conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil fecha boca de fumo pela quarta vez no ano no bairro Pedregal

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), fechou pela quarta vez este ano, uma boca de fumo instalada no bairro Pedregal em Cuiabá. A ação realizada na terça-feira (19.11) resultou em três pessoas presas em flagrante, além da apreensão de entorpecentes e apetrechos relacionados ao tráfico.

Entre os presos está a idosa, C.L., 62, e os suspeitos, J.G.S.S. 25 e J.L.,45, todos autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Os policiais da DRE iniciaram as diligências após receberem informações da possível mercancia de drogas no endereço no bairro Pedregal, onde já foram realizados flagrantes anteriores. Logo que chegaram ao local, os policiais flagraram a cena de um motociclista  que saiu da casa e entregou  algo para uma jovem com uma criança de colo, levantando a suspeita da mercancia de drogas.

Diante das evidências, os policiais decidiram realizar a abordagem no endereço, ocasião em que os suspeitos tentaram fugir, porém foram detidos. Em buscas na casa, os policiais localizaram uma porção grande maconha e oito porções médias da mesma droga, além de duas balanças de precisão e dinheiro trocado característico da atividade de tráfico.

Leia mais:   Polícia Civil apreende mala com 10 tabletes de maconha dentro de ônibus

Os três suspeitos que localizados na residência, incluindo a idosa, foram conduzidos a DRE, onde após serem interrogados pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

“Durante a ação, ficou claro que a idosa é conivente com a mercancia de drogas em sua residência, associada aos demais suspeitos para o armazenamento das substâncias ilícitas”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Policiais civis garantem pódio no 1º Campeonato de Parajiu-jitsu em Barra do Garças

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Os investigadores de polícia, Amarildo Fernandes e Adão Lopes, participaram do primeiro evento de Parajiu-jitsu, na modalidade Nogi (sem Kimono), realizado na entre os dias 18 e 19 de janeiro, em Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá).

O evento, promovido pela Federação Brasileira de Jiu-jitsu Paradesportivo, é considerado um marco histórico da arte suave e aconteceu no tatame da Gracie Barra Prêmio, sob a responsabilidade de líderes da inclusão social do mundo.

Os dois investigadores participantes da competição subiram ao pódio, obtendo excelente resultado para a equipe AB Brazilian Jiu-jitsu e representando a Polícia Civil de Barra do Garças. O investigador, Amarildo Fernandes, foi o campeão da categoria B, Nogi (sem kimono) e segundo lugar categoria absoluto também na categoria Nogi. 2º lugar categoria B, parajiu-jitsu e o 3º lugar categoria absoluto.

Já o investigador, Adão Lopes, conquistou o segundo lugar na categoria máster 1, azul, até 90 quilos, Pelo grande desempenho, a equipe AB Brazilian Jiu-jitsu também levou o 3º lugar entre equipes.

Leia mais:   Irmãos acusados de integrar facção criminosa são presos por tráfico de drogas em Rondonópolis

Para Amarildo, que aos dois anos de idade, se tornou portador de visão monocular, através do esporte é possível perceber a capacidade de ir além, independente de qualquer adversidade, pois a vontade de vender e superar faz que atleta seja referência de resiliência e superação.

“Apesar das dificuldades, nunca perdei a esperança que algo maravilhoso aconteceria em minha vida. É o grande dia de fazer história no mundo do parajiu-jitsu, me sinto honrado em ser o primeiro paratleta a lutar um evento desse nível, juntamente a outros grandes guerreiros, cada um com sua história de superação”, disse o investigador.

Os investigadores idealizam um projeto futuro pra atender menores sem condições financeiras, incentivando a prática de esportes, através das artes marciais.

Um atleta na categoria B – (blind) se espelha em samurai ….“Para nós, um pequeno incômodo nos olhos, um simples cisco, é capaz de gerar grandes frustrações. Para eles, ser completamente incapaz de enxergar os torna capaz de ser letal perante seus oponentes”, completou o policial.

Leia mais:   Polícia Civil apreende mala com 10 tabletes de maconha dentro de ônibus

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais civis localizam e prendem foragido por crime de homicídio

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Polícia Civil de Mirassol d’Oeste prendeu na última sexta-feira (17.01) um homem foragido da justiça, com mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Tangará da Serra.

O homem de 36 anos é suspeito de homicídio e estava foragido desde 2018.

Após investigações preliminares,  a equipe de investigadores da Delegacia de Mirassol d’Oeste conseguiu localizar o endereço na zona rural do município deste e chegou ao foragido.

Ele foi encaminhado à unidade prisional do município, onde permanecerá à disposição da justiça.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Irmãos acusados de integrar facção criminosa são presos por tráfico de drogas em Rondonópolis
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana