conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende no Pará pai e filho envolvidos em homicídio em Santa Terezinha

Publicado

Assessoria /Polícia Civil-MT

Pai e filho envolvidos em um crime de homicídio ocorrido em Santa Terezinha (1.312 km a nordeste de Cuiabá) foram presos em um trabalho conjunto de investigação realizado pela Polícia Civil de Mato Grosso e do Pará. Segundo as investigações, o pai atuou como mandante e o filho como executor do crime, sendo os suspeitos autuados pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

As diligências iniciaram na manhã de terça-feira (02.06) após a Delegacia de Santa Terezinha ser acionada para atender uma ocorrência homicídio, na Gleba Carlos Pellissioli, próximo à divisa de Mato Grosso com o Pará. 

Segundo as informações, na noite anterior, segunda-feira (01.06), um homem jovem, magro e alto chegou à residência da vítima em uma motocicleta broz e disse ter ido entregar uma parte do dinheiro que seu pai devia e que depois traria o restante. Quando a vítima se aproximou, foi surpreendida com dois tiros, um na região do tórax e outro na boca.

Após presenciar o ocorrido, a companheira da vítima fugiu pela porta dos fundos e se escondeu na vegetação próxima, enquanto era procurada pelo rapaz. Após andar por horas dentro da mata densa e fechada da região, a mulher chegou a uma casa onde pediu socorro.

Leia mais:   Operação Oásis cumpre mandados em investigação sobre tráfico de drogas no norte de MT

A testemunha relatou que seu marido tinha um dinheiro a receber e cobrou a dívida de uma pessoa que mora em Santana do Araguaia, no Estado do Pará. Com base nas informações colhidas os policiais civis deslocaram-se até a cidade de Santana do Araguaia (PA) com intuito de identificar os autores do homicídio.

Em diligências em Santana do Araguaia a equipe foi até a Delegacia de Polícia da cidade, onde foram recebidos pelo delegado Diego Máximo, que junto de sua equipe contribuiu com as investigações para esclarecer o crime.

Durante o trabalho integrado, foi possível identificar o primeiro envolvido apontado como o mandante do homicídio. Na sequência conseguiram identificar o executor, como o filho do primeiro suspeito. Pai e filho foram localizados, presos e conduzidos para Delegacia de Vila Rica, responsável pelo município de Santa Terezinha, onde foram interrogados pelo delegado Luiz Felipe Nascimento de Leoni.

Segundo levantado, o pai já foi condenado por outro homicídio sob as mesmas circunstâncias. Nesta outra situação, a vítima, ex-mulher do suspeito, com quem tinha quatro filhos foi morta a facadas em razão de ter lhe cobrado uma dívida.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão de empresário por violência doméstica

Diante das evidências, pai e filho foram autuados em flagrante pelo crime de homicídio qualificado, pelo motivo fútil pela utilização de meio que tornou impossível a defesa da vítima. Após a confecção dos autos a Polícia Civil representou pela prisão em flagrante em prisão preventiva dos acusados, deferido pela Justiça.

O delegado de polícia de Vila Rica e Santa Terezinha, Luiz Felipe Nascimento de Leoni, destacou o empenho e dedicação dos profissionais em solucionar o crime. 

“A ação que resultou nas prisões é resultado de um brilhante trabalho realizado pelos policiais civis da Delegacia de Santa Terezinha, mesmo estando em apenas dois investigadores não mediram esforços para capturar os autores deste crime hediondo”, parabenizou o delegado.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de empresário por violência doméstica

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais um homem suspeito de violência doméstica teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (03.07), em ação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).

O suspeito, de 36 anos, é empresário do ramo de comércio de automóveis e teve a ordem de prisão decretada por descumprimento de medida protetiva.

O empresário já era investigado por violência doméstica contra a ex-esposa e continuava a procurar a vítima tendo registros por ameaça, injúria e lesão corporal. Diante dos fatos, a ordem de prisõo contra o suspeito foi expedida em janeiro de 2019.

Nesta sexta-feira (03), os policiais da DEDM de Rondonópolis realizaram diligências, conseguindo dar cumprimento ao mandado de prisão contra o suspeito, que foi localizado na residência dos seus pais, no bairro Jardim Vera Cruz.

Após ter o mandado de prisão cumprido, o suspeito foi encaminhado à Delegacia da Mulher de Rondonópolis para as providências de praxe.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Academia da Polícia Civil divulga edital para seleção de artigos científicos
Continue lendo

Policial

Preso na região norte homem investigado por estupro contra enteada

Publicado

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem foragido da Justiça, acusado de estupro de vulnerável, foi preso pela Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, na tarde desta sexta-feira (03.07), em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte da Capital). O homem estava com mandado  decretado pela Comarca de Sorriso e a prisão ocorreu após troca de informações entre as Delegacias de Polícia das duas cidades.

O suspeito de 29 anos estava com a prisão decretada pela 2ª Vara Criminal de Sorriso, após investigação da Polícia Civil que comprovou o crime de estupro de vulnerável praticado contra sua enteada, de apenas oito anos, ocorrido no mês de março deste ano, no bairro Mário Raite. 

A vítima foi submetida a exame de corpo delito e ficou comprovada a conjunção carnal. Durante depoimento especial, a criança relatou à psicóloga que sofria violência sexual do padrasto desde os cinco anos de idade.

Desde o início da investigação, o homem estava foragido. Os policiais civis o localizaram em uma residência no bairro Parque das Araras, em Lucas do Rio Verde.

Leia mais:   Investigador de polícia é homenageado com Título de Cidadão Colnizense

Ele foi conduzido à Delegacia de Lucas do Rio Verde para as providências cabíveis e posteriormente colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana