conecte-se conosco


Policial

Policiais civis da Derf Cuiabá e Delegacia da Mulher de VG recebem Moção de Aplausos da ALMT

Publicado

 Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil foi homenageada em uma sessão especial requerida pelo deputado estadual Max Russi, na segunda-feira (17.06), no Plenário das Deliberações, na Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

Na referida sessão, Policiais Civis da Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá e da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso (DEDMCI) de Várzea Grande receberam Moções de Aplausos.

O titular da Derf, Fabiano Pitoscia, ressaltou que a Moção de Aplausos vem reconhecer os resultados dos trabalhos realizados com ética, probidade, integridade e excelência em que enaltecemos a instituição.

“Nos dispusemos a trabalhar em favor das vítimas de crimes patrimoniais, propensos ao enfrentamento à criminalidade, num ministério a aplicarmos as leis àqueles que não a cumprirem, renunciando muitas vezes à família, amigos e aos prazeres da vida”.

O delegado acrescentou ainda que ao darmos o melhor de si, cada policial amadurece com a expertise dos trabalhos investigativos e de inteligência, fazendo assim diferença dentro da Polícia Civil do Mato Grosso e junto à sociedade

Leia mais:   Polícia Civil e parceiros promovem ação de cidadania em Cuiabá

De acordo com o titular da Delegacia da Mulher de Várzea Grande, Claudio Alvares Santana, o deputado escolheu duas delegacias com destaque na região metropolitana, sendo que a Delegacia da Mulher foi escolhida pela produtividade de inquéritos instaurados e concluídos e prisões efetuadas neste ano.  

“Estamos com a maior produtividade desde quando a delegacia foi inaugurada em 2008. Todos os servidores da unidade receberam Moção de Aplausos pelos serviços prestados”, disse.

Para o primeiro secretário da Casa de Leis e autor do requerimento, deputado Max Russi, a homenagem a PJC tem como objetivo principal a valorização do trabalho dos policiais civis, para que se sintam mais motivados.

“O trabalho de combate a violência contra a mulher é uma área que estamos homenageando hoje, entre outras ações importantes que a Polícia Civil tem feito no estado de Mato Grosso”.

O deputado ainda destacou que o Estado precisa investir cada vez mais em tecnologia e dar suporte para que os profissionais da segurança pública possam trabalhar contra a criminalidade.

“Os policiais além de estarem preparados, precisam ter equipamentos que ofereçam condições de fazerem esse enfrentamento. Essa homenagem é uma forma de estimulá-los a trabalhar ainda mais e prestar um serviço ainda melhor a nossa sociedade”, finalizou.   

Leia mais:   Polícia Civil autua reeducando do CRC por tráfico de drogas

     

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende integrantes de quadrilha envolvida em roubos de caminhonetes na fronteira

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Quatro integrantes de uma quadrilha envolvida em roubos de caminhonetes na região de fronteira foram presos, pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (18.10), em ação das Delegacias de Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade (448 e 521 km a Oeste de Cuiabá).

Robson Costa de Araujo Vieira, 27, Jacinto Neto Barbosa dos Santos, 38, Anderson Mateus Pedroso Camargo, 26 e Daniel Gomes de Toledo, 24, foram flagrados em um ponto de venda de entorpecentes em Vila Bela e confessaram a participação no roubo de um veículo na cidade de Conquista D’Oeste.

As investigações iniciaram quando os policiais da Delegacia de Pontes e Lacerda entraram em contado com a equipe da Polícia Civil de Vila Bela comunicando o roubo de uma caminhonete Chevrolet S10, ocorrido na quarta-feira (16), em Conquista D’Oeste, em que os suspeitos estariam deslocando com o veículo com destino a Bolívia.

Durante as diligências para interceptar o veículo, os policiais receberam informações de que a caminhonete foi encomendada por um traficante da Vila Bela, para ser trocado por drogas no país vizinho.

Leia mais:   Polícia Civil promove mudanças em diretoria e regional do interior

Com base na informação, os policiais passaram a monitorar pontos conhecidos por atuarem como bocas de fumo na cidade, onde foram verificadas fundadas suspeitas na casa de dois traficantes da cidade.

Após mais de 24 horas de vigilância, os policiais flagraram o momento que três suspeitos com características pessoais semelhantes às passadas pela vítima chegaram a casa. Diante das suspeitas, os policiais civis solicitaram o apoio da equipe da Polícia Militar para entrar na residência, onde surpreenderam os quatro suspeitos.

Durante a abordagem, os investigados tentaram resistir a prisão, porém acabaram detidos pelos policiais. Questionados, os presos confessaram a participação no roubo da caminhonete e disseram que o veículo foi levado para Bolívia ainda no dia 16.

Em buscas na casa, os policiais encontraram documentos pessoais de outros dois integrantes da quadrilha, que seriam os responsáveis pela boca de fumo e também por levar a caminhonete para a Bolívia. Também foi apreendido no endereço, um prato com resquícios de entorpecente, aparelhos celulares de origem duvidosa e dois botijões de gás produto de furto.

Leia mais:   Polícia Civil autua reeducando do CRC por tráfico de drogas

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos a Delegacia de Pontes e Lacerda, onde foi lavrado o flagrante pelos crimes de roubo e associação criminosa.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil destrói 700 quilos de entorpecente apreendidos na região de fronteira

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Aproximadamente 700 quilos de entorpecentes foram incinerados pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta sexta-feira (18.10), em Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). A destruição aconteceu em uma empresa de curtume, no bairro Jardim Industrial, zona rural do município.

A grande quantidade de drogas, sendo a maior parte pasta base e cloridrato de cocaína, é decorrente das ações realizadas pelas forças de Segurança Pública da região de fronteira. O montante refere-se a procedimentos registrados no ano de 2019, e que tiveram as autorizações expedidas pela Justiça Federal e Justiça Estadual.

O total do entorpecente queimado foi apreendido em diversas operações policiais, deflagrada pela Polícia Civil e Polícia Militar, por meio da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), e das Delegacias de Polícia das cidades de Cáceres, Mirassol D’Oeste e São José dos Quatro Marcos.

Durante o evento, a delegada titular da Defron, Cinthia Gomes da Rocha Cupido, destacou a importância do ato de eliminação das substâncias ilícitas apreendidas.

“A integração entre os órgãos que compõem a segurança pública na fronteira, no trabalho diário, possibilitou o aumento no número de apreensões de entorpecentes, tirando de circulação o mal que causa a destruição de inúmeros lares e famílias”, destacou Cinthia Gomes da Rocha Cupido.

Leia mais:   Polícia Civil apreende carga irregular de madeira avaliada em R$ 16 mil

Também participaram da incineração os delegados de polícia, Wilson Souza Santos, Judá Maali Pinheiro Marcondes, o coordenador da Politec de Cáceres, Ataíde de Campos Malheiros Filho, o coordenador do Gefron, CEL PM José Nildo Silva de Oliveira, além de outros convidados.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana