conecte-se conosco


Cáceres e Região

Polícia busca marido suspeito de matar mulher e ferir dois vizinhos que tentaram salvá-la em MT

Publicado

Segundo a polícia, suspeito não aceitava separação e atirou na vítima durante uma discussão. Vizinhos foram encaminhados para o hospital.

A Polícia Civil faz diligências em busca de Miguel Tavares, de 53 anos. Ele é suspeito de matar a mulher dele a tiros, na madrugada desta sexta-feira (20), em São José dos Quatro Marcos, a 343 km de Cuiabá. Ele também teria ferido dois vizinhos que tentaram socorrer a vítima.

De acordo com o delegado Edson Pick, que está à frente do caso, Miguel não aceitava o fim do relacionamento com Ester Maria de Carvalho, de 48 anos. Testemunhas disseram que eles já estavam separados, mas o suspeito não queria sair da casa, que pertencia à mulher.

Após cometer os crimes, o agressor fugiu e, até o momento, não foi localizado.

Segundo as testemunhas, a mulher foi baleada durante uma discussão. Na ocasião, os vizinhos, Gisele Facioni Alves, 26 anos, e Antônio Faustino Alves, de 64 anos, mas também foram baleados.

A família de Gisele fez um apelo nas redes sociais pedindo doação de sangue.

Família faz apelo e pede doação de sangue á vítima — Foto: Facebook/Reprodução

Família faz apelo e pede doação de sangue á vítima — Foto: Facebook/Reprodução

Perícia

Agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local e encontraram uma munição calibre 22 sobre a mesa da cozinha, duas munições intactas calibre 12 caídas no chão da cozinha, três balas na varanda e uma bala na calçada da casa.

Por G1 MT

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Primeiro exame para covid-19 em Adriano Silva dá negativo

Publicado

Assessoria

O primeiro resultado do exame para covid-19 feito nas amostras de Adriano Silva deu negativo. O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso faleceu na noite desta quarta-feira (3), em Cuiabá, após uma série de paradas cardiorrespiratórias. Adriano apresentava sintomas da covid-19 desde o domingo (1).

Ao GD, um familiar de Adriano informou que esse é apenas o primeiro laudo e que uma contraprova é aguardada. Para este primeiro exame, requisitado pelo Hospital São Luiz, em Cáceres, onde Adriano estava inicialmente internado, as amostras biológicas de Adriano foram coletadas na segunda (2).

O exame foi realizado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen) pelo método RT-PCR em tempo real, considerado o teste padrão-ouro para o diagnóstico de infecção por coronavírus, sendo o método de referência no Brasil para confirmar covid-19.

Adriano foi transferido de Cáceres, onde estava internado, para a clínica Femina na capital. Professor do curso de Direito da Unemat e ex-reitor da instituição, ele contou em uma rede social no dia 1º que passou mal e procurou um médico que o recomendou a internação. Na quarta, Adriano teve complicações pulmonares, foi entubado e transferido para Cuiabá.

Leia mais:   Presidente da Fapemat, Adriano Silva, morre de covid-19

Por volta das 20h47, o governo de Mato Grosso confirmou a morte do presidente da Fapemat.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Em mensagem de despedida, Marcinho diz que Adriano deixa um legado de idealismo e perseverança

Publicado

A partida prematura do nosso amigo e companheiro Adriano Silva irá proporcionar uma lacuna, não impossível, mas muito difícil de ser preenchida nos meios socais, familiares e políticos, em Cáceres.

Idealista, o professor e ex-reitor da nossa Unemat, Adriano deixa ao povo mato-grossense, um legado de homem público honesto e justo.

A população, as autoridades, mas principalmente, a comunidade acadêmica, certamente, reconhecerá, para sempre, a realização do seu grande sonho de tornar realidade os cursos de Direito e Medicina da instituição.

Mas, não foram só isso, Adriano será lembrado pela sua perseverança, nos meios políticos. O desejo de ajudar no desenvolvimento de sua cidade natal, fez com que ele pleiteasse galgar passos largos no cenário político.

Embora, não tenha obtido sucesso, nos pleitos que disputou, Adriano jamais desistiu em se perseverar. A sua bandeira era estar presente; era somar; era defender os interesses de Cáceres.

O povo mato-grossense, mas, em especial, o cacerense, o terá para sempre no coração e na memória como um grande homem, pai, companheiro, profissional e amigo.

Leia mais:   Presidente da Fapemat, Adriano Silva, morre de covid-19

Que Deus conforte a família.

Marcinho Lacerda!

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana