da carne produzida em solo mato-grossense, bem como a interesse do governo e empresários de dar garantia ao comprador por meio de certificação.

Neste quesito, são apresentados o trabalho do Instituto Mato-grossense da Carne (Imac), que está finalizando a instalação de um sistema de rastreamento de animais inovador.

De acordo com o presidente do Imac, Guilherme Nolasco, com a crescente demanda de consumo de proteína animal da China, aliada à epidemia de Peste Suína que se alastra no país, o mercado de carne do país deve, a curto prazo, aumentar as compras de todas as carnes produzidas em Mato Grosso, inclusive da carne bovina. A busca chinesa por carne é grande por produtos de qualidade e não apenas por volume.

Leia mais:   Sema realiza workshop sobre produtos perigosos

“Nesta missão tivemos a oportunidade de conversar com compradores de carne na China, conhecer o perfil dos produtos que precisam e ainda visitamos uma indústria de processamento de carne localizada próxima a Xangai e que abastece grandes mercado de e-commerce”.

Segundo Nolasco, um dos pontos positivos da missão é colocar na mesma mesa de negociação indústrias, produtores e o governo para estreitar relações e abrir mercados.

Soja

Na reunião com o Rabobank, os mato-grossenses foram tranquilizados quanto a redução da compra de soja devido ao problema no rebanho suíno chinês. Segundo os investidores, estima-se que a compra irá aumentar, uma vez que a ampliação de outras criações para subsidiar o consumo é algo certo.

Formação da comitiva

 A comitiva é formada pelo titular da Sedec, César Miranda, pelo presidente do Imac, Guilherme Nolasco, e representantes de frigoríficos e produtores de carne bovina e suína. A Assembleia Legislativa é representada pelo deputado Xuxu Dal Molin.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

PM recupera duas caminhonetes roubadas, prende dois e apreende defensivos agrícolas

Publicado

Em  Sorriso, policiais da Força Tática e do 12º Batalhão de Polícia Militar prenderam dois suspeitos, recuperaram duas caminhonetes roubadas e apreenderam grande quantidade de agrotóxicos e defensivos em uma propriedade rural no Distrito de São Luiz Gonzaga, localizada na MT-404, a 75 quilômetros da sede do município.

Na fazenda ocorreu a prisão de J.D.R (25 anos) e a apreensão de dezenas de caixas de agrotóxico que teriam sido contrabandeadas do Paraguai, além das duas caminhonetes, uma modelo Fiat Toro e uma Chevrolet S10, uma com queixa de roubo e outra com o chassi adulterado. Lá também havia duas armas de fogo, um revólver calibre 22 e uma espingarda 28.  

Essa fazenda teria sido arrendada por E.S.G.(47), suspeito de ser o dono dos produtos apreendidos. Na casa dele, na cidade de Sorriso, os policiais prenderam a suspeita k.C.G.(20 anos), que seria sua filha, e apreenderam diversas caixas de defensivos agrícolas.

No caso da fazenda, os produtos apreendidos estavam em um galpão ao lado da moradia, local construído supostamente com a finalidade específica de armazenar defensivos e agrotóxicos.

Leia mais:   Museu da Unemat promove exposição de Saberes Indígenas, espeleologia e artes

Nessa ação, que aconteceu na sexta-feira (17), a PM utilizou drone para monitoramento da área onde ocorreriam as abordagens, exigiu trabalho de mais de 10 horas e empregou 9 policiais militares sob tenente-coronel Jorge Luiz de Almeida, comandante do 12º Batalhão.

E.S.G. (47), suposto arrendatário da fazenda e dono dos produtos apreendidos, ainda não foi preso.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

MTI e Detran restabelecem conexão com o Sistema Nacional de Gravames (SNG)

Publicado

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) informa que, devido a problemas ocorridos na conectividade com os  servidores do Sistema Nacional de Gravames (SNG), em Brasília, o acesso aos dados cadastrais dos gravames financeiros no sistema do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran) ficou indisponível na tarde de sexta-feira (17).

Em razão disso, operações de veículos que dependiam do acesso ao SNG foram interrompidas por aproximadamente uma hora. A comunicação entre o sistema do Detran e os sistemas do SNG foi restabelecida às 16h20 do mesmo dia.

A equipe técnica da MTI, em conjunto com a equipe técnica do Detran, realizou todas as ações necessárias para assegurar que os serviços afetados no sistema do Detran fossem restabelecidos.

A MTI está atuando para prevenir novas indisponibilidades e oferecer o melhor serviço aos  usuários e servidores do Detran. Além disso, a MTI e o Detran vêm trabalhando conjuntamente em um Plano de Melhorias que está proporcionando maior acessibilidade, segurança e, principalmente, maior estabilidade nos serviços digitais prestados para o cidadão.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Sema realiza workshop sobre produtos perigosos
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana