conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre prisão de autor de homicídio ocorrido no Pascoal Ramos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Policiais civis da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) cumpriram na manhã desta terça-feira (15.10) um mandado de prisão temporária em desfavor de A.F.S., expedido pela 12ª Vara Criminal de Cuiabá. O homem é suspeito pelo homicídio de Joelson Rodrigues Pereira. A vítima morreu em 5 de agosto deste ano, depois de sofrer agressões e ficar hospitalizado por quase 15 dias em uma unidade de saúde da Capital. 

Segundo investigação da DHPP,  a vítima foi brutalmente agredida no dia 25 de julho no bairro Pascoal Ramos, na residência de uma amiga, Z.Z.C., com quem tinha uma relação afetiva. Joelson foi espancado pelo ex-convivente da mulher, que flagrou ambos dormindo na casa. 

O agressor, que confessou à polícia como cometeu o crime, disse que ao chegar na residência viu a vítima no local e ficou com raiva, passando a desferir socos, chutes e pisoteando Joelson. 

A vítima teve diversos traumas no rosto e foi socorrida ao Pronto Socorro de Cuiabá, onde morreu, semanas depois em decorrência de traumatismo craniano provocado pelas agressões. 

A.F.S. já cumpriu pena por outro homicídio, ficando preso por menos de três anos. Ele era monitorado por tornozeleira eletrônica, equipamento que estava condicionado a usar e rompeu, furtando-se ao controle da Justiça. 

De acordo com as investigações, o indiciado teria enviado recado à vítima de que se a encontrasse na casa de sua ex-namorada iria matá-la, fazendo ameaças de morte também à mulher. 

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Dupla de criminosos chega em camionete e mata homem com tiros em Cáceres

Publicado

Por: JONER CAMPOS I CÁCERES NOTÍCIAS

     Assis que estava bebendo com amigos na frente de um mercado, na Rua dos Estados no bairro Guanabara, um dos disparos atingiu o rosto da vítima.

     Assis Francisco Batista Filho, 41 anos, foi assassinado na manhã deste domingo (25), em Cáceres. Segundo testemunhas uma dupla armada chegou em uma camionete antiga e disparou dois tiros contra a vítima.

Assis que estava bebendo com amigos na frente de um mercado, na Rua dos Estados no bairro Guanabara, um dos disparos atingiu o rosto da vítima.

     O resgate do Corpo de Bombeiros encaminhou a vítima até Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24H), mas não resistiu e morreu.

De acordo com as informações, o crime foi registrado por volta das 9h30.

A Divisão de Homicídios da 1ª Delegacia de Cáceres passa a investigar as motivações do crime.

Comentários Facebook
Continue lendo

Geral

Funcionárias públicas da Bolívia são presas por roubo de 500 vacinas em cidade de fronteira com o Brasil

Publicado

Por G1

Fronteira Bolívia JH — Foto: Jornal Hoje
       Três funcionárias públicas da Bolívia foram presas por roubar 500 doses de vacinas contra a Covid-19 no sábado (3), informou o Ministério Público do país.

      Elas eram as responsáveis pela guarda das doses na cidade de Guayaramerín, perto da fronteira com o Brasil.

      As vacinas foram devolvidas por pessoas encapuzadas no sábado da prisão.

      “Três cidadãs funcionárias do Departamento de Saúde que eram responsáveis pela manutenção dessas doses foram apreendidas”, disse a promotora do estado de Beni, Ruthiar Vásquez.

      Apesar de as doses terem sido devolvidas, serão descartadas, porque não se sabe se a manutenção foi correta entre a quinta-feira, quando foram roubadas, e o sábado, dia em que reapareceram.

Vacinação na Bolívia

O governo do país intensificou a vacinação dos moradores de locais próximos de fronteiras com o Brasil, em uma tentativa de evitar que os variantes de vírus identificadas no Brasil passem a infectar as pessoas na Bolívia.

      Até agora, foram dadas 2,6 vacinas para cada 100 habitantes do país. No Brasil, foram 10 doses para cada 100 habitantes.

      No dia 1º de abril, o presidente da Bolívia, Luis Arce, anunciou que ordenou o fechamento das fronteiras com o Brasil por sete dias.

      Bolívia e Chile fecham fronteiras a brasileiros

      O objetivo das medidas bolivianas é prevenir a entrada da variante brasileira P.1 no país.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana