conecte-se conosco


Estadual

Professor que tentou ‘tirar demônio’ de aluna em convulsão é exonerado

Publicado

Assessoria

Sete anos depois de uma confusão, que terminou com uma estudante internada, o professor A.R.M., da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em Alta Floresta (803 km ao Norte de Cuiabá) foi exonerado de sua função. Em uma aula no curso de Ciências Biológicas, o professor teria praticado bullyng contra uma aluna que teve convulsões. Ao tentar ajudar, ele afirmou que ela estava “com demônio no corpo” e que “tinha que tirar isso” dela, o que acabou machucando ainda mais a jovem.

A demissão foi publicada no Diário Oficial do Estado de 22 de maio. Inicialmente ele foi afastado de suas funções para que fosse realizado um processo administrativo disciplinar (PAD). A exoneração será contada a partir de 1º de junho de 2013.

Na época do ocorrido, testemunhas contaram que durante a aula o professor começou a debochar da aluna, então com 17 anos, sobre sua forma de se vestir e se comportar. A adolescente começou a passar mal e teve uma crise convulsiva, sendo segurada pelo docente, que alegava que “ela estava com Satanás no corpo”.

Leia mais:   Virginia Mendes promove encontro com primeiras-damas do interior

Outro jovem também passou mal na mesma aula e ficou por alguns dias em estado de confusão mental, com dificuldades de se lembrar do ocorrido e fala desconexa.

Foram as famílias dos dois estudantes que denunciaram a ação do professor, não só pelo bullyng, mas também pelo comportamento em relação à aluna em crise convulsiva, que foi presenciada por várias testemunhas.

Comentários Facebook

Destaque

Unemat abre processo seletivo para contratação de 102 professores em diferentes câmpus

Publicado

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) abre processo seletivo para a contratação temporária e cadastro de reserva de 102 professores do Ensino Superior, para atuação nos câmpus de Alta Floresta, Barra do Bugres, Cáceres, Nova Mutum, Nova Xavantina e Sinop.

Os docentes contratados cumprirão jornada de trabalho de 20 horas semanais. A remuneração varia de acordo com sua titulação do docente, chegando a R$ 6.218,89 para profissionais com doutorado, R$ 5.029,17 para mestres e R$ 2.703,88 para graduados.

O período de inscrição e os requisitos variam conforme o seletivo. Os editais completos podem ser acessados clicando aqui.

Em Alta Floresta são 22 vagas e cadastro de reserva para áreas vinculadas à Faculdade de Ciências Biológicas e Agrárias. O período de inscrição deste edital é de 18 a 28 de novembro.

Barra do Bugres: há uma vaga de cadastro de reserva para Metodologia Científica, da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas. As inscrições podem ser efetuadas de 18 a 27 de novembro.

Cáceres: são quatro vagas para cadastro de reserva para a área do Direito. O período de inscrição vai de 22 de novembro a 02 de dezembro.

Leia mais:   Escola de VG aposta em feira cultural com a temática voltada para a Amazônia

Nova Mutum: há sete vagas de cadastro de reserva para as áreas de Matemática, Informática, Ciências Contábeis, Filosofia, Extensão Rural, Fitotecnia e Engenharia Agrícola, da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Agrárias. Inscrições de 18 a 28 de novembro.

Nova Xavantina: abertura de vagas temporárias e cadastro de reserva para 27 áreas vinculadas à Faculdade de Ciências Agrárias, Biológicas e Sociais Aplicadas. O período de inscrições encerra-se em 26 de novembro.

Já em Sinop estão abertos três editais. O Edital n. 041/2019, da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas, oferta vaga para a área de Contabilidade Privada e cadastro de reserva para mais três áreas. Período de inscrição: 21 a 29 de novembro.

Sinop: a Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas oferta vagas e cadastro de reserva para 22 áreas. Inscrição para este edital de 22 de novembro a 2 de dezembro. Já a Faculdade de Educação e Linguagem abre cadastro de reserva para 16 áreas. As inscrições: de 22 de novembro a 02 de dezembro.

Em todos os editais inscrições devem ser feitas pela internet, no endereço: http://seletivos.unemat.br/.

Leia mais:   Virginia Mendes promove encontro com primeiras-damas do interior

Danielle Tavares | Assessoria/Unemat

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Seminário abordará “Violência e Segurança Pública na Fronteira”

Publicado

Evento conta com apoio da Ouvidoria Geral de Polícia e terá participação do comandante do Comando Regional de Cáceres, coronel PM José Nildo de Oliveira, que comandou o Gefron até o outubro deste ano

Com foco na segurança pública da região de fronteira de Mato Grosso, o Núcleo Interinstitucional de Estudos da Violência e Cidadania (NIEVCi) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) realizará o Seminário “Segurança Pública e Violência”. O evento ocorrerá nos dias 10 e 11 de dezembro, nos Institutos de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) e de Geografia, História e Documentação (IGHD).

A 10ª edição terá como tema principal “Violência e Segurança Pública na Fronteira Oeste do Mato Grosso – Brasil: tensões, conflitos e integração regional”. O evento conta com o apoio dos Programas de pós-graduação em Sociologia (PPGS), em Política Social (PPGPS) e Antropologia Social (PPGAS) e da Ouvidoria Geral de Polícia de Mato Grosso, vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

A programação inclui minicursos e apresentação de trabalhos, cujas inscrições podem ser feitas até o dia 08 de dezembro. No dia 10, logo após a abertura, às 20h, será realizada mesa-redonda com o tema “Segurança pública na fronteira e integração regional”, que contará com a participação do comandante do Comando Regional de Cáceres, coronel PM José Nildo de Oliveira, que comandou o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), até o outubro deste ano.

Leia mais:   Escola de VG aposta em feira cultural com a temática voltada para a Amazônia

“O Seminário tem como objetivo refletir sobre a questão da violência na fronteira do estado de Mato Grosso e temas transversais, como a questão da soberania de território, o espaço-território, a circulação de pessoas e mercadorias, os mercados (i) legais e como as cidades da faixa de fronteira sofrem os reflexos dessa problemática”, explica o coordenador do NIEVCi, professor Francisco Xavier Freire Rodrigues.

Serão abordados ainda os temas “Violência e conflitualidades”; “Fronteiras, tensões, conflitos e integrações”; “Criminologia e diretos humanos”; “Violência, gênero e emoções”, entre outros.

A programação completa pode ser conferida aqui. Mais informações para inscrição nas atividades e submissão de trabalhos podem ser obtidas na página do evento.

Dúvidas podem ser sanadas pelo e-mail nievici16@gmail.com. (Com informações da assessoria da UFMT)

Nara Assis | Sesp-MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana