conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil doa 250 pares de tênis para crianças carentes de Paróquia na Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um total de 250 pares de tênis apreendidos foi doado pela Polícia Civil, na tarde desta quarta-feira (12.06), por meio da Delegacia Especializada do Consumidor (Decon). A entrega atende cumprimento ao Alvará de Autorização de Doação de Bens, expedido pelo Juizado Especial Criminal Unificado da Comarca de Cuiabá.

A relevante quantidade de calçados foi destinada a Paróquia Universitária São José Operário, localizada no bairro Dom Aquino, na Capital. Sem fins lucrativos a entidade promove obras de assistência social e atende crianças e jovens carentes, entre 5 a 15 anos.

Nesta tarde, em meio a alegria dos menores, os policiais estiveram efetuaram a entrega dos pares de tênis, a maioria dentro de caixas. Foram: 75 da marca Nike, 40 da marca Mizuno, 40 da marca de Puma, 35 da marca Asics, 30 da marca New Balance e 30 da marca Adidas, totalizando 250 pares de calçados.

Todo material é proveniente de apreensão realizada pela Decon, em setembro de 2017, durante operação policial deflagrada visando o combate a pirataria e produtos falsificados. Na ocasião foram aprendidos em uma loja no bairro CPA 2, a quantidade de 500 pares de tênis de diferentes marcas, considerados ilegais (piratas) por não terem sido importados pelo fabricante ou autorizados a sua venda. Os produtos também estavam sem nota fiscal.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre mandados para apurar homicídio praticado por facção criminosa

O material foi submetido à perícia, ficando constatado se tratar de calçados não originais, e após isso houve a solicitação do delegado Antônio Carlos de Araújo, para que houvesse a destinação do material em benefício de causas sociais, em atendimento a pedidos Comunidades e Igrejas que exercem papel beneficente na sociedade, para doação de materiais apreendidos como roupas e calçados.

“Ao final das investigações e conclusão dos inquéritos policiais a Decon representa ao Poder Judiciário autorização para doação, haja vista a possibilidade das marcas requererem pela destruição do produto, ficando a critério da Justiça. No entanto, muitos Estados já adotam essa conduta no sentido de encaminhar os produtos para Instituições carentes”, explicou.

Produto ‘pirata’

O delegado titular da Decon, Antônio Carlos de Araújo, explica que com a venda ilegal de material clandestino, o comerciante autuado também promove a concorrência desleal vendendo as réplicas a um preço tão inferior quanto a sua qualidade, prejudicando assim os que andam na lei e também sonegando tributos para o Estado.

Crimes

As condutas apresentadas configuram crimes previstos nos artigos 190, inciso i, da lei 9.279/96 do Código de Propriedade Industrial, artigo 7, inciso 7, VII da lei 8.137/90 da Lei Contra as Relações de Consumo; e artigos 175, inciso i do Código Penal Brasileiro. Também estão presentes na ocorrência, infrações praticadas dentro do Código de Defesa do Consumidor Lei 8.078/90, em seu artigo 67. O Procon Municipal realizou autos de constatação e de infração.

Leia mais:   Polícia Civil prende taxista que atuava com tráfico de drogas na Capital

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Destaque

PM lança Operação Final de Ano em todo Estado nesta sexta

Publicado

A Polícia Militar lança nesta sexta-feira (22.11) a Operação Final de Ano de forma simultânea nos 15 Comandos Regionais do Estado. Em Cuiabá, a solenidade será na Praça Alencastro, às 9 horas. A operação vai reforçar em 30% o policiamento preventivo e a repressão à criminalidade até o dia 1º de janeiro de 2020.

Cerca de 1.530 policiais e 200 viaturas, entre carros e motocicletas, estarão nas ruas diariamente, principalmente, em áreas comerciais, como o Centro de Cuiabá e outros locais de concentração de consumidores.

O planejamento estratégico da Operação Final de Ano também prevê o acompanhamento diário dos índices criminais pela Superintendência de Planejamento e Estatísticas(Spoe), com a finalidade de avaliar o policiamento e fazer mudanças ou adequações de acordo com as necessidades apontadas. Prevê ainda, a atuação do Serviço de Inteligência no monitoramento de locais e situações relacionadas a práticas criminosas.

As ações de policiamento específicas de final de ano serão incorporadas à Operação Guardião III, desenvolvida pelo Comando Especializado da PMMT, que reúne os Batalhões Bope, Rotam, Ambiental, Trânsito e Cavalaria.

Novos soldados

Leia mais:   Polícia Civil prende homem que tentou matar amiga de companheira a facadas

Em Cuiabá, Várzea Grande e municípios próximos a população contará ainda com 119 novos soldados, que concluíram o curso de formação pela Escola Superior de Formação de Praça (Esfap).

Serviço

Lançamento da Operação Final de Ano

Data e hora: sexta-feira (22.11), às 9 horas

Local: Praça Alencastro, em Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende suspeito de roubo em posto de combustível

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Policiais civis da Delegacia Municipal de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá) cumpriram nesta quinta-feira (21.11) um mandado de prisão expedido contra Aguimar Simplício Moreira, 35 anos, por roubo qualificado. A prisão foi deferida pela Terceira Vara Criminal da Comarca do município.

Em depoimento ao delegado Marco Bortolotto Remuzzi, o suspeito informou que no dia 6 de novembro se dirigiu a um posto de combustível no Setor Industrial da cidade com a finalidade de cometer um roubo para comprar drogas. Ele admitiu ser usuário de entorpecentes.

Ainda segundo o relato ao delegado, Aguimar disse que estava com um simulacro de arma de fogo e chegou ao local perguntando se tinha cigarro para venda e, em seguida, anunciou o assalto pedindo para os funcionários do posto ficarem de costas. O suspeito foi até o caixa, pegou R$ 950,00 e saiu do local em uma moto para comprar drogas. Ele informou também que estava alcoolizado no dia do roubo.

Aguimar foi preso pela equipe da Delegacia Municipal em uma residência no bairro Módulo 6.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre mais três mandados de prisões contra foragidos da Justiça

Outro roubo 

O suspeito confessou também outro crime cometido no dia 13 de outubro, quando se aproximou de motocicleta em uma residência no bairro Módulo 3 e anunciou o roubo, fazendo ameaças a duas pessoas que estavam na porta da casa, também simulando que estaria com uma arma de fogo. Ele roubou um celular da vítima J.V.B.P., 20 anos.

Em diligências, os policiais civis descobriram que o suspeito havia vendido o celular para uma pessoa que levou o aparelho para manutenção, o que levou à identificação de Aguimar.

O suspeito foi encaminhado para audiência de custódia da justiça.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana