conecte-se conosco


Vasco

Reunião define logística de torcidas para Fluminense x Vasco, em Manaus

Publicado

Decisão da Taça Guanabara ocorre neste domingo à tarde na Arena da Amazônia. Portões do estádio abrirão com quatro horas de antecedência para o clássico

A cinco dias da decisão da Taça Guanabara, entre Fluminense e Vasco, na Arena da Amazônia, foi realizada uma reunião com representantes de torcidas organizadas para definir as medidas de segurança para o clássico, que ocorre domingo, às 16h (15h de Manaus). O encontro ocorreu no auditório da Vila Olímpica de Manaus, na Zona Centro-Oeste da capital.

Os portões da Arena da Amazônia estarão abertos ao público em geral ao meio-dia. A entrada das torcidas organizada do Fluminense será pelo setor Norte, Portão D do estádio (Rua Loris Cordovil). A entrada para as organizadas do Vasco será pelo setor Sul, portão A (Rua Pedro Teixeira).

As torcidas organizadas que desejarem levar instrumentos musicais deverão realizar o cadastro único do torcedor até quinta-feira, dia 14, na sede do Centro Intergrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC). No documento, assim como no material desejado pela pessoa (instrumento ou mastro), ficam registrados o CPF e o RG do portador.

– Existe uma portaria da secretaria de segurança pública (Portaria nº0207/2014-GS/SSP) que recomenda o termo de responsabilidade às torcidas. Desta forma, é garantida a tranquilidade e o bom andamento do evento, uma vez que teremos um público variado no estádio, crianças, jovens, terceira idade e pessoas com deficiência (PCDs). Não tenho dúvida que as torcidas farão uma linda festa – ressaltou o titular da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fabrício Lima.

Fica proibida a entrada de materiais perfurocortantes (seringas, agulhas, escalpes, ampolas, vidros de um modo em geral ou, qualquer material pontiagudo ou que contenham fios de corte capazes de causar perfurações ou cortes), armas de fogo e armas de arremesso, fogos de artifício e armas brancas, como guarda chuva com haste metálica e recipientes em aerosol.

Arena da Amazônia (Foto: Divulgação/Secom)Arena da Amazônia, em Manaus, será o palco do jogo, no domingo (Foto: Divulgação/Secom)

Confira os valores de ingressos 

– Anel Superior: Meia-entrada (estudante, 1kg de alimento ou doação de sangue) = R$ 70
– Anel inferior:  Meia-entrada (estudante, 1kg de alimento ou doação de sangue) = R$ 90
– Anel inferior VIP:  Meia-entrada (estudante, 1kg de alimento ou doação de sangue) = R$ 150
– Camarotes avulso com open bar e buffet:  Preço único / Avulso = R$ 250 
– Camarote fechado com 18 lugares = R$ 4.500 (contato: 629940 0048)
– Vendas no cartão podem ser parceladas em até 12 vezes somente no site meubilhete.com.

Pontos de vendas
– Arena Amadeu Teixeira (Rua Loris Cordovil – Flores) – das 9h às 18h de segunda a sexta. Aos sábados das 9h às 13h.
– Granada Beach da Eduardo Ribeiro (Centro) – das 9h às 17h de segunda a sexta e sábado das 9h ao meio-dia.
– Granada Beach do Amazonas Shopping – das 10h às 22h de segunda a sábado e das 14h às 21h aos domingos.
– Granada Beach do Manauara Shopping – das 10h às 22h de segunda a sábado e das 12h às 21h aos domingos.
– Granada Beach do Shopping Sumaúma (Cidade Nova) – das 10h às 22h de segunda a sábado e das 14h às 21h aos domingos.
– Supermercado Seta Atacadista – Av. Autaz Mirim, Jorge Teixeira, Zona Leste. – das 9h às 19h de segunda a sábado e aos domingos de 8h ao meio-dia.

Comentários Facebook

Vasco

TJD recorre de advertência a Guerrero e indica nova denúncia contra Rodrigo

Publicado

Procuradoria do Tribunal considera a não punição ao atacante do Flamengo como inadmissível e enquadrará zagueiro do Vasco por agressão após pisão no adversário

Guerrero e Rodrigo terão que voltar à pauta dos tribunais. O Procurador-geral do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), André Valentim, vai recorrer no Pleno da advertência dada ao atacante do Flamengo no julgamento na última terça-feira e também vai apresentar nova denúncia contra o zagueiro do Vasco após ver as imagens do pisão dado no adversário. A Procuradoria considera inadmissível a não punição aplicada ao rubro-negro, que corria o risco de ser suspenso de quatro a 12 jogos por agressão, e enquadrará o cruz-maltino no mesmo artigo.

– Um ou dois jogos (Guerrero) até aceitaria, mas absolvição de jeito nenhum. Vai para o Pleno. Vou esperar sair o acórdão, deve sair entre hoje e amanhã e vou recorrer. Tem que cumprir no próprio campeonato. E quanto ao Rodrigo, não tinha conhecimento daquelas imagens do pisão. Vou denunciá-lo por agressão – afirmou.

Guerrero foi enquadrado no artigo 254-A (Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente – pena: quatro a 12 partidas de suspensão), mas a defesa descaracterizou o lance para ato hostil (artigo 250 – pena: de um a três jogos), e o atacante recebeu apenas uma advertência pelos auditores terem considerado como uma reação à provocação do adversário.

Rodrigo, por sua vez, foi incurso no 258 (Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportivo não tipificada pelas demais regras deste Código – pena: um a seis jogos de suspensão) e levou uma partida de gancho. Com isso, ele está fora do clássico contra o Fluminense, marcado para o próximo domingo, em Manaus – por conta de lesão muscular, o capitão cruz-maltino já era dúvida para a partida contra o arquirrival. Porém, a punição pode aumentar com a nova denúncia.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana