conecte-se conosco


Policial

Policiais civis garantem pódio no 1º Campeonato de Parajiu-jitsu em Barra do Garças

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Os investigadores de polícia, Amarildo Fernandes e Adão Lopes, participaram do primeiro evento de Parajiu-jitsu, na modalidade Nogi (sem Kimono), realizado na entre os dias 18 e 19 de janeiro, em Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá).

O evento, promovido pela Federação Brasileira de Jiu-jitsu Paradesportivo, é considerado um marco histórico da arte suave e aconteceu no tatame da Gracie Barra Prêmio, sob a responsabilidade de líderes da inclusão social do mundo.

Os dois investigadores participantes da competição subiram ao pódio, obtendo excelente resultado para a equipe AB Brazilian Jiu-jitsu e representando a Polícia Civil de Barra do Garças. O investigador, Amarildo Fernandes, foi o campeão da categoria B, Nogi (sem kimono) e segundo lugar categoria absoluto também na categoria Nogi. 2º lugar categoria B, parajiu-jitsu e o 3º lugar categoria absoluto.

Já o investigador, Adão Lopes, conquistou o segundo lugar na categoria máster 1, azul, até 90 quilos, Pelo grande desempenho, a equipe AB Brazilian Jiu-jitsu também levou o 3º lugar entre equipes.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão preventiva de homem investigado por feminicídio em Tabaporã

Para Amarildo, que aos dois anos de idade, se tornou portador de visão monocular, através do esporte é possível perceber a capacidade de ir além, independente de qualquer adversidade, pois a vontade de vender e superar faz que atleta seja referência de resiliência e superação.

“Apesar das dificuldades, nunca perdei a esperança que algo maravilhoso aconteceria em minha vida. É o grande dia de fazer história no mundo do parajiu-jitsu, me sinto honrado em ser o primeiro paratleta a lutar um evento desse nível, juntamente a outros grandes guerreiros, cada um com sua história de superação”, disse o investigador.

Os investigadores idealizam um projeto futuro pra atender menores sem condições financeiras, incentivando a prática de esportes, através das artes marciais.

Um atleta na categoria B – (blind) se espelha em samurai ….“Para nós, um pequeno incômodo nos olhos, um simples cisco, é capaz de gerar grandes frustrações. Para eles, ser completamente incapaz de enxergar os torna capaz de ser letal perante seus oponentes”, completou o policial.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão de homem que jogou veículo e atirou contra casa de ex-companheira

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de condenado por homicídio com passagens por vários crimes

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Em mais uma ação da Polícia Civil, realizada pela equipe da Gerência Estadual de Polinter (Gepol), um homem com ordem de prisão definitiva decretada pela Justiça foi preso, na tarde de sexta-feira (03.07), em Cuiabá. O suspeito, de 42 anos, é condenado por crime de homicídio e além de responder a processos por diferentes crimes.

O mandado de prisão definitiva foi expedido pelo Poder Judiciário no último dia 04 de junho, em grau de recurso de apelação nos autos do processo pela prática de homicídio qualificado, em que o suspeito foi condenado a mais de sete anos de prisão.

Além da condenação pelo crime, o suspeito também responde a diversos processos por roubo qualificado na forma tentada, receptação qualificada, furto qualificado (tentado e consumado), e porte ilegal de arma de fogo.

Em 2014, ele foi preso pela Polícia Militar no bairro Jardim Vitória, região norte da capital, durante uma abordagem de rotina, sendo constatado na época um mandado de prisão em aberto em seu desfavor.

Leia mais:   Preso na região norte homem investigado por estupro contra enteada

A ordem de prisão contra o condenado foi cumprido pelos policiais da Polinter na sexta-feira (03), quando ele chegava a sua residência no bairro CPA, região da Grande Morada da Serra em Cuiabá. Ao ser abordado, o suspeito não resistiu a prisão e foi Conduzido a delegacia de para as providências cabíveis.  

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de autor de homicídio ocorrido há um ano em São Antônio do Fontoura

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem apontado como autor de homicídio ocorrido há mais de um ano no distrito de Santo Antônio do Fontoura teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na sexta-feira (03.07), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá).

O suspeito teve a ordem de prisão decretada pela 3ª Vara da Comarca de Porto Alegre do Norte por homicídio qualificado. As investigações conduzidas pela Delegacia de São José do Xingu iniciaram no dia 16 de junho de 2019, logo após o registro da ocorrência.

Segundo as informações, o crime ocorrido no distrito de Santo Antônio do Fontoura foi motivado por uma dívida de R$ 170. Na ocasião, o suspeito efetuou um disparo de arma de fogo contra a cabeça da vítima por não ter recebido o valor e em seguida foragiu do local.

Diante das evidências, foi instaurado inquérito policial em que o suspeito foi identificado e teve o mandado de prisão preventiva representado pelo delegado, Allan Vitor, em razão de sua alta periculosidade.

Leia mais:   Repressão ao tráfico interestadual passa por inteligência policial e planejamento

A prisão foi decretada pela Justiça e o suspeito estava foragido há mais de um ano. A ordem de prisão foi cumprida, na sexta-feira (03), durante diligências para apura crimes patrimoniais realizadas pela equipe da Derf de Confresa na zona rural de Vila Rica.

Após a prisão, o suspeito foi encaminhado à delegacia para as providências de praxe e em seguida conduzido a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte.

Depois disso, o acusado foi apresentado ao Delegado Plantonista, o qual, após os procedimentos legais, comunicou o cumprimento do mandado e encaminhou o preso à Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte/MT.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana