conecte-se conosco


Mato Grosso

Qualidade da educação pública é discutida em Fórum Nacional realizado na Bahia

Publicado

Qualidade da Educação: financiamento, gestão e aprendizagem sãos os principais temas discutidos no 17º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, realizado em Mata de São João, na Bahia. O evento, que começou na terça-feira (13.08) e segue até esta sexta-feira (16), reúne cerca de 1.500 pessoas ligadas à educação de todo o país.

No evento são realizadas conferências, mesas-redondas, minicursos e visitas às salas de atendimento governamental e aos estandes.

Nas mesas-redondas são debatidos assuntos como: o novo Fundeb como mecanismo de financiamento para a garantia da qualidade da educação; Políticas e programas do governo federal; e Ações intersetoriais na promoção da qualidade da educação. Também são temas de discussões o processo de implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) nos municípios.

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, participa do evento representando Mato Grosso e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), do qual é vice-presidente. Conforme destacou a secretária, os temas discutidos no fórum são de grande relevância para o país, pois são os principais pilares que sustentam a educação pública.

Leia mais:   Secretaria de Saúde esclarece ações sobre Coronavírus

A secretária destacou ainda a importância de colocar em discussões a questão do financiamento da educação, como a permanência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

“O prazo de vigência do Fundeb encerra em 2020, mas os municípios e os estados precisam desse financiamento, que é o principal fundo destinado à educação básica. A permanência do Fundeb é assegurar investimentos para uma educação de qualidade no país”, observou a secretária.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Politec empregou 429 servidores durante Operação Carnaval

Publicado

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) atendeu a 530 requisições de perícias em todo o Estado, durante o período de carnaval, comemorado entre os dias 21 e 25 de fevereiro de 2020. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (27.02) durante coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Durante a operação, foram empregados 429 servidores, entre peritos oficiais criminais, papiloscopistas, técnicos em necropsia, peritos oficiais médico legistas e odontolegistas, e 166 viaturas.

A atuação da Politec durante a operação carnaval consistiu na identificação de suspeitos, checagem de veículos com suspeitas de roubos, furtos, adulterações como clonagens ou dublês e perícias de criminalística, medicina legal e de odontologia legal.

A operação abrangeu 25 municípios, monitorou 35 pontos de festividade, com público estimado de 260.405 pessoas. Em 2020, houve um aumento de 40% no número de pontos de festas de Carnaval, em relação ao ano passado. As festividades concentraram-se nos municípios de Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Santo Antônio de Leverger, Barra do Garças, Cáceres, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde, entre outros.

Leia mais:   Recurso para campeonato de futebol amador foi liberado em 2020

A Operação Carnaval contou com as forças integradas da Polícia Militar (PM), da Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Politec, Detran, Ciopaer, Sistema Penitenciário e Socioeducativo.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Menina de 4 anos que não ouve e não fala emociona equipe da PM

Publicado

Em Cuiabá, policiais militares presentearam uma menina de 4 anos de idade com muitos presentes, após encontrá-la perdida, no último sábado (22.02), na Avenida dos Trabalhadores. A criança que possui deficiência auditiva e também não fala, havia fugido da casa dos pais.

Populares acionaram a PM via 190 informando que havia uma criança sozinha em frente a uma loja de brinquedos. Ao chegar no local, a equipe de policiais tentou conversar com a menina, mas percebeu que ela não ouvia e não falava.

Em determinado momento, a menina pegou na mão de um dos militares e apontou para um brinquedo. O soldado Alessandro Cardoso relembra que ficou emocionado com o entusiasmo da pequena, apontando em direção a uma das bonecas da loja.

“Ficamos preocupados quando vimos à criança sozinha. Foi quando ela pegou na minha mão e apontou para a boneca. A proprietária da loja nos disse que ela estava lá há um bom tempo, parada, olhando a vitrine. Para encontrar os familiares da criança, colocamos comunicados nas redes sociais, emitimos informações via rádio para outras equipes, até que os familiares apareceram, graças a Deus”, conta o policial militar.

Leia mais:   Secel finaliza licitação e Grande Hotel será revitalizado

Já com os familiares, os policiais descobriram que a criança havia fugido de casa antes mesmo dos pais e da avó acordarem naquela manhã.  No entanto, eles contam que sentiram que a “missão” naquela ocorrência atípica ainda não tinha acabado. 

Foi então que os policiais se mobilizaram e arrecadaram fundos e brinquedo para presentear a menina. O soldado Cardoso conta ainda que a equipe ficou sensibilizada e que arrecadou mais brinquedos do que o previsto.

Os policiais relataram que a alegria da menina ao receber os presentes valeu toda a mobilização da equipe da PM. “Mesmo sem pronunciar uma única palavra, sem nos ouvir, ela demonstrava uma felicidade tão linda e simples. Na hora que chegamos com os brinquedos ela pulava de alegria e empolgação. Algo tão simples fez do dia dela e do nosso, muito especial. Somos policiais e pais de família. Gestos assim enobrecem a nossa rotina de servir e proteger a sociedade”, concluiu.  

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana