conecte-se conosco


Brasileirão Série A

Renúncia, entrega e time mais jovem: Inter vê físico como razão para sucesso

Publicado

 

Se existia alguma dúvida sobre o condicionamento físico do grupo do Inter, ela foi dirimida com o início do Brasileirão. Dos quatro gols marcados até o momento, 75% ocorreram na etapa final e metade nos últimos 10 minutos de partida. O segredo deste sucesso está na proposição das atividades da comissão técnica, a entrega do grupo e a juventude do elenco.

Argel não alivia. Durante os trabalhos, pede dedicação do primeiro ao último minuto. Motivador, quando sente que seus pupilos estão cansados, sai com alguma frase de efeito para mantê-los ativos: “Quando estiver morto terá muito tempo para descansar” é uma das pérolas adotadas. O discurso foi compreendido e assimilado pelos jogadores.

LEIA MAIS
> Ferrareis ganha prestígio e cresce no Inter
> Inter mira 1º gol “de fato” em casa

A alta exigência cumprida ao longo dos treinamentos tem surtido efeito nos jogos. A boa campanha nesta arrancada de Brasileirão é a prova. As três vitórias até o momento acabaram decididas com gols no segundo tempo. No 2 a 1 sobre o São Paulo, no Morumbi, Sasha garantiu o resultado aos 43 minutos após arrancada alucinante de William desde o campo de defesa. Diante do Sport, Renê fez contra aos 12, e, na Vila Belmiro, Aylon deixou sua marca aos 38.  

 
 
 
aos 38Aylon define de cabeça vitória do Inter sobre o Santos na Vila
aos 12Artur cruza da esquerda e Renê marca contra
aos 43Sasha marca contra o São Paulo após arrancada de William

Élio Carravetta explica a razão deste desempenho. Para o coordenador da preparação física, a comissão técnica encabeçada por Argel e pelo preparador João Goulart conseguiu embutir nos pupilos a necessidade de um rendimento físico desde a pré-temporada realizada nos Estados Unidos. E, por mais que ocorra o desgaste, o comprometimento os faz superar o cansaço ou falta de disposição para atingir o objetivo:

– A performance do time vem em razão do conjunto. Começa com o Argel e com o João Goulart. Eles lideram os processos de treinamento. Provocam adaptações que têm dado resultado. Muito também pela entrega dos jogadores. Há a renúncia deles e o fato de entenderem a importância dos treinamentos, que muito requer do sofrimento e superação da fadiga.

Há a renúncia dos jogadores e o fato de entender a importância dos treinamentos, que muito requer do sofrimento e superar a fadiga”
Élio Carravetta, coordenador
da preparação física do Inter

O profissional colorado reitera a importância do grupo em buscar a evolução. A rotina de treinamentos imposta pela comissão os faz procurar melhorar o condicionamento. A simulação nos exercícios se reproduz nas partidas, e o resultado corresponde a tal sequência, avalia Carravetta:

– Quando você fala em preparação física, ela
não é apenas física. É técnica, tática e aí, sim, física, emocional. Os trabalhos técnicos e táticos, no qual você trabalha com volume. O treinador, que tem a responsabilidade
máxima, faz os jogadores renunciarem. Você faz o jogador ter a mesma
resposta dos treinos nos jogos.

Média de idade do time caiu

Além desta conjunção de fatores, há outro trunfo que auxilia no bom rendimento. Na atual temporada, a direção promoveu uma reformulação no grupo. Saíram veteranos como Dida, Juan, D’Alessandro, Rafael Moura e Lisandro López. Jogadores jovens oriundos da base ganharam chance e começam a se firmar.

Entre o time que iniciou contra o Cruzeiro na última rodada do Brasileirão de 2015 e a provável formação que estará em campo nesta quarta-feira, contra o Atlético-PR, a média de idade dos 10 jogadores de linha caiu em quase dois anos (de 26,3 para 24,6). Carravetta pondera que o atleta mais rodado compensa com o senso de posicionamento e compreensão da partida, mas perde fisicamente para os garotos:

– (A diminuição da faixa etária) ajuda muito. A genética é um indicativo extremamente positivo para adaptação. O jovem se adapta melhor. Ele está em uma curva ascendente em termos de melhoria de performance. Mas o jogador com experiência entende a partida, além de sua qualidade. Há uma compensação, mas o físico, a resposta do jovem, é mais eficaz. 

Nesta quarta, o Inter coloca sua condição física a prova para tentar igualar as marcas de 2006 e 2009, quando, após a quinta rodada, somava 13 pontos em 15 possíveis. Além disso, secará o Grêmio diante do Palmeiras para terminar como líder. Atualmente, os gaúchos dividem a ponta, mas os comandados de Roger aparecem à frente em razão do saldo de gols (seis a três).

O confronto contra o Atlético-PR ocorre às 19h30 desta quarta, no Beira-Rio, com transmissão do Premiere e Premiere HD. O GloboEsporte.com acompanha em tempo real. 

Paulão treino do Inter (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter)Paulão em treino físico do Inter: rotina puxada de exercícios (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter)

>> INTER X ATLÉTICO-PR

Local: Beira-Rio
Data e horário: quarta-feira, 19h30 (horário de Brasília)
Escalação provável: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Andrigo e Gustavo Ferrareis; Eduardo Sasha e Vitinho
Desfalques: Valdívia, Anderson, Rodrigo Dourado, Marquinhos e Rafinha
Pendurados: William, Eduardo Sasha e Vitinho
Transmissão: Sportv, Premiere e Premiere HD
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães apita, auxiliado por Dibert Pedrosa Moisés e Rogério Pablos Zanardo

Confira as notícias do esporte gaúcho no globoesporte.com/rs

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Seleção Brasileira encerra preparação para amistoso contra República Tcheca

Publicado

Programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) também destacou a reta final dos principais campeonatos estaduais do país; ouça na íntegra

O programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) destacou o amistoso da Seleção Brasileira com a República Tcheca. Waldir Luiz, Márcio Guedes, Bruno Mendes e toda a nossa equipe também analisaram a reta final dos principais campeonatos estaduais do país e as principais notícias do esporte nacional e internacional.

Clique no player e ouça o programa na íntegra:

No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919.

Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.

Agencia Brasil
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Palmeiras volta a ter time feminino depois de 9 anos

Publicado

Repórter Lincoln Chaves trouxe todas as informações da preparação do Verdão para o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino dentro do programa No Mundo da Bola desta quinta-feira (14); ouça na íntegra
Começa neste sábado (16) a sétima edição do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. E a Rádio Nacional traz uma série de matérias sobre a principal competição do futebol feminino no país. A terceira reportagem fala do Palmeiras e dos seus reforços para disputar a competição além do projeto da diretoria para a modalidade. O repórter Lincoln Chaves trouxe todas as informações do Verdão dentro do programa No Mundo da Bola desta quinta-feira (14).

Ouça no player abaixo:

O Palmeiras retorna ao feminino após nove anos. O time vai jogar em Vinhedo, cidade parceira do versão nesta edição.

A equipe foi apresentada em meados de fevereiro e é comandada pela treinadora Ana Lúcia Gonçalves.

O No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919. Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.
Tags: Palmeiras Futebol Feminino Brasileirão Feminino

Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana