conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil identifica e prende dupla que atuava em crimes de roubo e extorsão contra homossexuais

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma dupla envolvida em crime de roubo e extorsão cometidos contra vítimas homossexuais foi presa por força de mandado de prisão preventiva, na segunda-feira (22.07), após serem identificados em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. Os suspeitos, Mário Fonseca e César Augusto do Carmo Leal, tiveram as ordens de prisão cumpridas na cidade de Dourados (MS) com apoio da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul.

A dupla foi identificada durante investigações do crime, ocorrido no dia 28 de maio, em Cuiabá. Na ocasião, a vítima através de um site na internet, contratou os serviços de um garoto de programa que se apresentava como “Fit Mineiro”. Na hora e local acertado, o suspeito compareceu e logo que chegou recebeu o valor de R$ 150 pelo serviço, o qual foi acertado no cartão de crédito da vítima.

Antes de iniciar a relação sexual, o suspeito disse que precisava ir ao banheiro, e logo que saiu começou a agredir a vítima a ameaçando gravemente. Durante a ação, o suposto garoto de programa desferiu golpes de canivete na vítima, assim como o estrangulou com o cordão de um roupão.

Leia mais:   Polícia Civil prende integrante de associação criminosa acusado de lesão corporal em Poxoréu

Enquanto torturava a vítima, o suspeito exigia que ele fizesse uma transferência de R$ 30 mil, mas a vítima conseguiu demonstrar que só conseguiria transferir o valor de R$ 3 mil. Em seguida, o suspeito ligou para uma pessoa, com a qual conversava a todo momento pelo viva voz, e solicitou o número da conta para a transferência.

Segundo a vítima, a pessoa do outro lado da linha era certamente um transexual, em razão da voz característica, e que também era namorada ou esposa do suspeito, uma vez que só se tratavam como “meu amor” e “meu bem”. Após a vítima atender a exigência e transferir o valor exigido para a conta determinada, o suspeito fugiu do local.

Assim que foi acionada da situação, a equipe da Derf Cuiabá iniciou as investigações, identificando o beneficiário do depósito como, César Augusto do Carmo Real, o qual é oriundo de Mato Grosso do Sul. Durante os trabalhos, os policiais descobriram que César é transexual e que atende pelo nome social de Melissa, e que possui registros criminais no estado de Mato Grosso do Sul.

Com base nesse levantamento, os policiais da Derf Cuiabá conseguiram identificar o segundo suspeito, Mário Fonseca, que se apresentava como “Fit Mineiro”, responsável pela extorsão da vítima. Assim como seu companheiro, Mário possui diversos registros policiais pelos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e, agora, Mato Grosso.

Leia mais:   Em menos de 24 horas ação integrada prende estuprador tentando fugir para MS

Diante das evidências, o delegado que coordenou as investigações, Eduardo Rizzoto de Carvalho, representou pela prisão preventiva dos suspeitos as quais foram decretadas pela Justiça. Segundo o delegado, a dupla possivelmente, comete crimes em determinada cidade por um tempo e depois se muda para não serem identificados.

“É muito provável que várias vítimas, deste tipo de crime, sequer registrem boletins de ocorrências em razão do constrangimento da situação, uma vez que muitas delas escondem de seus familiares esses relacionamentos, bem como até mesmo a homossexualidade”, destacou o delegado.

Os dois suspeitos tiveram suas prisões preventivas cumpridas em Dourados-MS pela Polícia Civil local, uma vez que foram presos em flagrante pelo cometimento de roubo e extorsão praticado com o mesmo modo de ação, na cidade.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Ação conjunta da Polícia Civil prende homem com dois mandados de prisão

Publicado

Assessoria PJC|MT

Um foragido da Justiça com dois mandados de prisão em abertos, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (16.08), durante ação integrada da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) de Rondonópolis e Delegacia de Polícia de Jaciara.

Natalício Bezerra, de 35 anos, estava com uma ordem de prisão decretada pelo juízo da Comarca de Pedra Preta pelo crime de homicídio, e outro mandado de prisão expedido pela Comarca de Rondonópolis, por porte ilegal de arma de fogo.

Depois de ser detido e ter os dois mandados judiciais cumpridos, o preso foi levado para a ala provisória da Penitenciária Mata Grande, em Rondonópolis, onde permanecerá à disposição da Justiça.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Profissionais de Segurança participam de curso de Identificação e Adulteração Veícular em Mirassol D’Oeste
Continue lendo

Policial

Polícia Civil de MT debate diferentes temas no 54º Encontro de Chefes de Polícia

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso esteve presente no 54º Encontro do Conselho Nacional de Chefe de Polícia Civil (CONCPC), realizado entre os dias 15 e 16 de agosto, no Estado da Bahia, com objetivo de debater diferentes temas de interesse das instituições de todo país.

Entre as pautas abordadas no encontro, estava o fortalecimento e padronização das Polícia Judiciárias, combate a corrupção, instalação do inquérito eletrônico e outras tecnologias e a proteção à criança e ao adolescente.

O evento reuniu todos dos delegados gerais do país e a comissão de Mato Grosso contou com presença do delegado geral Mário Demerval Aravechia de Resende, que também é o vice-presidente do CONCPC região Centro-Oeste, o diretor metropolitano, Douglas Turíbio Schtze, e com o delegado, Daniel Santos Nery, representando a Diretoria de Interior.

Durante os dois dias de evento, foram tratados assuntos relacionados a Polícia Judiciária, através de palestras e troca de opiniões e experiências em que os gestores dos Estados apresentavam boas práticas e ações bem-sucedidas.

Para o delegado geral de Mato Grosso, um dos focos principiais do encontro foi o reforço dos laboratórios de lavagem de dinheiro e a criação da Delegacia Especializada de Combate a Corrupção (Deccor),

Leia mais:   Polícia Civil prende integrante de associação criminosa acusado de lesão corporal em Poxoréu

“A Polícia Civil de Mato Grosso está cumprindo as obrigações impostas, ampliando o efetivo do Laboratório de Lavagem de Dinheiro com mais três policiais e em relação a criação da Deccor, pré-requisito para recebimentos de recursos federais, a minuta já foi aprovada em conselho, visando a criação por decreto da unidade que funcionará no mesmo prédio da Delegacia Fazendária”, disse Mario Resende.

Com o tema “Pacto Nacional pela Implementação da Lei nº 13.431/2017” os participantes debateram ainda a padronização do trabalho das polícias civis em relação ao depoimento especial de crianças e adolescentes, vítimas ou testemunhas de violência.

Na ocasião, foi tratado sobre causas relativas a violência doméstica, e se criou um grupo de trabalho de delegadas do Brasil para se discutir boas práticas no combate a esse tipo de violência, além de um grupo de estudo permanente, visando a proteção da criança e do adolescente. “Houve uma grande discussão e a propositura de diversas informações e providências a serem tomadas”, completou Mario.

Outro ponto de destaque abordado, foi a tecnologia utilizadas pelas instituições tendo como ponto evidenciado a implantação do inquérito eletrônico e outros mecanismos, que permitirão que a Polícia Civil desenvolva seus trabalhos com mais celeridade e conexão com outros órgãos e entidades ligados as suas atividades.

Leia mais:   Em menos de 24 horas ação integrada prende estuprador tentando fugir para MS

“É cada vez mais importante que a Polícia Civil esteja conectada com o mundo e se eletronize, caminhando para o abandono do papel, possibilitando a realização de audiências por vídeo e a certificação digital dos policiais, entre outras diversas ações que alavancarão as ações da instituição nos próximos anos”, destacou o delegado geral.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana