conecte-se conosco


Destaque

Rio Paraguai: Da rota do comércio, transporte e comunicação à rota do turismo

Publicado

Por Flávia Borges, G1 MT

Comentários Facebook

Destaque

Governo do Estado consegue prorrogação para obras da ZPE de Cáceres

Publicado

Área onde serão finalizadas as obras da ZPE, em Cáceres (MT)

O Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (ZPE) aprovou nesta quinta-feira (21.11) a prorrogação do prazo para as obras da ZPE de Cáceres (200km de Cuiabá). Com a anuência dos conselheiros, haverá mais 540 dias para que o cronograma seja executado.

“O Governo do Estado está tentando viabilizar a ZPE em Cáceres, que já existe há 30 anos. Com a aprovação da prorrogação do prazo, o Governo, Fiemt e parceiros, como o grupo Itamarati, estará executando o projeto de viabilidade econômica”, explica César Miranda, secretário de Desenvolvimento Econômico.

Para o secretário, a ZPE poderá ser um impulsionador no desenvolvimento da região, com geração de emprego de qualidade e renda ao levar novas indústrias para o local.

A ZPE daria a possibilidade de abertura para o mercado internacional. De acordo com a legislação vigente, 80% do que as indústrias produzirem no local poderá ser exportado e 20% deverá ficar no mercado interno. O novo cronograma físico-financeiro foi aprovado e a ordem de serviço pode ser dada ainda em 2019.

Leia mais:   Vereadores aprovam, mas falha faz Câmara adiar votação de projeto de coleta e tratamento de esgoto

O Conselho é formado por representantes dos Ministérios da Economia, da Infraestrutura, do Desenvolvimento Regional e da Receita Federal.

O que é

As ZPEs caracterizam-se como áreas de livre comércio com o exterior, destinadas à instalação de empresas voltadas para a produção de bens a serem comercializados no exterior, sendo consideradas zonas primárias para efeito de controle aduaneiro. As empresas que se instalam em ZPE têm acesso a tratamentos tributário, cambiais e administrativos específicos.

Por: Thielli Bairros | Sedec-MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Cáceres é o segundo município mais atingido pelos focos de queimadas nos últimos dias

Publicado

O município de Cáceres é o segundo mais atingido pelos focos de queimadas entre os dias 19 e 20 de novembro.  É o que aponta o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Nesses dois dias, conforme o instituto foram registrados 76 focos de calor na região.

Dados dos satélites do INPE mostram que o município mais atingido foi Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste), com 15 focos em 48 horas, seguido por Cáceres (225 km a oeste), com 9 focos. Nesses dias, Vila Bela foi o terceiro município com mais focos no país.

O resultado do aumento gradativo dos focos, conforme o INPE, foi a redução  da incidência de chuvas das nesse período.

Outros focos de calor têm se verificados na terra indígena Manoki, em Brasnorte (579 km a noroeste). Além da terra indígena, foram registrados focos de incêndio no Parque Estadual Encontro das Águas, que fica na divisa entre Barão de Melgaço (113 km ao sul) e Poconé (104 km ao sul).

Leia mais:   MT perdeu 1,6 km quadrados de áreas de floresta entre 2018 e 2019, divulga INPE

Na comparação entre os biomas, a maior parte dos focos foi na Amazônia, com 46 registros, seguido pelo Pantanal, com 21 focos de calor, e o Cerrado, com 9 pontos de incêndio.

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana