conecte-se conosco


Destaque

Politec conclui nesta semana perícia que pode esclarecer o que causou acidente que matou quatro pessoas em Cáceres

Publicado

A Polícia Técnica deverá concluir, no decorrer desta semana, o resultado da perícia realizada no Renault/Duster, que colidiu com uma das paredes de um pontilhão na BR-174, entre Cáceres e o distrito do Caramujo, despencou no rio Paraguai, causando a morte dos quatro ocupantes do veículo. Com o resultado da perícia, de acordo com o diretor da Politec, Ataíde Malheiros, será possível saber o que teria provocado à tragédia.

O acidente aconteceu, por volta das 6h30 da última segunda-feira (12/8). O veículo, conforme pessoas próximas da família, estava sendo conduzido por Luiz da Guia. Comandante da guarnição do Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência, sargento Adilson, informou que o impacto do acidente foi tão grande que o Renault/Duster foi arremessado a uma distância de cerca de 12 metros do local, antes de cair no rio.

Pelas circunstâncias, a hipótese até agora, mais provável, é de que veículo trafegava em alta velocidade e o condutor perdeu o controle ao aproximar da ponte. Contudo, são apenas suposições que deverão ser esclarecidas pela perícia. “O levantamento pericial realizado, horas após o acidente, irá esclarecer as circunstâncias e o que ocasionou o acidente se foi falha mecânica ou humana” explica Malheiros.

Leia mais:   Programa do Governo de Mato Grosso vai distribuir 200 mil cobertores

Morreram no local Luiz da Guia Cintra de Alcântara, 58 anos, Wilson André de Alcântara, popularmente conhecido como “Baixinho do Espeto”, 39 anos, e Rosenildo do Espírito Santo Bragantini, 40 anos. Alessandro Luis de Alcântara Coelho,40 anos, foi socorrido e levado às pressas pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Regional. Mas, infelizmente, não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte. Luiz da Guia era tio de Baixinho e Alessandro.

Os corpos de Luiz da Guia, Baixinho do Espeto e Alessandro Luis foram velados na Paróquia Cristo Trabalhador, localizada na Avenida Talhamares, o de Rosenildo do Espirito Santo, foi levado para a localidade de Caramujo onde residem os familiares. Neste domingo, serão celebradas duas missas de 7º Dia pelas mortes. A primeira no período da manhã, às 8h na Paroquia Nossa Senhora de Aparecida e a segunda às 19 na comunidade de São Francisco, Cohab Velha.

Editoria / Sinezio Alcântara

Comentários Facebook

Destaque

MT é estado que menos testou para Covid; SES rebate números

Publicado

Assessoria

Uma reportagem publicada pelo portal UOL nesta quinta-feira (9) coloca Mato Grosso como o Estado do País, proporcionalmente, que menos testou a população para detectar a presença da Covid-19. Os números, no entanto, foram contestados pela secretaria de Estado de Saúde.

Segundo a publicação, a cada mil mato-grossenses, apenas 3,15 foram testados para o vírus. Os números são relativos até o dia 19 de junho e, conforme o UOL, foram disponibilizados pelo próprio Ministério da Saúde.

A reportagem revela que o índice leva em consideração tanto os exames do tipo RT-PCR (apontado como ideal para o controle da epidemia), quanto os testes rápidos (tidos como ineficazes por médicos e cientistas).

Se levados em consideração apenas os exames RT-PCR, Mato Grosso não chegava a um teste por mil habitantes (0,8).

Outro estado com índices baixos de testagem citados pela publicação é Minas Gerais. Entre os mineiros, a taxa de exames por mil habitantes é de 5,54.

Se considerado apenas o PT-PCR a taxa em Minas cai para 1,3 testes por mil habitantes.

Leia mais:   Mato Grosso teve 149 mil pessoas afastadas do trabalho por conta da pandemia

O Estado com maior taxa foi Rondônia, onde 26,97 em cada mil pessoas foram examinadas.

SES rebate dados

À reportagem, a secretaria de Saúde de Mato Grosso rebateu os dados disponibilizados ao UOL pelo Ministério da Saúde.

“O Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) realizou 487% a mais de exames do que o apontado. Foram 13.847 análises de amostra do PCR em Mato Grosso, até a data em questão, conforme pode ser conferido no Boletim do Coronavírus nº 103, do dia 19 de junho. É importante frisar que esse quantitativo não engloba os testes rápidos e as testagens realizadas em âmbito privado”, afirmou a SES.

Por fim, a secretaria informou que adquiriu 520 mil testes rápidos e 20 mil testes RT-PCR para detecção da doença.

Clique AQUI e confirma reportagem na íntegra.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Prefeitura inicia asfalto comunitário em ruas do bairro Jardim Celeste

Publicado

Assessoria

A Prefeitura de Cáceres, por meio da Secretária de Infraestrutura e Logística iniciou esta semana mais um trabalho de drenagem pluvial nas Ruas Mora, Alvarenga e Rui Barbosa, do Bairro Jardim Celeste.

Este trabalho faz parte do Programa de Asfalto Comunitário (PASCOM), uma parceria da Prefeitura e dos moradores, onde a os moradores colaboram com a compra do material e a Prefeitura arca com as despesas de combustível, maquinários, equipe técnica e a mão de obra.

O secretário da pasta, Wesley Lopes, explicou que existe um planejamento para que se chegue à conclusão do asfalto. “É necessário passar por várias etapas, nós já realizamos a drenagem pluvial, posteriormente vamos realizar a terraplanagem e finalmente a pavimentação”, finalizou Wesley.

O prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, contou que foi necessário um planejamento, para realizar o tão sonhado asfalto em Cáceres. “A Gestão Francis e Eliene trabalhou com metas, por isso conseguimos estruturar a Prefeitura e  economizar recursos.  Compramos maquinários, fizemos concurso público para engenheiros e arquitetos, formando assim uma equipe técnica especializada e com a participação dos moradores na compra do material, temos hoje já feito em vários bairros um asfalto com custo bem abaixo do mercado e com qualidade”, afirmou o prefeito.

Leia mais:   Programa do Governo de Mato Grosso vai distribuir 200 mil cobertores

O morador do Bairro Jardim Celeste, Osvaldo da Silva, contou que ele encabeçou o movimento do PASCOM e que se sente muito feliz assim como os outros participantes. “A valorização dos nossos imóveis é muito maior do que o investimento que estamos fazendo, esse é um momento histórico para nossa cidade, esse projeto é muito bom”, disse emocionado e agradecido o seu Osvaldo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana