conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende 3 por receptação e apreende carro e relógios em ações distintas

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Três pessoas envolvidas em crimes de receptação foram presas pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, em investigações realizadas durante dois dias. Os trabalhos resultaram na recuperação de um veículo roubado e apreensão de vários relógios furtados.

Em uma das ações, deflagrada na tarde de quarta-feira (24.04), um homem (E.F.S.A. 29 anos) e uma mulher (K.W.R.M. 23 anos) foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação e uso de documento falso, após serem surpreendidos no bairro Miguel Sutil, em Cuiabá.

As diligências iniciaram após denúncia sobre um anúncio no site de compra e venda OLX, ofertando um veículo modelo Gol, com suspeitas de se tratar de produto de crime.

Com base nas informações, os policiais civis simularam interesse no negócio e entraram em contato com a pessoa de E.F.S.A., a qual contou que o automóvel estava com sua ex mulher, que levaria o veículo até um Posto de Combustível situado na Avenida Miguel Sutil.

No local combinado, os investigadores abordaram a jovem K.W.R.M na posse do carro. Durante checagem foi constatado adulteração dos sinais de identificação veicular. Também foi verificado que o documento CRLV apresentado pela suspeita, tratava-se de uma cédula furtada do Ciretran do município de Chapada dos Guimarães.

Leia mais:   Polícia Civil prende suspeito da morte de homens decapitados

Questionada, a jovem alegou que havia recebido o referido veículo de E.F.S.A, e que ganharia uma quantia em dinheiro pela venda. Diante dos fatos, os investigadores foram até a casa do suspeito no bairro Santa Amália, onde E.F.S.A tentou evadir do local correndo.

Após ser detido, ele contou que pegou o Gol de uma terceira pessoa, e que entregou o veículo à comparsa para efetuar a venda. E.F.S.A é condenado por crime de tráfico de drogas, cumpria pena no regime semi aberto, sendo portador de tornozeleira eletrônica.

Diante dos fatos os dois envolvidos foram conduzidos à Derf Cuiabá, interrogados e autuados em flagrante pelos crimes de receptação e uso de documento falso. Após confecção dos autos eles foram apresentados para audiência de custódia.

Relógios furtados

A terceira prisão ocorreu na tarde de segunda-feira (22.04). Um rapaz, A.C.D. de 26 anos foi preso pelos investigadores pelo crime de receptação. O suspeito foi detido em um estabelecimento comercial, no bairro Centro Norte, da capital, em poder de diversos relógios furtados.

A Derf foi acionada para atender uma ocorrência de furto a uma casa comercial na sexta-feira (19.04). As informações eram que parte dos produtos subtraídos estava sendo oferecida para venda, por uma relojoaria.

Leia mais:   Polícia Civil conclui 154 inquéritos de homicídios e prende 92 criminosos

Em averiguação os policiais civis foram até o endereço suspeito, onde em conversa com o responsável do estabelecimento, o mesmo informou que as peças estavam lá para serem avaliadas. Após certo tempo, o jovem A.C.D. foi abordado pelos policiais civis em frente a referida relojoaria segurando algumas peças de relógio e uma ferramente de madeira.

Os objetos foram reconhecidos pela vítima como sendo os produtos furtados. Na casa de A.C.D. foi apreendido diversas outras peças de relógios.

Levado à Derf Cuiabá, o suspeito foi interrogado e autuado em flagrante por receptação. Ele efetuou o pagamento da fiança arbitrada no valor de R$ 3 mil, e responderá pelo crime de receptação qualificada.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil apreende 232 bolsas réplicas de grifes famosas

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil apreendeu 232 produtos (bolsas e carteiras) réplicas de grifes famosas na sétima fase da operação Fictus VII, realizada na manhã desta quarta-feira (17), pela Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) em conjunto com o Procon de Cuiabá e apoio da equipe da Diretoria de Execução Estratégica (DEE).

A mercadoria, sendo  211 bolsas e 21 carteiras, foi apreendidas em duas lojas do Shopping Popular, no bairro Dom Aquino,  na Capital. Em um Box foram 138 cópias de bolsas de marcas Victor Hugo e Louis Vuitton, e no segundo foram 21 carteiras e 73 bolsas, falsificadas da marca brasileira e francesa.

Um dos proprietários informou aos policiais que os produtos são oriundos de São Paulo e que tem conhecimento serem de “segunda linha”, ou seja, falsificados.

O Procon lavrou auto de constatação e infração contra os dois estabelecimentos.

O delegado da Decon, Antônio Carlos Araújo, informou que serão instaurados dois inquéritos policiais e após perícia da Politec ficar constatado que os produtos são falsificados os responsáveis pelos estabelecimentos serão indiciados. 

Leia mais:   Delegacia da Mulher de VG cria ‘alerta’ nos inquéritos e projeto para homens com foco a evitar feminicídios

Os dois proprietários foram conduzidos à Delegacia do Consumidor e poderão ser responsabilizados em crimes relativos a condutas praticadas no comércio de produtos falsificados ou pirateados, que estão tipificadas no artigo 190, inciso 1 da Lei 9.279/96, do Código de Propriedade Industrial, pena detenção de 3 meses a 1 ano; artigo 7, inciso 7, VII, da Lei 8.137/90 da lei contra as Relações de consumo, pena de 2 a 5 anos ou multa; por fraudes no comércio, previsto no artigo 175, inciso I do CPB, e ainda por infrações praticadas dentro do Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90 em seu artigo 67).

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Operação Peça Segura apreende 12 câmbios de carros roubados

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Doze câmbios de veículos foram apreendidos na operação Peça Segura, realizada na manhã desta quarta-feira (17), pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos (Derrfva). Duas autopeças foram vistoriadas e em uma delas apreendidos os produtos.

As fiscalizações foram realizadas em dois endereços diferentes, um estabelecimento localizado na Avenida Fernando Correa da Costa, e outro na Miguel Sutil. Nesse segundo, uma grande variedade de produtos, entre peças, câmbio e outros itens foram encontrados, e durante averiguação, os policiais e peritos confirmaram adulteração em 12 câmbios.

O proprietário da autopeça foi conduzido em flagrante até a Delegacia e será autuado por receptação qualificada.

Já a autopeças da região do Coxipó, apesar de ter mais de mil veículos em seu pátio, nada de irregular foi detectado.

O objetivo da fiscalização, que será feita constantemente,  é a redução dos roubos e furtos de veículos na região metropolitana e também coibir o comércio irregular de peças de automóveis populares e motocicletas, os mais visados nesse segmento.

Leia mais:   Investigador conquista 2º lugar no torneio brasileiro de Jiu Jitsu paradesportivo

O delegado reforçou a necessidade de se combater esse tipo de comércio por fomentar os roubos e furtos de veículos, que são levados para pontos de desmanches e suas peças revendidas para estabelecimentos, como as autopeças de produtos usados.  

“Criamos operações sistemáticas e periódicas para combater várias modalidades criminosas de roubos e furtos de veículos”, afirmou.

Participaram dos trabalhos equipes policiais composta por delegados, investigadores, escrivães e peritos da Politec, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e a Delegacia Fazendária.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana