conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre prisão de autor de homicídio ocorrido no Pascoal Ramos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Policiais civis da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) cumpriram na manhã desta terça-feira (15.10) um mandado de prisão temporária em desfavor de A.F.S., expedido pela 12ª Vara Criminal de Cuiabá. O homem é suspeito pelo homicídio de Joelson Rodrigues Pereira. A vítima morreu em 5 de agosto deste ano, depois de sofrer agressões e ficar hospitalizado por quase 15 dias em uma unidade de saúde da Capital. 

Segundo investigação da DHPP,  a vítima foi brutalmente agredida no dia 25 de julho no bairro Pascoal Ramos, na residência de uma amiga, Z.Z.C., com quem tinha uma relação afetiva. Joelson foi espancado pelo ex-convivente da mulher, que flagrou ambos dormindo na casa. 

O agressor, que confessou à polícia como cometeu o crime, disse que ao chegar na residência viu a vítima no local e ficou com raiva, passando a desferir socos, chutes e pisoteando Joelson. 

A vítima teve diversos traumas no rosto e foi socorrida ao Pronto Socorro de Cuiabá, onde morreu, semanas depois em decorrência de traumatismo craniano provocado pelas agressões. 

Leia mais:   Polícia prende 33 pessoas e apreende material em garimpo ilegal em Pontes e Lacerda

A.F.S. já cumpriu pena por outro homicídio, ficando preso por menos de três anos. Ele era monitorado por tornozeleira eletrônica, equipamento que estava condicionado a usar e rompeu, furtando-se ao controle da Justiça. 

De acordo com as investigações, o indiciado teria enviado recado à vítima de que se a encontrasse na casa de sua ex-namorada iria matá-la, fazendo ameaças de morte também à mulher. 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Polícia prende 33 pessoas e apreende material em garimpo ilegal em Pontes e Lacerda

Publicado

Da assessoria

Durante 5 dias de atuação, a operação conjunta Caseus V prendeu 33 suspeitos e apreendeu veículos, barcos, gerador de energia, entre outros equipamentos. A operação ocorreu entre os dias 16 e 20 de novembro e teve como objetivo o combate à exploração ilegal de minérios na Terra Indígena Sararé, localizada em Pontes e Lacerda (440 km de Cuiabá).

Além da participação do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), a força tarefa teve atuação da Fundação Nacional do Índio (Funai), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e das forças especializadas da Polícia Militar de Mato Grosso, como Polícia Ambiental e Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Além da identificação e prisão dos 33 suspeitos, as forças policiais destruíram acampamentos, ferramentas, canos, combustíveis, barcos, motores e diversos materiais utilizados para a prática de garimpagem ilegal.

Entre as apreensões realizadas estão um total de cinco veículos, 12 barcos, 14 motores de popa, um motor estacionário e um gerador de energia. O prejuízo ao crime foi estimado em R$ 5 milhões, entre multas aplicadas e materiais apreendidos. Os suspeitos foram conduzidos para a Polícia Federal de Cáceres para as providências que o caso requer.

Comentários Facebook
Leia mais:   Polícia prende 33 pessoas e apreende material em garimpo ilegal em Pontes e Lacerda
Continue lendo

Destaque

Polícia apreende mais de meia tonelada de cocaína avaliada em R$ 10,2 milhões em MT

Publicado

Os policiais encontraram, com a ajuda se um cão farejador, 513 kg de substância análoga à cocaína escondidos no meio de uma carga de caroço de algodão que estava sendo transportada por um caminhão.

Um homem foi preso e mais de meia tonelada de cocaína foi apreendida nesta quarta-feira (11), em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. A carga foi avaliada em aproximadamente R$ 10,2 milhões.

A ação durante a Operação Hórus/Vigia e foi desencadeada por agentes do Gefron, da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) de Uberaba (MG), Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Polícia Federal.

Conforme boletim de ocorrência, os policiais encontraram, com a ajuda se um cão farejador, 513 kg de substância análoga à cocaína escondidos no meio de uma carga de caroço de algodão que estava sendo transportada por um caminhão.

Foram apreendidos 506 tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína, totalizando 513 kg avaliados em aproximadamente R$ 10,2 milhões.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana