conecte-se conosco


Mato Grosso

Pessoas com deficiências têm tarde de lazer em boliche

Publicado

A falta de acessibilidade é das barreiras na vida das pessoas com deficiências (PCDs). Para muitos, ter um dia de lazer torna-se uma atividade quase impossível. Tentando quebrar qualquer paradigma, um grupo de pessoas com deficiência teve acesso a uma tarde de recreação no Gran Boliche, do Várzea Grande Shopping. Todos haviam participado do 1º Desfile de Moda Inclusiva e Acessível – realizado pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes. 

A ação foi realizada por meio de um convite do sócio proprietário do local, Divino Moreira Ávila. De acordo com ele, a empresa já existe há dois anos e desde então vem desenvolvendo este trabalho beneficente. “Desde que retornamos com o Gran Boliche realizamos esta iniciativa com diversas associações do Estado.  A nossa intenção é proporcionar a essas pessoas um momento de lazer, fazer algo para o nosso próximo que não tem condição é bem gratificante”, pontuou.

Deusanir Queiroz da Costa, 45, é deficiente visual desde os 24 anos de idade. Ela conta que o convite trouxe alegria e sentimento de gratidão. “ É uma oportunidade de a gente mostrar para a sociedade que gostamos de entretenimento”, destacou.

Leia mais:   Policiais penais prendem homem suspeito de arremessar drogas e celulares para dentro de unidade

O diretor de esporte da Associação Mato-grossense de Deficientes (Amde), Daniel Silva do Nascimento, também foi um dos convidados a participar do momento especial. “Eu já pratico o basquete e o atletismo há quatro anos, mas não conhecia o boliche. Meu sonho era participar um dia e hoje estou tendo essa oportunidade de conhecer junto aos meus colegas”, disse ele, que é cadeirante. 

Dimitri Fernandes Kalinowski,19, tem a síndrome de Asperger, uma condição neurobiológica enquadrada dentro do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Ele não escondeu a alegria em conhecer o gran boliche. Sua mãe, Eliane Fernandes, disse que Dimitri é muito animado quando está em lugar diferente e fica muito pensativo quando está com outras pessoas. “É muito bom reencontrar pessoas que participaram do desfile aqui”, disse.

Para a superintendente das pessoas com deficiência de Mato Grosso, Tais Augusta de Paula, a data coincidiu com o Dia Nacional do Deficiente Físico, celebrado no dia 11 de outubro transformando o momento de interação com alegria e amor. “Por meio do desfile que ocorreu no mês passado, despertamos os olhares dos empresários para as pessoas com deficiência, o senhor Moreira, foi um deles que ao participar do evento se interessou em ajudar e nos convidou para esta tarde maravilhosa. Para nós esse gesto foi como um presente”, externou.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Advogado de Cáceres de 41 anos morre vítima de Covid-19 em Crato -CE; OAB lamenta perda da classe

Publicado

Assessoria

O advogado Kleber de Souza Silva morreu vítima do novo coronavírus, neste domingo (5), em Crato, no Ceará. A Ordem dos Advogados do Brasil  3ª Subseção Cáceres, informou, por meio de nota, que Kleber é a primeira vítima de Covid-19 entre a classe da advocacia Cáceres.

A OAB-MT lamentou o falecimento do advogado, que era um advogado bastante atuante em Cáceres, foi presidente do Conselho da Comunidade da Vara de Execuções Penais de Cáceres.

A entidade informou, ainda, que ele estava internado no Hospital do município cearense de Crato, onde residia parte de sua família, e que devido as complicações de um problema renal e dos sintomas da Covid-19 veio a falecer neste domingo (5).

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) lamenta o falecimento de Kleber de Souza Silva, na manhã deste domingo (5). Advogado criminalista era conhecido por atuação contundente junto à comunidade e vinculado a Terceira Subseção Cáceres, onde também residia.

Há anos lutava contra a falência renal e teve suspeita de Covid19 confirmada recentemente. Kleber faleceu no município de Crato-CE, onde estava internado devido ao COVID-19 e o consequente agravamento do seu quadro de falência renal. Kleber de Souza Silva deixa esposa e três filhos.

Leia mais:   Policiais penais prendem homem suspeito de arremessar drogas e celulares para dentro de unidade
Nota de Pesar e Luto
A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso, 3ª Subseção, solidariza-se com familiares, amigos e com a classe advocatícia pelo falecimento do advogado Kleber de Souza Silva, ocorrido na data de hoje, 05/07/2020.
Dr. Kleber foi advogado atuante na 3° Subseção de Cáceres e deixa esposa e 3 filhos. Contribuiu muito com a classe, especialmente, quando presidiu a Comissão de Direito do Consumidor e a Comissão de Direito Carcerário e, ainda, como presidente do Conselho da Comunidade, onde desenvolveu um grande trabalho. À família, aos amigos e colegas de profissão deixamos nossos votos para que todos possam seguir suas vidas confortados na fé, em momento tão difícil.
Cáceres, 05 de julho de 2020.
3ª Subseção da Ordem dos Advogados, Seccional Mato Grosso
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Aproximadamente 187 mil pessoas apresentaram sintomas gripais em Mato Grosso

Publicado

Assessoria

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 187 mil mato-grossenses (ou 5,4% da população) apresentaram pelo menos um dos 12 sintomas associados à síndrome gripal (febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular) que são investigados por uma pesquisa no mês de maio. Neste quesito, Mato Grosso foi o que teve o menor índice entre todos os estados, enquanto o maior, 26,6%, foi o Amapá.

O total de pessoas que apresentaram sintomas conjugados de síndrome gripal que podiam estar associados à Covid-19 (perda de cheiro ou sabor; ou tosse, febre e dificuldade para respirar; ou tosse e febre e dor no peito) foi de 15 mil no estado, o que representa 0,4% da população.

Só Goiás (0,3%) e Mato Grosso do Sul (0,3%) tiveram índices menores do que MT. Dos 187 mil mato-grossenses que apresentaram sintomas, cerca de 20% (ou 37 mil pessoas) procuraram estabelecimento de saúde em busca de atendimento (postos de saúde, equipe de saúde da família, UPA, Pronto-socorro ou Hospital do SUS ou, ainda, ambulatório/consultório, pronto-socorro ou hospital privado).

Leia mais:   Lei proíbe suspensão de serviços de internet móvel durante período de restrições da Covid-19

Do total de 15 mil pessoas que tiveram sintomas conjugados de síndrome gripal, 36,8% (ou 6.000) foram a algum estabelecimento de saúde. De acordo com a pesquisa, cerca de 789 mil mato-grossenses (22,8%) têm algum plano de saúde.

Os dados são os primeiros resultados da PNAD COVID19, do IBGE. O levantamento é uma versão da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua), realizada com apoio do Ministério da Saúde, e com coleta exclusivamente por telefone, para identificar os impactos da pandemia no mercado de trabalho e para quantificar as pessoas com sintomas associados à síndrome gripal.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana