conecte-se conosco


Política

PMs e servidores da Sefaz recebem moções por atuação no combate à sonegação de impostos

Publicado

Foto: Marcos Lopes

Policiais militares e servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) receberam moções de aplausos em solenidade realizada, nessa terça-feira (10), no auditório Milton Figueiredo, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). A solenidade idealizada pelo deputado estadual Doutor João José (MDB) prestou homenagem aos profissionais que contribuíram para o desenvolvimento do estado. 

Os policiais da PM e servidores da Sefaz atuam em ações especializadas de combate à sonegação de impostos, aumentando assim a arrecadação dos tributos legais que são revertidos para o bem-estar social da população. Eles atuam de forma integrada na fiscalização e monitoramento de suspeitos de tentar fraudar o sistema tributário estadual. 

“Essa solenidade é um marco no reconhecimento do trabalho oriundo desta parceria entre os policiais militares e os servidores da Sefaz. Nós recebemos essa missão do governador Mauro Mendes de melhorar a nossa unidade, que funciona dentro da Sefaz, em apoio aos nossos fiscais. Em pouco tempo, passamos de dez operações mensais para uma média de 28 por mês. Isso ajudou muito na questão da fiscalização da sonegação fiscal. Para nós é uma grande honra estar aqui nesta Casa de Leis recebendo estas moções”, afirmou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis. 

Idealizador da solenidade, o deputado Doutor João José disse que a entrega das moções de aplausos foi feita em agradecimento ao bom trabalho e os resultados obtidos pela parceria entre a Polícia Militar e a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). “É uma maneira de agradecer a eles pelo excelente trabalho. É uma forma para eles perceberem que a sociedade civil organizada, a Assembleia Legislativa e o governo do estado está contente com o trabalho que vem sendo efeito no combate a evasão de divisas e a sonegação de impostos”. 

Leia mais:   Fávero apoia moradores do Pedra 90 e região e assegura emenda para capela mortuária

Também participou da solenidade o deputado estadual e sargento da PM Elizeu Nascimento. “Para mim, é um orgulho muito grande participar desta sessão solene, testemunhando esse ato de reconhecimento a nossa gloriosa Policia Militar e aos servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) estamos unidos, aqui na Assembleia Legislativa, na busca de melhoria para os servidores públicos. Parabéns ao Doutor João pela bela homenagem”, destacou Nascimento. 

O coronel Vitor Paulo Fortes Pereira, que representou o secretário de Estado de Segurança, Alexandre Bustamante, ressaltou a importância do trabalho que vem sendo realizado. “Trouxe uma mensagem de agradecimento do nosso secretário ao deputado Doutor João José e a Assembleia Legislativa pelo apoio que os senhores tem dado ao trabalho da secretaria de Estado de Segurança Pública. É com muita honra e gratidão que a gente recebe estas moções”, afirmou. 

Já o secretário-adjunto de Administração Fazendária, Kleber Geraldino, que na solenidade representou o secretário de Estado de Fazenda, Alexandre Gallo, destacou a atuação dos servidores. “Graças aos servidores, desde os mais simples ao mais alto escalão, a Fazenda tem conseguido apresentar resultados para a sociedade. O número de abordagem aumentou, cresceu também a arrecadação do Estado, e por isso acho importante destacar também a atuação do pessoal que trabalha na ponta dando suporte para que todos possam fazer o seu trabalho com eficiência”, disse.  

Leia mais:   Audiência pública debate manejo sustentável do jacaré e alternativas para o aumento de peixes no Pantanal mato-grossense

Estiveram presentes hoje na assembleia e receberam as moções de aplausos:

Comandante-geral da Polícia Militar – Coronel Jonildo José de Assis. 
Secretário-adjunto de Administração Fazendária – Kleber Geraldino Ramos dos Santos 
Secretário-adjunto de Receita Pública – Fábio Fernandes Pimenta 

Policiais Militares 

Ten. Cel. PM Benedito Martins de Carvalho 
Ten. Cel. PM Paulo César da Silva 
2º Sarg. PM Benedito Edson de Campos 
3º Sarg. PM Aesio Nogueira Santana
3º Sarg. PM Alberto Feizar Cardono Abdala 
3º Sarg. PM Cleyton Ferreira 
3º Sarg. PM Dorival Freire 
3º Sarg. PM Eros Rogério Barros Araujo 
3º Sarg. PM Ivone Cristina da Silva 
3º Sarg. PM Valderson Leite Mendes 
3º Sarg. PM Weliton Divino de Almeida 
3º Sarg. PM Weverson Morais Coimbra 
Cabo PM Lidiane Marçal Ferreira Santa’Ana
Soldado PM Thiego Carlos Silva Oliveira 

Servidores da Sefaz 
Antonio Nunes de Castro Júnior 
Carla Harue kokayash
Celso José de Carvalho Miguéis 
Daniel de Oliveira Merreles 
Eliana Couto Jacinto 
Eliton Paulo Teixeira 
Evandro Bortolotto Ortega 
Feik Nabor de Barros Joaquim 
Geremias Pedro Generoso 
Ferson Marques da Rocha 
Gilson Wanderley Pregely 
Henrique Carnaúba Guerra Sangreman Lima 
Procurador do Estado Hugo Fellipe Martins de Lima 
João Carlos Souza de Abreu
Lucia Villela de Mello Silva 
Manoel Egues Neto 
Marinete Figueiredo Costa 
Radiana Kassia e Silva e Clemente 
Valdeci dos Santos 
Vinícius José Simioni da Silva 
Wilson Alves 

Comentários Facebook

Estadual

“Diálogos Hidroviáveis” debate a importância das hidrovias para Mato Grosso

Publicado

As hidrovias são alternativas para transporte de carga e passageiros ainda pouco exploradas no Brasil. Para alavancar esse modal, Cuiabá receberá nos dias 31 de outubro e 1º de novembro o “Diálogos Hidroviáveis” – Programa de Integração Permanente de Iniciativas para o Desenvolvimento Sustentável da Navegação e das Hidrovias Brasileiras. A iniciativa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) debaterá temas sobre a importância das hidrovias para o agronegócio e o turismo da região. O evento será na sede da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), em Cuiabá.

O objetivo do Diálogo é apresentar o panorama atual, os entraves para ampliar a utilização das hidrovias e discutir ações viáveis de curto e médio prazo para fomentar esse modal. Para isso, a programação de abertura, no dia 31/10, terá o painel “Importância das Hidrovias para o Arco Norte do Brasil”, que contará com a participação do Senador e presidente da FRENLOGI, Wellington Fagundes, e do governador do Mato Grosso, Mauro Mendes. O debate será coordenado pelo Instituto Brasil Logística (IBL) e pela Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura (FRENLOGI), com a presença de convidados especialistas, empresários e autoridades ligadas à navegação interior.

Leia mais:   Fávero apoia moradores do Pedra 90 e região e assegura emenda para capela mortuária

Na sequência, ocorrerá o debate “O Contexto Atual do Derrocamento do Pedral do Lourenço e da Dragagem do Rio Madeira e seu Impacto para o Mato Grosso”. O painel abordará os corredores logísticos fundamentais para o escoamento da produção agropecuária do Centro-Oeste e de Rondônia por hidrovias, cuja operacionalização impacta diretamente na redução do custo do frete em direção aos portos para exportação.

No dia 1º de novembro haverá os debates técnicos do programa “Diálogos Hidroviáveis”, com quatro palestras: “O Processo de Certificação e o Potencial dos Benefícios do Sequestro de Carbono na Agricultura Associada ao Uso das Hidrovias”, “As Características do Paliteiro do Rio Madeira e seus Impactos Econômicos e Ambientais para Exportação Agropecuária”, “A Integração da América do Sul Pelas Hidrovias: Os Rios Nos Unem” e, por fim, “O Desenvolvimento do Turismo Associado à Navegação no Estado de Mato Grosso”.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no portal www.hidroviaveis.com.br. Além da Fiemt, o evento conta com a parceria do Movimento Pró-Logística de Mato Grosso, Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja), Frente Parlamentar Mista de Infraestrutura e Logística (FRENLOGI), IBL – Instituto Brasil Logística e Executiva Promoções.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Dr. Leonardo apoia emenda que levará investimentos à segurança de Cáceres

Publicado

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou nesta semana uma emenda ao Orçamento da União destinada ao Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron). A indicação de R$ 189 milhões foi aprovada pelos membros da comissão e deve ser liberada para o Ministério da Defesa executar.

Representante da região oeste do Estado, o deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) defendeu o repasse e observou que, em cidades de fronteira como Cáceres (MT), o Exército Brasileiro necessita dos meios necessários para exercer o monitoramento e o controle contínuo e permanente. Em julho deste ano, o parlamentar realizou uma Audiência Pública na Câmara para debater justamente investimentos na região de fronteira.

“Precisamos colocar a região de fronteira como prioridade. O investimento que se faz na segurança é pequeno visto o que nós perdemos para o narcotráfico, para o contrabando, para a criminalidade. Menos de 10% do que a gente perde anualmente pagaria o sistema de fronteira que traria segurança para a população de todo o Brasil. Quando defendo segurança de fronteira estou defendendo todos os brasileiros porque a criminalidade se expande para todo o país”, defende Dr. Leonardo.

Leia mais:   CPI cobra da Sefaz dados de exportações que somam R$ 172 bilhões

O Sisfron é um sistema de rádio digital operado pelo Exército em situações críticas, para ligar o País inteiro com a finalidade de viabilizar comunicação segura e eficiente entre forças de segurança e até entre autoridades públicas que precisem de sigilo e segurança especial. O projeto é integrar as polícias militares e órgãos do Ministério da Justiça ao sistema para o trabalho de segurança pública.

O Exército tem sustentado que o projeto, face à sua amplitude e complexidade, com o envolvimento da indústria nacional, necessita da manutenção de um fluxo regular de recursos que não fique sujeito a oscilações decorrentes de eventuais limitações na execução orçamentária, a fim de não comprometer o desenvolvimento tecnológico do Sistema e o cumprimento dos compromissos contratuais.

“O Projeto aumenta a presença do Estado em áreas de interesse do Território Nacional, particularmente ao longo da fronteira terrestre, contribuindo com o esforço governamental de manter efetivo controle sobre aquelas áreas, atendendo ao trinômio monitoramento / controle, mobilidade e presença, enfatizado nas Diretrizes Estratégicas constantes da Estratégia Nacional de Defesa”, diz trecho da emenda aprovada.

Jardel P. Arruda
Assessoria de Imprensa
Deputado Dr. Leonardo
(65) 99267 9309
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana