conecte-se conosco


Mato Grosso

Primeira-dama de Mato Grosso é empossada madrinha afetiva da Ampara

Publicado

‘Adoção é um ato de amor. Muita mais do que laços sanguíneos, ela vem do coração’.  Com essa afirmação a primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, agradeceu o convite para ser madrinha afetiva da Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara) e garantiu que continuará atuando para fortalecer a causa.

O evento, que ocorreu nesta sexta-feira (22), também serviu para celebrar os 10 anos da Ampara, além de ser um momento em que a atuação de Virginia foi destacada pela presidente da Associação, Lindacir Rocha Bernardo, como exemplo de perseverança e comprometimento. 

“Virginia anos atrás passou, juntamente com Mauro, por toda preparação que a gente chama de pré-natal da adoção, para obter o direito de adotar uma criança. Desde então, tornou-se nossa parceira de primeira hora na difusão das boas práticas adotivas e por essa razão hoje integra a Ampara como madrinha afetiva”, relatou Lindacir.

Na oportunidade, a juíza auxiliar Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva destacou a importância do trabalho que a Ampara, realizada em parceria com a Corregedoria Geral de Justiça. A instituição é responsável pelo preparo das famílias para receber as crianças após o encerramento de cada processo judicial de adoção.

Leia mais:   Escola plena de Barra do Garças trabalha com alunos ações de preservação ambiental

“Esse trabalho humanizado feito pela Ampara nos auxilia de forma muito especial, pois temos a certeza de que as famílias que estão sendo preparadas e terão condições de dar um lar de amor e proteção aos filhos do coração”, destacou a juíza Edleuza.

Conforme a Ampara, existem hoje em Mato Grosso 65 crianças aptas para adoção e mais de 600 famílias ou pessoas interessadas. Já no cenário nacional, são 8 mil crianças prontas para serem adotadas para cerca de 40 mil famílias cadastradas.

“Podemos fazer a diferença no mundo cuidando com mais carinho e cuidado das nossas crianças. Não há distinção, todos os filhos são capazes de nos gerar o amor incondicional, sejam eles biológicos ou frutos do legítimo processo de adoção. Como madrinha afetiva vou atuar de forma intensa na divulgação do serviço prestado pela Ampara e também usar o exemplo da minha família para quebrar alguns tabus que ainda existem”, finalizou Virginia Mendes.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Polícia Civil cumpre mandados contra quadrilha de roubos e furtos de veículos de locadoras

Publicado

A Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá), com o apoio operacional da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagrou nesta quarta-feira (22.01) a Operação Localiza, que investiga uma associação criminosa responsável por subtrair, mediante fraude, veículos de propriedade de locadoras em todo o estado de Mato Grosso.

Na operação, as equipes da GCCO ficaram responsáveis por três ordens judiciais, expedidas pela comarca de Barra do Garças com base nas investigações da DERF do município, sendo cumpridos um mandado de prisão preventiva e dois de buscas e apreensões domiciliares em Cuiabá.

De acordo com o delegado da DERF Barra do Garças, Nélder Martins Pereira, responsável pelas investigações, somente no mês de julho de 2019 os integrantes da quadrilha roubaram uma pick-up Fiat Strada e um Volkswagen Voyage de uma empresa da cidade de Barra do Garças e, em seguida, fugiram para a capital mato-grossense.

Há também fortes indícios de atuação do grupo criminoso nas cidades de Nova Mutum, Jaciara, Sorriso e até também em Aragarças, estado de Goiás.

Leia mais:   Governo do Estado finaliza COT UFMT e entrega complexo para universidade no dia 28

As investigações indicam que a quadrilha, em clara divisão de tarefas, simulava o roubo/furto de um veículo segurado (registrando boletim de ocorrência do sinistro) e acionava a empresa seguradora, solicitando, inclusive, um veículo reserva junto a uma empresa de locação.

“Geralmente, usando documentos pessoais e ‘cheques caução’ falsos, um integrante fazia, sem grandes dificuldades, a retirada/subtração do veículo locado. Dias depois, registravam o boletim de ocorrência de recuperação do veículo segurado e o transferiam a terceiro”, explicou o delegado.

As diligências continuam para localizar e prender outros suspeitos. As investigações prosseguem na DERF de Barra do Garças, sendo os investigados responsabilizados pelos crimes de furto mediante fraude e associação criminosa, sem prejuízo de apuração de outras infrações penais conexas.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Civil prende homem que agrediu ex-companheira com chave de fenda em Várzea Grande

Publicado

Um homem acusado de agredir a namorada com golpes de chave de fenda teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil nesta quarta-feira (22.01), em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande (DEDMCI-VG) com apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres (228 km a Oeste de Cuiabá).

O suspeito conviveu cinco anos com a vítima e já havia a agredido anteriormente, no mês de dezembro de 2019. Assim que saiu da prisão, em janeiro, mesmo ciente das medidas protetivas, rompeu a tornezeleira eletrônica para praticar a nova agressão.

O crime ocorreu no dia 10 de janeiro em uma residência no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande. O suspeito, pelo fato de não aceitar o fim do relacionamento, pulou o muro da casa em que a vítima estava e a agrediu com diversos golpes com chave de fenda, ferindo a vítima na barriga,  costas, nuca, tórax e rosto.

Enquanto a agredia, o suspeito xingava, ameaçava de morte e ao mesmo tempo pedia perdão à vítima. Após o crime, o agressor foi embora, porém, voltou a passar em frente à casa, apontado uma arma de fogo e dizendo que iria matar a vítima.

Leia mais:   Feminicídios correspondem a quase metade dos assassinatos de mulheres em MT

Diante da gravidade da situação e para evitar um futuro feminicídio, a delegada Mariel Antonini Dias representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pela Justiça. A ordem judicial foi cumprida nesta quarta-feira (22), na cidade de Cáceres, com apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher do município.

“Para evitar consequências maiores, como um possível feminicídio, a Delegacia da Mulher de Várzea Grande atuou de maneira grave e eficaz, fazendo que o agressor retornasse à prisão”, disse a delegada.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana