conecte-se conosco


Mato Grosso

Quatro novos defensores públicos tomam posse esta semana

Publicado

Três profissionais foram convocados para repor vagas em aberto, duas por pedidos de exoneração e uma por licença não remunerada

A Defensoria Pública de Mato Grosso (DPMT) dará posse a quatro novos membros na sexta-feira (18/10). Os aprovados foram selecionados no quinto concurso feito pela Instituição para recrutar defensores, homologado em dezembro de 2016 e prorrogado, por mais dois anos, em 2018. Três das convocações são para repor profissionais. Recentemente dois pediram exoneração e um, licença sem remuneração.

O último concurso da DPMT para defensor ofertou 19 vagas e classificou 57 pessoas. Desde a homologação, 40 foram nomeadas, mas apenas 20 estão em exercício. Com a posse dos quatro novos serão 192 defensores públicos em Mato Grosso, mas para completar o número de vagas efetivas para o Estado ainda faltarão 63 profissionais. O V Concurso tem validade até setembro de 2020.

“Três dos quatro novos defensores entrarão para repor perdas que a Instituição teve recentemente. Com essas nomeações ampliaremos, de fato, em apenas um o número de membros. É o que será possível graças à redução nas despesas que estamos efetivando desde que assumimos a gestão, em janeiro. É muito pouco e até insignificante diante da necessidade, pois 63 cargos continuarão vagos. O que significa que 63 unidades do Poder Judiciário, tanto na Capital quanto interior, continuam fechadas para a população”, avalia Queiroz.

Sonho realizado – Todos os nomeados para a DPMT são naturais de outros estados e percorreram caminhos distintos para alcançar o sonho comum de trabalhar na Defensoria Pública. Determinados, três são mulheres, um tem filha e todos são jovens.

Tainah da Silva Teixeira de Oliveira, 29 anos, natural de São Gonçalo (RJ) conta que aos 20 anos, logo após terminar o curso técnico de nível médio, foi aprovada em concurso público para técnica na Defensoria Pública daquele estado. “Em poucos meses de trabalho tive certeza que ali era meu lugar. Fiz direito, me formei no final de 2015 e desde então faço concursos para Defensoria. Foi assim que tive a felicidade de passar em Mato Grosso”.

Leia mais:   Condenado por estupro de vulnerável é localizado e preso pela Polícia Civil

A fluminense é casada e está grávida de sua primeira filha, Helena, que nascerá em dezembro. Ela afirma que desde o início da faculdade estuda com objetivo de passar em concurso para a Defensoria. “Acredito que foco e determinação foram fundamentais para alcançar meu sonho, porque não é um caminho fácil. Exige muita renúncia e privação. Mas o apoio, da minha família e do meu marido, foi fundamental. Eles sempre estiverem do meu lado nos momentos mais difíceis”.

Para o teixeirense Murilo David Brito, 31 anos, a paixão pela Defensoria também nasceu a partir da experiência prática. “Durante a graduação tive o privilégio de estagiar no órgão e considero ser impossível passar por ali e não ser impactado pelo trabalho da Instituição. A missão constitucional da Defensoria é quase um sacerdócio, dar voz aos excluídos, e ser instrumento desse processo me fez sonhar em ser defensor”, conta.

Ele nasceu em Teixeira de Freitas (BA), cursou direito em Minas Gerais, trabalhou no Tribunal de Justiça da Bahia como juiz leigo, foi procurador do Centro Especializado de Assistência Social (Creas) e atuava como analista de procuradoria quando tomou conhecimento da nomeação. Ele afirma que estudava desde 2014 para concurso. Casado, Murilo tem uma filha que fará dois anos.

Primeiro emprego – Marília Oliveira Martins, 28 anos, natural de Fortaleza (CE), lutadora de Jui Jitsu, assumirá seu primeiro emprego formal após tomar posse na Defensoria Pública de Mato Grosso. “Fiquei bastante feliz com a notícia, pois é a minha primeira nomeação num concurso público, principalmente por ser para o cargo que sempre sonhei. Estudei por dois anos para a prova e sempre foquei na Defensoria, por ser a única carreira jurídica que me interessava. Atuar em favor dos mais necessitados é o meu propósito”.

Leia mais:   Acadêmicos da Unic conhecem a sede da Sefaz

Para Marília, os princípios que aprendeu no esporte a ajudaram a alcançar seus objetivos. “Foco, disciplina, respeito aos oponentes, concentração e não desistir nunca. Tudo isso eu aprendi no esporte e apliquei na minha busca pela aprovação em concursos. O mais difícil agora será deixar minha família e amigos”.

Amanda Pereira Leite Dias, 30 anos, afirma que um dos seus maiores receios profissionais, ser aprovada e não ser chamada, agora faz parte do passado. “Prestei vários concursos e em vários não passei por décimos. Hoje acredito que Deus me quis em Mato Grosso. Apesar de ter nascido em São Paulo, vim com três meses para cá e me sinto cuiabana. Foram quatro anos de estudo até passar nesse concurso e a nomeação me indica que eu estava no caminho certo em minhas opções de estudo”, afirma.

Amanda lembra que após se formar, decidiu que trabalharia por um ano, para juntar dinheiro e então voltar a estudar para concurso. E assim ela fez, assessorou um juiz, após um ano pediu para sair e focou na Defensoria. Como os outros, ela afirma que teve o desejo de ser defensora após estagiar na Primeira Defensoria Criminal de Cuiabá. “Ajudar ao próximo é algo bom e poder fazer isso todos os dias, na profissão que escolhemos, é muito melhor. É um presente de Deus essa nomeação. Escolhi a profissão pelas nobres atribuições do cargo”, afirma.

A sessão solene de posse está pré-agendada para sexta-feira (18/10), às 8h30. O defensor público-geral, Clodoaldo Queiroz, formalizará a entrada dos quatro na carreira pública, na presença de membros do Conselho Superior do órgão. Na ocasião, os nomeados assinam o temo de compromisso no qual prometem desempenhar as atribuições do cargo, servindo à população, ao Estado e cumprindo a Constituição Federal e as leis.

Márcia Oliveira | Assessoria de Imprensa/DPMT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo abre contratação para prestadores de serviços médicos atender os Hospitais Regionais de Sinop e Sorriso

Publicado

O Governo de Mato Grosso, por meio das Secretarias de Planejamento e Gestão (Seplag) e de Saúde (SES), lançou os editais de pregão eletrônico para a contratação de empresas especializadas na prestação de serviços médicos para atender os Hospitais Regionais de Sinop e Sorriso.

Em Sinop, conforme edital publicado no Diário Oficial que circulou nesta quarta-feira (13.11), o pregão eletrônico n° 003/2019 prevê a contratação de empresas que disponham de profissionais qualificados para desenvolverem atividades em Clínica Médica e atendimento de Urgência e Emergência; Infectologia; Cardiologia; Ortopedia e Traumatologia; Neurocirurgia e Neurologia; Cirurgia Vascular; Urologia; Cirurgia Geral; Anestesiologia; Nefrologia; Serviços de Hemodiálise e Diálise Peritoneal; Pediatria; Cirurgia Pediátrica e Otorrinolaringologista.

De acordo com o documento, a licitação será na modalidade pregão eletrônico . As empresas interessadas em participar da seleção devem enviar as propostas de preço ao Portal de Aquisições Governamentais. A sessão do pregão eletrônico será realizada no dia 02 de dezembro, às 9h (horário de Cuiabá).

Por meio da contratação dos serviços médicos, o hospital de Sinop ampliará o número de especialidades ofertadas. Atualmente, a unidade dispõe dos serviços de neurocirurgia, neurologia, ortopedia, cirurgia geral e otorrino, UTI e atendimento de urgência e emergência.

Leia mais:   Acadêmicos da Unic conhecem a sede da Sefaz

Hospital Regional de Sorriso

Já o pregão eletrônico para contratação de empresas especializadas para prestação de serviços médicos no Hospital Regional de Sorriso requer profissionais tecnicamente qualificados em Clínica Médica; Psiquiatria; atendimento de Urgência e Emergência; Infectologia; Cardiologia; Ortopedia e Traumatologia; Neurocirurgia e Neurologia; Pediatria; Urologia; Cirurgia Geral; Anestesiologia; Nefrologia Serviços de Hemodiálise e Diálise Peritoneal; Vascular e Buco Maxilo Facial; Ginecologia e Obstetrícia; Otorrino; Reumatologia e Pneumologia.

A licitação também será na modalidade pregão eletrônico. As empresas interessadas em participar da seleção em Sorriso devem enviar as propostas de preço ao Portal de Aquisições Governamentais.  A sessão do pregão eletrônico será realizada no dia 26 de novembro, às 9h (horário de Cuiabá). O edital da licitação foi publicado no Diário Oficial do Estado que circulou no dia 07 de novembro e retificado no mesmo espaço nesta terça-feira (12.11)

Os editais das unidades de saúde de Sinop e Sorriso e seus anexos poderão ser consultados no Portal de Aquisições Governamentais.

Força-tarefa

Em junho deste ano, foi instituída uma força-tarefa com objetivo é dar mais agilidade aos processos de contratação referentes à Secretaria de Estado de Saúde, em especial nas áreas médica, clínica, UTI, medicamento, entre outras.

Leia mais:   Polícia Militar forma 120 novos soldados nesta quinta-feira

Essa força tarefa integra, juntamente com a readequação estrutural de diversas unidades de saúde do Estado, o projeto de modernização dos Hospitais Regionais e das Unidades

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Nota MT: confira os ganhadores do quarto sorteio mensal

Publicado

A Secretaria de Fazenda (Sefaz) realizou nesta quinta-feira (14.11) mais um sorteio do Programa Nota MT. A quarta edição mensal do concurso premiou 1.003 cidadãos mato-grossenses com prêmios de R$ 500 e de R$ 10 mil. O resultado está disponível no site ou aplicativo do Nota MT.

Os cinco prêmios de R$ 10 mil vão para três cidades do interior e para Cuiabá. Tangará da Serra teve duas ganhadoras, seguida de Rondonópolis e Arenápolis. Esta é a primeira vez que cindo mulheres são contempladas com o prêmio máximo mensal. São elas: Carolina Lopes Mugarte Sobrinho, Rosilaine Silva De Oliveira, Rosilene Santos De Almeida, Shirlei Rezende De Lima e Vera Lúcia Magalhães Silva.

Outras duas pessoas, uma de Primavera do Leste e outra de Cuiabá, foram sorteadas duas vezes com prêmios de R$ 500, totalizando o valor de R$ 1.000 em premiação. A duplicidade é possível devido ao resultado do sorteio ser pelo número de bilhete, por isso quanto mais pedir para colocar o CPF na nota, maiores são as chances de receber os prêmios da Nota MT.

Leia mais:   Operação integrada prende membros de organização criminosa em Nova Xavantina

Ainda em relação ao resultado, 996 pessoas vão receber prêmios de R$ 500. Elas estão espalhadas em 59 municípios mato-grossenses. Cuiabá e Várzea Grande lideram a lista dos ganhadores com 526 e 112 premiados, respectivamente. Sinop teve 58 sorteados, seguido por Rondonópolis com 55.

Para este sorteio 168.217 consumidores estão aptos a participar, concorrendo com 1.659.187 bilhetes, gerados a partir de notas emitidas entre os dias 1º e 31 de outubro.

Como receber o prêmio

Para receber o prêmio do Nota MT, é preciso informar a conta bancária, e não possuir débito ou com pendência com o estado. A conta do banco deve estar no mesmo CPF da pessoa premiada e pode ser de qualquer instituição financeira, com exceção de conta poupança do Banco Sicredi.

Em relação a adimplência, os premiados devem ter uma Certidão Negativa de Débitos (CND), documento emitido pela Secretaria de Fazenda, em conjunto com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), cujo objetivo é confirmar a ausência de débitos ou pendências. Caso possua alguma irregularidade, o consumidor terá o prazo de 90 dias para regularizar a situação

Leia mais:   Órgãos não terão expediente nesta sexta (15) e na próxima quarta-feira (20)

O prazo para pagamento do prêmio, estipulado por lei, é de 90 dias contados do momento da regularização da situação do ganhador.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana