conecte-se conosco


Mato Grosso

Produtor utiliza fungo para controlar praga da bananeira

Publicado

Para controlar a broca da bananeira ou moleque da bananeira, considerada a principal praga que ataca os bananais, o produtor rural Magdo Cristian Soares, do Assentamento Rio Santana, localizado no município de Nortelândia (253 km a Médio-Norte de Cuiabá), utilizou a técnica de controle biológico com o fungo Beauveria bassiana. Com o plantio de meio hectare com as variedades de banana maçã e da terra, a infestação já estava causando a diminuição do tamanho dos cachos, amarelecimento das folhas e tombamento das plantas.

O fungo Beauveria bassiana é um inseticida microbiológico indicado para controle de insetos e pragas em diversas culturas. O técnico agropecuário da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Rafael Simões, explica que o fungo proporciona efeito de supressão da população de diversos grupos de insetos, contribui para o manejo de resistência e para a redução no uso dos defensivos químicos. O produto é ideal para o manejo integrado de pragas, promovendo uma agricultura mais sustentável, preservando os inimigos naturais e o equilíbrio do ecossistema.

Para controlar a infestação da praga no bananal foram utilizadas dois tipos de armadilhas, as iscas tipo “queijo” e “telha”. O técnico explica que antes de realizar o controle no bananal foi feito uma amostragem da praga para conhecer a população e saber o risco de a mesma aumentar. As amostragens periódicas são necessárias para saber se há a necessidade de controlar a praga e quando ela atinge níveis ideais para controle.

Leia mais:   Seduc repassa às escolas terceira parcela da alimentação escolar

De acordo com Rafael, as iscas tipo “telha” foram feitas com pedaços do pseudocaule da bananeira com aproximadamente 50 centímetros, já as iscas tipo “queijo” com pedaços do pseudocaule com altura entre cinco e dez centímetros, cortada transversalmente. Na propriedade foram utilizadas dez iscas, na área de meio hectare. “As iscas foram colocadas dentro e fora do bananal, e também próximas às touceiras”, enfatiza.

Fungo indicado para o controle dos insetos no bananal

Para apresentar a técnica ao produtor, foi realizada uma Demonstração de Métodos (DM), sendo que ele não queria utilizar produtos químicos e o uso de fungos para o controle biológico das pragas foi um alternativa para reduzir os impactos ambientais. “Foi realizada a primeira aplicação e o produtor recebeu uma demonstração de como utilizar o fungo. Poderá ser feita outra aplicação conforme a infestação, nos próximos três a seis meses”, explica.

Na área de meio hectare foi realizada a primeira colheita que produziu 2,5 toneladas de banana, uma média de cinco quilos por cacho, abaixo do esperado devido à incidência da broca da bananeira. Mesmo assim, o produtor teve um lucro de R$ 6.250,00 e conseguiu vender toda produção por R$ 2,50 o quilo da banana.  A previsão era colher aproximadamente quatro toneladas de banana.

Leia mais:   MTI e Detran restabelecem conexão com o Sistema Nacional de Gravames

O Assentamento Rio Santana é formado por 50 famílias que possuem em média 1,5 hectares de terra e produzem para subsistência. O produtor Magdo possui também um plantio de mandioca e já colheu 6,5 toneladas, com previsão de oito toneladas ao final da colheita. Vendendo no comércio da cidade o quilo ao preço de aproximadamente R$ 0,75 pode faturar com a cultura da mandioca R$ 6.000,00 por colheita.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Eleitos novos membros do Colégio de Procuradores

Publicado

Os quatro novos conselheiros titulares e os dois suplentes do Colégio de Procuradores da Procuradoria Geral do Estado (PGE) foram eleitos nesta quinta-feira (23). Eles vão exercer mandado de dois anos e, terão a missão de atuar em atribuições e deliberações da gestão da Procuradoria.

Vão compor o quadro os procuradores Carlos Antonio Perlin (51 votos), Diego de Maman Dorigatti (50 votos), Leonardo Vieira de Souza (50 votos), Paulino Garcia Pereira Cardoso (24 votos).  Como suplentes ficaram Romes Júlio Tomaz (24 votos) e Glaucia Anne Kelly Rodrigues do Amaral (19 votos). O desempate entre os procuradores Diego e Leonardo foi por tempo de trabalho na instituição. A solenidade de posse será no dia 30 de maio.

“Tivemos um número expressivo de votos e a missão deles agora é estar presente nas reuniões para deliberar processos e emitir pareceres atinentes não só a carreira, mas a interesses do próprio Estado”, salientou o subprocurador-geral Fiscal e presidente da Comissão Eleitoral, Jenz Prochnow Junior.

 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:   MTI e Detran restabelecem conexão com o Sistema Nacional de Gravames
Continue lendo

Mato Grosso

Sema realiza Semana do Meio Ambiente na região Sul de Mato Grosso

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) reúne, na região Sul de Mato Grosso, diversos atores da área ambiental para debater a importância da Gestão Compartilhada no setor. A Semana do Meio Ambiente na região ocorrerá no período de 01 a 05 de junho e a população poderá participar de palestras, oficinas e plantio de mudas.

Para o diretor da Unidade Desconcentrada da Sema em Rondonópolis, José Olavo Pio, a gestão ambiental compartilhada vem ao encontro das necessidades de um desenvolvimento com um olhar voltado para o que é sustentável. “Convidamos a população e demais órgãos para trabalharmos em prol de um meio melhor para se viver, mais sustentável e também mais progressista”, completa.

A programação se inicia em 01 de junho com plantio de mudas de ipês em áreas verdes de Rondonópolis (219 km ao Sul de Cuiabá). Na segunda (03), será realizado o plantio de mudas na Faculdade Eduvale, em Jaciara, seguida de palestra sobre “Os novos caminhos do direito ambiental e a importância da discussão sobre os rumos da biotecnologia” ministrada pelo advogado e analista de Meio Ambiente Leonardo Peixoto. A noite se encerra com bate papo para discussão das temáticas com a comunidade acadêmica.

Leia mais:   Homem acusado de homicídio é preso com armas e arsenal de munições

Na terça-feira (04), a equipe da DUD Rondonópolis estará na Escola Estadual Major Otávio Pitaluga para palestra sobre os Biomas de Mato Grosso que será ministrada pelo engenheiro civil José Olavo Pio. Já a professora Marisa Cristina Lários fará duas intervenções ao longo do dia com o tema: “Gestão Ambiental Compartilhada, como eu posso ajudar?’’

O campus Universidade Federal de Rondonópolis recebe o evento no dia 05, data em que se celebra o Meio Ambiente mundialmente, no período vespertino. Os estudantes poderão ouvir a palestra do presidente da MUTUA- MT, Adjane Prado, sobre a caixa de assistência do engenheiro. Em seguida, a presidente da Associação Mato-grossense de Engenheiros Ambientais (AEM), Kamila Barros, conversa com a plateia sobre “Gestão Compartilhada Integrada”.

Data Mundial

A Semana do Meio Ambiente na região Sul de Mato Grosso é realizada em concomitância com a programação realizada na Capital do Estado. O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 05 de junho, foi criado pelas Nações Unidas em 1972 durante a conferência de Estocolmo. Todos os anos, nesse dia, diversas organizações da sociedade civil lançam manifestos e tomam medidas para relembrar o público geral da necessidade de preservação do meio ambiente. Em Mato Grosso, a Semana do Meio Ambiente foi criada por meio da Lei 7937 de 2003 com a finalidade promover a participação da comunidade na preservação do patrimônio natural do Estado e é realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Leia mais:   MTI e Detran restabelecem conexão com o Sistema Nacional de Gravames

Na região Sul de Mato Grosso, a Semana do Meio Ambiente é realizada em parceria com Sindicato das Indústrias da Construção – Rondonópolis (Sinduscon), Sindicato da Indústria da Alimentação da Região Sul do Estado de Mato Grosso (SIAR SUL MT), Sindicato das Indústrias Metalmecânica e Elétrica do Estado de Mato Grosso (Sindimec-SUL), Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas, Associação Rondonopolitana de Engenharia (AREA), Escola Estadual Major Otávio Pitaluga, Movimento Pró-Unemat, UFR, Ministério Público Estadual – Rondonópolis, Faculdade Eduvale, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA).

As atividades são gratuitas e a programação está disponível no documento abaixo.

 

Serviço

Semana do Meio Ambiente 2019 – Rondonópolis

Data: 01, 03, 04 e 05 de junho

Local: Jaciara e Rondonópolis

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana