conecte-se conosco


Cáceres e Região

Polícia investiga sumiço de jumenta que participou das encenações da ‘Paixão de Cristo’

Publicado

Animal sumiu na madrugada de domingo (21) e foi encontrado pouco antes das 21h do mesmo dia.

A polícia de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, investiga o sumiço de uma jumenta que participava da encenações da “Paixão de Cristo” realizadas pela Secretaria de Turismo e Cultura (Sematur) do município. O animal esteve nas apresentações de quinta-feira, sexta e sábado, na madrugada de domingo (21), desapareceu.

O caso foi denunciado pelo vigilante da Sematur, onde o animal estava alojado. A cidade toda se comoveu e passou a procurar a jumenta. Ela foi encontrada cerca de 30 minutos antes do início das apresentações.

A polícia, agora, quer saber se o bicho escapou, se foi furtada ou devolvido, enfim, se trata-se de um crime ou um equívoco.

O caso

Na manhã de domingo, o vigilante que tomava conta do local onde a jumenta estaria amarrada, foi até o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) e denunciou que o animal havia desaparecido.

Além da polícia, toda a cidade se organizou para procurar o animal, que foi encontrado pouco antes da encenação que começou às 21h.

Por Ianara Garcia, TV Centro América

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Homens são presos em MT com 215 kg de droga trazida da Bolívia

Publicado

Por G1 MT

Policiais do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) prenderam dois homens, de 24 e 29 anos, e apreenderam quase 215 quilos de drogas na região de Nova Fortuna, em Vila Bela da Santíssima Trindade, a 562 km de Cuiabá, nessa sexta-feira.

Conforme peritos que estiveram no local, foram 181 quilos de pasta base de cocaína e 33 quilos de cloridrato de cocaína.

Segundo boletim de ocorrência, os policiais realizavam patrulhamento na região quando viram quatro motocicletas.

Ao tentarem abordar os suspeitos, dois abandonaram as motos e fugiram em uma região de mata.

Os outros dois afirmaram que se tratava de um carregamento de drogas vindo da Bolívia e que receberiam um valor de R$ 300 por cada invólucro de entorpecente.

Foi feita apreensão das motocicletas e dos entorpecentes, contabilizando 178 invólucros de pasta base de cocaína e 32 invólucros de cloridrato de cocaína totalizando 210 peças.

Comentários Facebook
Leia mais:   Homens são presos em MT com 215 kg de droga trazida da Bolívia
Continue lendo

Cáceres e Região

Vereador é preso com armas supostamente usadas em atentado à prefeito

Publicado

Por: G1-MT

O vereador Jovelino Ferreira de Souza (PSD) foi preso na manhã desta quinta-feira (16) após a Polícia Civil encontrar na casa dele duas espingardas, um calibre 22 e outro calibre 28, supostamente utilizadas no disparo efetuado no domingo (12), na porta da casa do prefeito de Lambari D’Oeste, a 322 km de Cuiabá, Edvaldo Alves dos Santos.

O G1 tenta localizar a defesa do vereador e dos demais suspeitos.

Outras três pessoas também foram presas em uma operação deflagrada pela Polícia Civil em conjunto com policiais militares da Força-Tática, Polícia Militar Ambiental, e policiais da Gerência de Operações Especiais (GOE), da Diretoria de Atividades Especiais, de Cuiabá.

O vereador e outras três pessoas detidas em pontos distintos serão autuadas por posse e porte ilegal de arma de fogo. Após serem ouvidos, eles deverão ter fiança arbitrada nos valores de 3 a 5 salários mínimos.

Conforme o delegado Miguel Macário Lopes, o objetivo da operação era apreender a arma usada no disparo efetuado no domingo (12), na porta da casa do prefeito de Lambari D’Oeste, Edvaldo Alves dos Santos. O tiro foi disparado por volta da meia noite, pouco tempo depois do prefeito e a esposa, que estavam em uma festa, chegarem em casa. O tiro quebrou a porta de vidro da entrada da residência.

Leia mais:   Homens são presos em MT com 215 kg de droga trazida da Bolívia

Logo que acionada, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Rio Branco, começou a apuração e cumpriu nesta quinta-feira os mandados de busca e apreensão contra pessoas suspeitas de envolvimento no disparo.

O delegado Miguel Macário Lopes informou que o disparo tem motivação política, mas nenhuma das pessoas detidas confessaram.

As armas de fogo serão encaminhadas para a perícia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana