conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre mais três mandados de prisões contra foragidos da Justiça

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil deu cumprimento, em ação da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol), a mandados de prisões de três pessoas procuradas pela justiça estadual.

Na manhã desta terça-feira (19.11) a equipe de policiais civis prendeu o motorista de caminhão Clodoaldo Bueno dos Santos, 43 anos de idade. O homem foi preso no residencial Jonas Pinheiro, na região norte da capital, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Sexta Vara Criminal de Cuiabá em processo que apura os crimes de roubo qualificado, receptação qualificada e associação criminosa. Após conduzido à sede da Polinter, o preso foi encaminhado para audiência de custódia no Fórum Criminal da Capital.

Em outro cumprimento de mandado, os policiais da Gepol prenderam na segunda-feira (18) L. C.N. investigada na Operação Hydrus, deflagrada pela Delegacia de Guarantã do Norte no último dia 12 de novembro para repressão aos crimes de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A mulher foi presa no município de Jangada e encaminhada à Polinter, onde foi interrogada e posteriormente apresentada em audiência de custódia.

Leia mais:   Dois novos delegados são empossados na Polícia Civil

Na última quarta-feira (13.11), a Polinter cumpriu o mandado de prisão expedido contra Lauro Rosa Bueno, 30 anos. A prisão foi deferida pela Primeira Vara Criminal de Pontes e Lacerda onde tramitou a ação penal sobre o sequestro e morte do casal Raimundo Nonato Ferreira de Souza e Liliane Gois Saldanha, ganhadores de um prêmio da loteria no valor de R$ 1,4 milhão. Em outubro de 2010, o casal e o filho de 1 ano e seis meses foram sequestrados em Pontes e Lacerda, crime planejado por Raimundo Nonato Pereira da Silva, colega de garimpo da vítima, com participação de outras seis pessoas. Raimundo e Liliane foram mortos e a criança ficou em poder da quadrilha até janeiro do ano seguinte, quando foi resgatada pela Polícia Civil. O caso ficou conhecido como “Loteria da Morte”. Lauro Bueno já estava detido na Penitenciária Central do Estado.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Cinquenta quilos de maconha são apreendidos em área de mata em Várzea Grande

Publicado

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Cinquenta quilos de maconha foram apreendidos na tarde de quarta-feira (08.07), em Várzea Grande, após investigação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). A droga estava dividida em 55 tabletes e foi apreendida em uma área demata, no bairro Jardim Maringá 1. O prejuízo ao tráfico com essa apreensão é estimado em R$ 82,5 mil. 

Equipes da DRE estavam em diligências no bairro, próxima a uma área de chácaras, onde notaram movimentação suspeita em uma área de mata. Após levantar informações e fazer o monitoramento na área, os policiais fizeram buscas dentro da mata, seguindo trilhas abertas no local e conseguiram localizar os pacotes de maconha.

O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira explica que o entorpecente estava em caixas de isopor e em um saco de lixo, escondidos no meio de um matagal e encobertos debaixo de uma lona preta. 

Próximos ao entorpecente, os policiais também encontraram uma vasilha de plástico contendo diversos sacos plásticos vazios, utilizados para a comercialização de drogas.

Leia mais:   Homem que matou companheira no Pará é preso em Vila Rica

O delegado Vitor Hugo explica que as investigações prosseguem para identificar os responsáveis pelo tráfico e propriedade da droga apreendida.

Todo o material foi encaminhado à DRE para o registro da ocorrência e depois enmcainhado para a perícia técnica da Politec.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Operação da Polícia Civil fiscaliza farmácia em Várzea Grande para coibir práticas abusivas contra o consumidor

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Em continuidade aos trabalhos da operação de combate a crimes contra o consumidor, relacionados a produtos mais vendidos durante a pandemia, equipes da Polícia Civil realizaram nesta quarta-feira (08.07), a fiscalização em uma farmácia em Várzea Grande.

Participaram da operação, policiais da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e da Equipe Especial criada para coibir e investigar crimes desta natureza durante o período.

As equipes fizeram a vistoria nos preços de produtos mais procurados durante a pandemia, como álcool em gel, álcool 70%, máscaras, e medicamentos, não sendo encontrada nenhuma irregularidade no estabelecimento.

Durante os trabalhos também foi realizada a orientação aos responsáveis pela farmácia acerca das condutas proibidas e ilegais, relativas às relações de consumo. Segundo o delegado, Ramiro Mathias Queiroz, que coordenou os trabalhos, após a fiscalização, a operação foi encerrada, sendo a documentação produzida encaminhada a Decon.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Caminhonete furtada é localizada pela Polícia Civil na zona rural de Vila Bela da Santíssima Trindade
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana