conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil identifica e prende suspeito de atropelar criança em Sinop

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O autor do atropelamento de uma criança de 4 anos no município de Sinop (499 km ao Norte) foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na segunda-feira (10.06), após diligências ininterruptas dos investigadores do município. O suspeito, E.N.S., 35, conhecido como “Nenê”, responderá pelos crimes de homicídio culposo no trânsito, omissão de socorro e fuga de local de crime.

O crime ocorreu por volta das 19h30, no bairro Vila Vindilha, quando Natã Rafaello de Abreu Dias, 4 anos, foi atropelado por um veículo Volkswagem Gol, de cor preta, que evadiu do local sem prestar socorro a vítima. A criança foi socorrida pelo próprio pai que a levou para unidade de Pronto Atendimento de Sinop, porém não resistiu ao ferimento e veio a óbito.

Assim que foi acionada do atropelamento, a equipe da Polícia Civil iniciou as diligências para identificar e prender o autor do atropelamento. Durante as investigações, os policiais receberam uma denúncia anônima, sobre o suspeito, sendo identificados três endereços relacionados ao investigado. A autoria também ficou comprovada com a identificação do veículo do suspeito, através de imagens de segurança de um mercado da região.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra autor de homicídio em Juína

Diante das informações, os policiais iniciaram o monitoramento dos endereços, localizados em diferentes bairros, conseguindo realizar a prisão do suspeito, na segunda-feira (10), na residência de sua mãe no bairro Maria Carolina. Com o investigado, foi localizado o veículo Volkswagem Gol que ele conduzia no momento do atropelamento.

No levantamento realizado pelos policiais, foi verificado que o suspeito não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e possui impedimento para ser habilitado. Em análise do veículo, foi verificado que as lanternas estavam diferentes, caracterizando possível troca recente, que será analisada em perícia.

O suspeito foi conduzido a Delegacia de Sinop, onde foi interrogado e lavrado o flagrante. A ação contou com apoio da equipe de policiais plantonistas da Delegacia de Sinop, Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) e da Polícia Militar.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de envolvido em morte de detento do CRC

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), cumpriu nesta terça-feira (18.06), o mandado de prisão temporária contra Meykson Campos de Oliveira, 31. O suspeito teve o envolvimento identificado no homicídio que vitimou, Aleson Alex de Souza, no ano de 2013, no Centro de Ressocialização do Estado, onde na época, vítima estava detida.

O crime ocorreu durante a madrugada de 30 de setembro de 2013, na “Ala M”, do presídio. Na ocasião, a vítima foi obrigada a ingerir uma bebida conhecida como “Gatorade”, feita a base de cocaína e medicamentos. Segundo as investigações, o crime foi motivado pelo fato de a vítima ter se envolvido com a mulher de um faccionado, sendo assim decretada a sua morte.

Durante as investigações, foi descoberto que o suspeito é integrante da facção criminosa, assim como o seu envolvimento no crime. Diante das evidências, foi representado pelo mandado de prisão do investigado, cumprido nesta terça-feira (18), pelos policiais da DHPP.

Pela participação no homicídio também foram presos outros faccionados, Isaias Duarte, o “Caverninha”, Adreliano Arruda da Silva, o “Dedé”, Edson Marques Soares, o “Edinho”, “Cazuza”, ou “Careca”, Adriano Carlos da Silva, o “Fusca”, Jonny ou Johny da Costa Melo, conhecido como “Morte”, Leonardo Flávio de Souza, o “Bocão” e Elias Rodrigo Rodrigues Jacinto, conhecido como “Primata”.

Leia mais:   Polícia Civil prende foragido condenado da Justiça

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais civis da Derf Cuiabá e Delegacia da Mulher de VG recebem Moção de Aplausos da ALMT

Publicado

 Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil foi homenageada em uma sessão especial requerida pelo deputado estadual Max Russi, na segunda-feira (17.06), no Plenário das Deliberações, na Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

Na referida sessão, Policiais Civis da Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá e da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso (DEDMCI) de Várzea Grande receberam Moções de Aplausos.

O titular da Derf, Fabiano Pitoscia, ressaltou que a Moção de Aplausos vem reconhecer os resultados dos trabalhos realizados com ética, probidade, integridade e excelência em que enaltecemos a instituição.

“Nos dispusemos a trabalhar em favor das vítimas de crimes patrimoniais, propensos ao enfrentamento à criminalidade, num ministério a aplicarmos as leis àqueles que não a cumprirem, renunciando muitas vezes à família, amigos e aos prazeres da vida”.

O delegado acrescentou ainda que ao darmos o melhor de si, cada policial amadurece com a expertise dos trabalhos investigativos e de inteligência, fazendo assim diferença dentro da Polícia Civil do Mato Grosso e junto à sociedade

Leia mais:   Polícia Civil prende foragido condenado da Justiça

De acordo com o titular da Delegacia da Mulher de Várzea Grande, Claudio Alvares Santana, o deputado escolheu duas delegacias com destaque na região metropolitana, sendo que a Delegacia da Mulher foi escolhida pela produtividade de inquéritos instaurados e concluídos e prisões efetuadas neste ano.  

“Estamos com a maior produtividade desde quando a delegacia foi inaugurada em 2008. Todos os servidores da unidade receberam Moção de Aplausos pelos serviços prestados”, disse.

Para o primeiro secretário da Casa de Leis e autor do requerimento, deputado Max Russi, a homenagem a PJC tem como objetivo principal a valorização do trabalho dos policiais civis, para que se sintam mais motivados.

“O trabalho de combate a violência contra a mulher é uma área que estamos homenageando hoje, entre outras ações importantes que a Polícia Civil tem feito no estado de Mato Grosso”.

O deputado ainda destacou que o Estado precisa investir cada vez mais em tecnologia e dar suporte para que os profissionais da segurança pública possam trabalhar contra a criminalidade.

“Os policiais além de estarem preparados, precisam ter equipamentos que ofereçam condições de fazerem esse enfrentamento. Essa homenagem é uma forma de estimulá-los a trabalhar ainda mais e prestar um serviço ainda melhor a nossa sociedade”, finalizou.   

Leia mais:   Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra autor de homicídio em Juína

     

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana