conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre mandados para apurar homicídio cometido a mando de facção criminosa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), deflagrou na manhã desta terça-feira (19.11), uma operação com objetivo de cumprir sete ordens judiciais, entre mandados de prisão e de busca e apreensão, relativos à investigação do homicídio que vitimou Nelson Wolfred Shug Neto.

Durante os trabalhos, foram cumpridos mandados de prisão temporária contra os suspeitos, E.D.N.S., 26, C.A.M.,20, e E.S.D., 26, apontados nas investigações da DHPP como envolvidos no crime. 

O corpo da vítima foi encontrado no dia 08 de março, em uma região de mata, no bairro Santa Terezinha, na Capital, local que seria conhecido como cemitério de uma facção criminosa, atuante no estado. A vítima estava decapitada, com a cabeça ao lado do corpo e com sinais de tortura.

De acordo com as investigações da DHPP, o crime foi motivado por uma suposta rixa entre facções criminosas, uma vez que vítima veio do estado de São Paulo e dizia  pertencer a um grupo criminoso rival ao qual teria praticado o crime.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre 40 mandados contra associações criminosas envolvidas em furtos na região metropolitana

Segundo o delegado que coordenou os trabalhos, Olímpio da Cunha Fernandes Junior, foi uma investigação extremamente difícil, uma vez que inicialmente não havia indícios de quem poderia ter praticado o crime. 

“Como a vítima veio de outro estado e não conhecia ninguém na região, tentava contar vantagem dizendo ser membro de uma facção, fato que teria motivado a sua morte”

Com a identificação dos autores, o delegado representou pelos mandados de prisões e de buscas e apreensões contra os suspeitos, que foram deferidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da DHPP nesta terça-feira (19), em endereços freqüentados pelos investigados nos bairros Santa Terezinha II, em Cuiabá e Jardim Maringá II, em Várzea Grande. 

Durante as buscas foram apreendidos aparelhos celulares e porções de maconha, crack e cocaína para consumo próprio. Após terem a ordem de prisão cumprida, os suspeitos E.D.N.S., e C.A.M., foram encaminhados à delegacia onde serão interrogados pelo delegado. 

O terceiro envolvido no crime, E.S.D., já estava preso por outro crime e teve a ordem de prisão cumprida dentro da unidade prisional na Capital. 

Leia mais:   Polícia Civil apreende três veículos com som em alto volume em Vila Bela

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Posto denunciado por ‘Bomba Baixa’ passa por fiscalização

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), em parceria com o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem/Inmetro), realizou na terça-feira (10.12), a fiscalização em mais um posto de combustível da Capital.

As equipes foram até o estabelecimento, localizado na Rodovia BR 364, zona rural, após o recebimento de denúncia de “Bomba Baixa” (quando a quantidade de combustível que entra no veículo é inferior ao demonstrado no visor da bomba) contra o posto.

No local, os fiscais do Ipem/Inmetro realizaram o ensaio para fiscalização/verificação em todos os bicos das bombas de combustíveis existentes no estabelecimento, em um total de 16 e nenhuma irregularidade foi encontrada.

O proprietário do posto estava no local e acompanhou toda a fiscalização e informou que após saber do problema nas bombas pediu na última segunda-feira que o mecânico estivesse na empresa para manutenção de todas as máquinas.

De acordo com o delegado da Decon, Antônio Carlos de Araújo, mesmo não sendo encontradas irregularidades, as ações demonstram que as denúncias estão sendo apuradas pelos órgãos competentes. “Visando garantir o produto (no caso combustível) de qualidade e quantidade correta para ao consumidor”, disse o delegado.

Leia mais:   Polícia Civil prende mãe e filha e contratavam menores para atuar com tráfico na Capital

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil apreende três veículos com som em alto volume em Vila Bela

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Três veículos com som automotivos ligados em alto volume foram apreendidos em Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a Oeste de Cuiabá), na noite de terça-feira (10.12), durante a operação integrada “Saturação” deflagrada pelas forças de Segurança Pública.

Quatro pessoas foram conduzidas para esclarecimentos, por infringirem a Lei das Contravenções Penais (Lei 3.688/41), de perturbação ou sossego alheio.

O trabalho em conjunto foi realizado pela Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, após inúmeras reclamações e denúncias relacionadas à ordem e paz pública. O principal objetivo é reprimir delitos em especial a perturbação da tranquilidade e do sossego alheio.

Na operação “Saturação”, os policiais civis e militares flagraram no centro da cidade, três automóveis (um Gol, um Celta e uma Saveiro), que estavam com som automotivo ligados com volume extremamente alto, assim incomodando e perturbando o sossego dos moradores.

Conforme o delegado de Vila Bela da Santíssima Trindade, Maurício Maciel Pereira Junior, o barulho do som era possível ouvir a cerca de três quadras de distância do local onde os carros estavam.

“A Polícia Civil dará continuidade a operação Saturação, principalmente nos finais de semana, com apoio dos policiais militares da Força Tática”, disse o delegado.

Leia mais:   Governo paga 13º dos servidores em parcela única no dia 20

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana