conecte-se conosco


Destaque

Prefeitura decreta situação de emergência sanitária e ambiental em Cáceres

Publicado

Um desastre ambiental, de grande proporção, está na eminência de acontecer em Cáceres. A partir do mês de setembro, cerca de 50 toneladas de resíduos sólidos – domésticos, industriais e hospitalares -, podem voltar a ser enterrados, diariamente, em algum lugar do município. A única vala do aterro em funcionamento tem vida útil prevista até o início do próximo mês e a SEMA ainda não autorizou a execução da nova vala. A gravidade da situação levou o prefeito Francis Maris Cruz, através da Defesa Civil Municipal, decretar Situação de Emergência Sanitária e Ambiental, por 180 dias no município.

O aterro sendo na região do Tarumã, a 10 quilômetros do perímetro urbano do município – onde é mais provável -, além da contaminação do solo, um desastre ambiental de grande proporção pode afetar dezenas de pequenas propriedades rurais nas imediações, podendo atingir o lençol freático comprometendo toda bacia hidrográfica da região da Piraputanga.

A administração municipal responsabiliza a SEMA pelo transtorno. No documento encaminhado ao governo do Estado, com os pareceres de técnicos ambientalistas, justificando a decretação da Situação de Emergência, a prefeitura informa que há dois anos vem tentando viabilizar junto a SEMA a emissão de licença para ampliar a capacidade do aterro e só agora está tomando providências.

O diretor da Autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete da Costa, afirma que a vala inicialmente tinha vida útil de 20 meses. Porém, segundo ele, a autarquia realizou uma pequena ampliação, com autorização da Sema, que possibilitou aumentar para 36 meses o prazo de vida útil. Os três anos, estão vencendo no mês de setembro e o local não tem mais como nem onde descartar os resíduos ambientalmente correto.

Leia mais:   Força Tática apreende 196 tabletes de maconha em bairro de Cuiabá

O diretor explica que, não havendo uma imediata autorização da SEMA para o início das obras da nova vala, a autarquia não terá outra opção a não ser voltar a enterrar os resíduos no subsolo – como era feito anteriormente – ou continuar descartando na atual vala sabendo que sua estrutura de drenagem de chorume pode ficar comprometida, tendo em vista que, segundo ele, não existe, nas imediações, um local adequado para descarregar o lixo.

O artigo 2º do decreto recomenda que “fica em alerta máximo o Serviço de Saneamento Ambiental Águas do Pantanal, o qual deverá priorizar ações emergenciais no município, por meio do Plano de Trabalho para construção imediata de nova vala do aterro sanitário de Cáceres, seguindo critérios técnicos definidos pela ABNT com apoio irrestrito das demais secretarias municipais, quando necessário”.

Em parágrafo único o decreto, diz que “todos os órgãos e entidades do município deverão igualmente manter-se em alerta, priorizando ações e atividades requeridas ou solicitadas para atendimento das finalidades previstas no decreto”. Diz ainda que ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens e serviços necessários à execução do Plano de Trabalho Emergencial.

Leia mais:   Seduc discute impactos da Reforma Tributária na Educação

A reportagem entrou em contato com a direção da SEMA em Cáceres. A orientação foi para que procurasse a secretaria em Cuiabá. Na Coordenadoria de Política e Licenciamento de Resíduos Sólidos, a atendente disse que os técnicos não estariam autorizados para falar sobre o assunto, orientando para falar no setor de comunicação. Lá ninguém atendeu as ligações.

Primeira do Estado e a segunda no país

A prefeitura de Cáceres é a primeira em Mato Grosso e a segunda no país a decretar Estado de Emergência Sanitária e Ambiental, em razão desse tipo de problema. A primeira no país foi Belém a capital do Pará.

Lá o decreto emergencial foi motivado pelo curto prazo de menos de quatro meses que restam para que os municípios de Belém, Ananindeua e Marituba encontrem uma solução definitiva para a situação dos resíduos e pela ausência de outro local licenciado que possa receber o lixo, já que a Justiça decretou o encerramento do funcionamento do aterro sanitário de Marituba.

Com a situação de emergência, o município de Belém espera ganhar mais tempo para encontrar alternativas para o problema que aflige toda a população do município. Entre os itens considerados do decreto, consta a possibilidade de graves e irreversíveis riscos à saúde pública em decorrência de possível paralisação do serviço de destinação final após o prazo estabelecido pela Justiça, bem como a essencialidade do serviço que recomenda sua continuidade.

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Prefeitura realiza o maior encontro das mulheres rurais de Cáceres

Publicado

A Prefeitura de Cáceres através da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico e a Empresa Mato-Grossense De Pesquisa, Assistência E Extensão Rural (Empaer), realizaram neste último sábado, 14, de setembro, o 6º Encontro de Mulheres Rurais do município de Cáceres. O encontro aconteceu no Centro de Eventos Maria Sofhia Leite, na Sicmatur.

Mais de 1.000 mulheres rurais participaram do evento oferecido para homenageá – las com palestras, almoço com boi no rolete, baile, sorteio de brindes e roda de conversas entre mulheres.

O prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, disse que a mulheres rurais buscam realizar os seus sonhos de empreender para que a sua família tenha o conforto necessário e viva da produção local, sem que seus filhos tenham que vir em busca de oportunidades de emprego na cidade e se ausentem da família. “Vocês merecem ser reconhecidas e homenageadas todos os dias. Parabéns mulheres que amam a terra e trabalham na produção de produtos agroextrativistas”.

A vice prefeita Eliene Liberato contou que sente uma alegria muito grande em ver um evento dessa dimensão. “É possível sentir a força que a mulher rural tem. A Gestão vem trabalhando para oferecer ações que empodere essas mulheres que são empreendedora nata, desde pequena assumem multitarefas, realizando inúmeras atividades e calculando cada centavo para não faltar nada para sua família”.

Leia mais:   MT vai receber R$ 23,8 milhões para combater queimadas e desmatamento

O secretário de Agricultura, Junior Trindade, explicou que a Gestão oferece em parceria com a Empaer, Unemat, Ifmt e outros órgão oportunidades para que as mulheres rurais ganhem dinheiro, com o que o elas sabem fazer desde pequenas, o biscoito, polpa de fruta e tantas outras coisas, que podem ser vendidas para a Prefeitura inserir na merenda escolar, exposição e vendas em feiras com no FIPE, na Expocáceres. “Hoje quero agradecer a todos que apoiaram o evento fazendo dele o melhor encontro das mulheres rurais que já aconteceu em Cáceres e parabenizar a todas essas mulheres que transformam as dificuldades do trabalho no em oportunidades. Essa grande festa é a minha maneira de agradecer à todas vocês”, Agradeceu Junior.

A extensionista social da Empaer, Elicinéia Aparecida Fortes, contou que é uma grande alegria reunir todas as mulheres em um dia especial. “Estou muito feliz em ver as nossas mulheres sendo homenageadas”.

A produtora Rural Lucinda Gomes, fez várias sugestões de novos cursos para sua comunidade e disse que nunca imaginou um evento dessa grandiosidade. “Eu estou amando esse dia em nossa homenagem, obrigada prefeito e todos que ajudaram”.

Leia mais:   Primeiro Mutirão da Negociação online fecha com média de 173 pedidos por dia

Veja link das fotos: http://bit.ly/2mhDDLf

http://bit.ly/2lWvdsM

[http://Prefeitura%20realiza%20o%20maior%20encontro%20das%20mulheres%20rurais%20de%20C%C3%A1ceres/]http://Prefeitura realiza o maior encontro das mulheres rurais de Cáceres

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Hospital Regional recebe nova aparelhagem da Secretaria de Saúde

Publicado

O governo do Estado retoma a reestruturação do Hospital Regional de Cáceres Antônio Fontes – HRCAF. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) entregou à direção da unidade hospitalar 15 Monitores Multiparâmetros – aparelhos utilizados para monitoramento de sinais vitais de pacientes 24 horas e cinco Cardioversores – aparelhagem usada para tratamento de emergência clínica de arritmia em acompanhamento de pacientes graves.

O equipamento absolveu recursos do Ministério da Saúde na ordem de R$ 576 mil. Referência hospitalar em trauma e emergência na região da Grande Cáceres, a nova aparelhagem, de acordo com o diretor administrativo, Onair Nogueira, dará ao Hospital Regional, maior qualidade na assistência ao paciente que necessita de tratamento intensivo, em Cáceres e toda região. A entrega dos novos aparelhos interrompe um longo período de mais de 10 anos de estagnação estrutural da unidade.

Muitos aparelhos existentes ainda são do ano da fundação do hospital em 2001.  E, a maioria, de acordo com o diretor, está obsoleta. O atendimento hospitalar da população é 100% gratuito, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o diretor administrativo, no HRC, são realizados, em média, mensalmente, dois mil atendimentos de trauma e emergência. Cerca de 700 internações, 500 cirurgias e mais de cinco mil atendimentos ambulatoriais.

Leia mais:   Confira as orientações para minimizar os impactos da onda de calor em MT

Além dos 15 monitores multiparâmetros e dos cinco cardioversores, conforme a direção, nos próximos dias, o hospital estará recebendo também 10 novos respiradores – aparelhos utilizados nas insuficiências respiratórias de pacientes.

Inaugurado no ano de 2001, o HRC se caracteriza ao longo de quase duas décadas, como referência na saúde pública, não apenas de Cáceres, mas em toda região Oeste do Estado, composta por 23 municípios mais duas cidades do Território Boliviano, o que representa uma referência hospitalar para quase 400 mil habitantes. Além da excelência em saúde pública, o hospital é um dos maiores geradores de emprego da região. Possui um quadro funcional de mais 600 colaboradores, entra servidores concursados e contratados.

A entidade conta com Ambulatório, Serviço de Atendimento a Diagnóstico e Tratamento (SADT), Neurocirurgia de alta complexidade, Cirurgias Ortopédicas, Geral e de buco-maxilo de média complexidade, Atendimento de Urgência e Emergência, UTIs adulta e pediátrica, Unidade de Coleta e Transfusão de Sangue e Internações. Dispõe de mamografia, equipamento para atuar no diagnóstico precoce de câncer de mama, além de Oncologia Clinica e Cirúrgica.

Leia mais:   Primeiro Mutirão da Negociação online fecha com média de 173 pedidos por dia

Agradecimentos

Diretor técnico do Hospital Regional, Hernandes Coutinho, através do Jornal Expressão, agradece o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, pelos trabalhos realizados em prol da saúde no Estado, assim como, por mais essa conquista dos trabalhadores do SUS pelo SUS.

Diretor administrativo, Onair Nogueira agradece imensamente, a secretária adjunto de Gestão Hospitalares, Deise Bocalon, por ter disponibilizado ao HRCAF os equipamentos que farão a diferença no tratamento dos entes que daqui necessitam.

Diretora do Sindicato dos Servidores Públicos de Saúde do Estado, a servidora Célia Cristina Campos, em nome dos servidores do HRC, com apoio restrito do Sisma agradece o empenho dos gestores por mais essa conquista.

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana