conecte-se conosco


Destaque

Prefeitura abre processo licitatório para construção de usina de energia fotovoltaica

Publicado

A Prefeitura de Cáceres abre processo licitatório de concorrência pública com o menor preço global, para a construção de uma usina minigeradora de energia fotovoltaica de 2.335kWp na sede da Prefeitura de Cáceres e na SICMATUR, que também servirá como cobertura do estacionamento para carros e ônibus.

A abertura dos envelopes com as propostas de preço será no dia 11 de outubro, na sala da licitação da Secretária de Administração.

O coordenador de iluminação pública, engenheiro Bruno Renostro, explicou como funciona o processo de captação e de pagamento de conta de energia. “Nós vamos captar a energia do sol e transformar em energia elétrica, cada metro tem uma capacidade de produção, para conseguirmos a energia necessária a todos os prédios da Prefeitura como (Escolas, Unidades de Saúdes), precisamos de uma área de 6.000 placas, que totalizam 20 mil metros quadrados, a ser transformado em cobertura para estacionamento de carros e ônibus escolares.

A Prefeitura vai repassar para Energisa toda energia captada, a Energisa vai transformar em crédito e abater na conta de energia da Prefeitura”, finalizou o engenheiro eletricista.

Leia mais:   Unemat fará seleção de ingressantes 2020/2 com notas do Enem 2017-2019

A grande preocupação do prefeito é ter uma cidade desenvolvida economicamente, com instalações de empresas para gerar emprego e renda, mas também com a responsabilidade de preservar a nossa maior riqueza que é a natureza. “O maior patrimônio de Cáceres é o meio ambiente. A Prefeitura está dando o exemplo de preservação para Mato Grosso e ao Brasil por ser um órgão inserido na política de sustentabilidade, o sol é uma fonte inesgotável de energia e um investimento financeiro que irá se pagar sozinho ao longo do tempo e o valor da natureza é imensurável. Quero que as nossas próximas gerações também desfrutem dessas maravilhas naturais, como a Morraria, Água Milagrosa, o Rio Paraguai, o nosso Pantanal e Cerrado cheio de frutos e flores”, afirmou Francis Maris.

A pedagoga e funcionária do município, Ivanilde de Melo, fala do orgulho de trabalhar em uma instituição que põe a preservação do nosso meio ambiente em primeiro lugar.  “Os nosso gestores estão de parabéns. Acho essencial que a natureza seja preservada, só acredito no desenvolvimento quando a palavra responsabilidade venha antes nesse processo, estou muito orgulhosa em trabalhar na empresa que compactua com esse princípio de sustentabilidade”, finalizou Ivanilde

Leia mais:   Comissão de Segurança Pública da ALMT se reúne hoje com comandante geral da PM

O prefeito Francis Maris, em seu dia a dia no trabalho, sempre incentiva os colaboradores a terem atitudes sustentáveis, como uso de copo permanente, instalação de um software I doc, que economiza papel, com trâmite de documentos on line, distribuição de sementes frutíferas, entre outras ações. No tocante à economia de energia elétrica não poderia ser diferente.

Assessoria

Comentários Facebook

Destaque

MT é estado que menos testou para Covid; SES rebate números

Publicado

Assessoria

Uma reportagem publicada pelo portal UOL nesta quinta-feira (9) coloca Mato Grosso como o Estado do País, proporcionalmente, que menos testou a população para detectar a presença da Covid-19. Os números, no entanto, foram contestados pela secretaria de Estado de Saúde.

Segundo a publicação, a cada mil mato-grossenses, apenas 3,15 foram testados para o vírus. Os números são relativos até o dia 19 de junho e, conforme o UOL, foram disponibilizados pelo próprio Ministério da Saúde.

A reportagem revela que o índice leva em consideração tanto os exames do tipo RT-PCR (apontado como ideal para o controle da epidemia), quanto os testes rápidos (tidos como ineficazes por médicos e cientistas).

Se levados em consideração apenas os exames RT-PCR, Mato Grosso não chegava a um teste por mil habitantes (0,8).

Outro estado com índices baixos de testagem citados pela publicação é Minas Gerais. Entre os mineiros, a taxa de exames por mil habitantes é de 5,54.

Se considerado apenas o PT-PCR a taxa em Minas cai para 1,3 testes por mil habitantes.

Leia mais:   Esposa de Adriano será pré-candidata a vice-prefeito na chapa de Paulo Donizete

O Estado com maior taxa foi Rondônia, onde 26,97 em cada mil pessoas foram examinadas.

SES rebate dados

À reportagem, a secretaria de Saúde de Mato Grosso rebateu os dados disponibilizados ao UOL pelo Ministério da Saúde.

“O Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) realizou 487% a mais de exames do que o apontado. Foram 13.847 análises de amostra do PCR em Mato Grosso, até a data em questão, conforme pode ser conferido no Boletim do Coronavírus nº 103, do dia 19 de junho. É importante frisar que esse quantitativo não engloba os testes rápidos e as testagens realizadas em âmbito privado”, afirmou a SES.

Por fim, a secretaria informou que adquiriu 520 mil testes rápidos e 20 mil testes RT-PCR para detecção da doença.

Clique AQUI e confirma reportagem na íntegra.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Prefeitura inicia asfalto comunitário em ruas do bairro Jardim Celeste

Publicado

Assessoria

A Prefeitura de Cáceres, por meio da Secretária de Infraestrutura e Logística iniciou esta semana mais um trabalho de drenagem pluvial nas Ruas Mora, Alvarenga e Rui Barbosa, do Bairro Jardim Celeste.

Este trabalho faz parte do Programa de Asfalto Comunitário (PASCOM), uma parceria da Prefeitura e dos moradores, onde a os moradores colaboram com a compra do material e a Prefeitura arca com as despesas de combustível, maquinários, equipe técnica e a mão de obra.

O secretário da pasta, Wesley Lopes, explicou que existe um planejamento para que se chegue à conclusão do asfalto. “É necessário passar por várias etapas, nós já realizamos a drenagem pluvial, posteriormente vamos realizar a terraplanagem e finalmente a pavimentação”, finalizou Wesley.

O prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, contou que foi necessário um planejamento, para realizar o tão sonhado asfalto em Cáceres. “A Gestão Francis e Eliene trabalhou com metas, por isso conseguimos estruturar a Prefeitura e  economizar recursos.  Compramos maquinários, fizemos concurso público para engenheiros e arquitetos, formando assim uma equipe técnica especializada e com a participação dos moradores na compra do material, temos hoje já feito em vários bairros um asfalto com custo bem abaixo do mercado e com qualidade”, afirmou o prefeito.

Leia mais:   Audiência pública remota abre espaço à participação popular

O morador do Bairro Jardim Celeste, Osvaldo da Silva, contou que ele encabeçou o movimento do PASCOM e que se sente muito feliz assim como os outros participantes. “A valorização dos nossos imóveis é muito maior do que o investimento que estamos fazendo, esse é um momento histórico para nossa cidade, esse projeto é muito bom”, disse emocionado e agradecido o seu Osvaldo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana