conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende dois por envolvimento na morte de ex-detento em VG

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil prendeu dois homens acusados de envolvimento no assassinato de um ex-detento, no dia 11 de maio de 2019, no bairro Jardim Glória 2, em Várzea Grande, em cumprimento de mandados de prisão temporária, decretados no âmbito de inquérito policial conduzido pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

A vítima, Antônio Marcos de Almeida Ferreira, 36 anos, era membro de facção criminosa e estava fora da prisão há 4 meses, com monitoramento  de tornozeleira eletrônica. Ele tinha várias passagens criminais por Cuiabá, Cáceres e Água Boa.

Os suspeitos de atirar na vítima também são dois faccionados que usam tornozeleiras eletrônicas. Trata-se de Anderson Reis Pereira, 33, conhecido por Soldado, e Jonatham José Campos, 32 anos, ambos presos em Várzea Grande, por mandados de prisão temporária (30 dias).

Uma terceira pessoa também é investigada, mas não teve a prisão decretada. Em sua casa foram realizadas buscas e no local encontrados dois revólveres calibre 38, munições, drogas e R$ 5.811,45. A Polícia Civil suspeita que uma das armas pertença à vítima, já que na ocasião de sua morte os policiais encontraram 15 munições de calibre 38 –  duas embaixo do sofá e 13 em uma sacola no armário da cozinha- dentro da residência.  

Leia mais:   PC de MT sede 5º encontro nacional dos coordenadores de operações especiais

À época do crime, a equipe da DHPP, durante a liberação do corpo no hospital Santa Rita de Cássia, em Várzea Grande, foi informada que a vítima estava com dois braços quebrados e havia dado entrada às 12h35, com duas perfurações de disparos de arma de fogo, e morreu por volta das 15h. Os policiais, então, foram até a casa da vítima e lá informados pela esposa, que pessoas invadiram a residência e durante a tentativa de roubo atiraram em seu marido.

Essa história não convenceu muito os policiais, que foram atrás de novas informações que levantaram que a vítima fazia uso de drogas e ficava muito violenta com a esposa e também vinha causando problemas com vizinho. A mulher, que também integra facção, teria reclamado a organização, que ordenou que fosse dado uma surra em Antônio Marcos.

A investigação aponta que durante o “salve” a vítima reagiu com agressividade, devido ao uso de entorpecentes, e por conta disso os executores acabaram por atirar nela. O monitoramento das tornozeleiras dos dois envolvidos também indica que no dia crime eles passaram de motocicleta várias vezes em frente à casa da vítima e depois na casa do terceiro suspeito, pessoa que teria ordenado a “correção” na vítima.   

Leia mais:   Polícia Civil prende ex-marido por planejar roubo contra ex-mulher

As investigações comandadas pela delegada Eliane Moraes prosseguem para confirmar a participação de outros envolvidos. Os presos serão interrogados e encaminhados ao Sistema Prisional para cumprimento do período da prisão temporária, em unidade prisional de Várzea Grande.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de envolvido em morte de detento do CRC

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), cumpriu nesta terça-feira (18.06), o mandado de prisão temporária contra Meykson Campos de Oliveira, 31. O suspeito teve o envolvimento identificado no homicídio que vitimou, Aleson Alex de Souza, no ano de 2013, no Centro de Ressocialização do Estado, onde na época, vítima estava detida.

O crime ocorreu durante a madrugada de 30 de setembro de 2013, na “Ala M”, do presídio. Na ocasião, a vítima foi obrigada a ingerir uma bebida conhecida como “Gatorade”, feita a base de cocaína e medicamentos. Segundo as investigações, o crime foi motivado pelo fato de a vítima ter se envolvido com a mulher de um faccionado, sendo assim decretada a sua morte.

Durante as investigações, foi descoberto que o suspeito é integrante da facção criminosa, assim como o seu envolvimento no crime. Diante das evidências, foi representado pelo mandado de prisão do investigado, cumprido nesta terça-feira (18), pelos policiais da DHPP.

Pela participação no homicídio também foram presos outros faccionados, Isaias Duarte, o “Caverninha”, Adreliano Arruda da Silva, o “Dedé”, Edson Marques Soares, o “Edinho”, “Cazuza”, ou “Careca”, Adriano Carlos da Silva, o “Fusca”, Jonny ou Johny da Costa Melo, conhecido como “Morte”, Leonardo Flávio de Souza, o “Bocão” e Elias Rodrigo Rodrigues Jacinto, conhecido como “Primata”.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra autor de homicídio em Juína

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais civis da Derf Cuiabá e Delegacia da Mulher de VG recebem Moção de Aplausos da ALMT

Publicado

 Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil foi homenageada em uma sessão especial requerida pelo deputado estadual Max Russi, na segunda-feira (17.06), no Plenário das Deliberações, na Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

Na referida sessão, Policiais Civis da Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá e da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso (DEDMCI) de Várzea Grande receberam Moções de Aplausos.

O titular da Derf, Fabiano Pitoscia, ressaltou que a Moção de Aplausos vem reconhecer os resultados dos trabalhos realizados com ética, probidade, integridade e excelência em que enaltecemos a instituição.

“Nos dispusemos a trabalhar em favor das vítimas de crimes patrimoniais, propensos ao enfrentamento à criminalidade, num ministério a aplicarmos as leis àqueles que não a cumprirem, renunciando muitas vezes à família, amigos e aos prazeres da vida”.

O delegado acrescentou ainda que ao darmos o melhor de si, cada policial amadurece com a expertise dos trabalhos investigativos e de inteligência, fazendo assim diferença dentro da Polícia Civil do Mato Grosso e junto à sociedade

Leia mais:   Autor de tentativa de homicídio, lesão corporal e estupro contra a ex-companheira é preso em Rondônia

De acordo com o titular da Delegacia da Mulher de Várzea Grande, Claudio Alvares Santana, o deputado escolheu duas delegacias com destaque na região metropolitana, sendo que a Delegacia da Mulher foi escolhida pela produtividade de inquéritos instaurados e concluídos e prisões efetuadas neste ano.  

“Estamos com a maior produtividade desde quando a delegacia foi inaugurada em 2008. Todos os servidores da unidade receberam Moção de Aplausos pelos serviços prestados”, disse.

Para o primeiro secretário da Casa de Leis e autor do requerimento, deputado Max Russi, a homenagem a PJC tem como objetivo principal a valorização do trabalho dos policiais civis, para que se sintam mais motivados.

“O trabalho de combate a violência contra a mulher é uma área que estamos homenageando hoje, entre outras ações importantes que a Polícia Civil tem feito no estado de Mato Grosso”.

O deputado ainda destacou que o Estado precisa investir cada vez mais em tecnologia e dar suporte para que os profissionais da segurança pública possam trabalhar contra a criminalidade.

“Os policiais além de estarem preparados, precisam ter equipamentos que ofereçam condições de fazerem esse enfrentamento. Essa homenagem é uma forma de estimulá-los a trabalhar ainda mais e prestar um serviço ainda melhor a nossa sociedade”, finalizou.   

Leia mais:   Polícia Civil prende dois por roubo à condomínio na Capital

     

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana