Permanência de Neris se torna difícil e Santa Cruz confia em ressarcimento

288
Neris Santa Cruz (Foto: Marlon Costa/ Pernambuco Press)Neris tem 51 partidas disputadas pelo clube em dois anos (Foto: Marlon Costa/ Pernambuco Press)

Depois de Keno, que se aproximou de um acordo com o Palmeiras, o Santa Cruz se depara com a possível perda de mais jogadores de destaque ao fim da Série A. Com o rebaixamento à vista, o zagueiro Neris deve deixar o clube no próximo ano, de acordo com informações obtidas pela reportagem do GloboEsporte.com, caso se confirme a queda. Mas o clube acredita em uma compensação financeira por causa da “taxa de vitrine”.

O ressarcimento que caberá ao Santa Cruz é semelhante ao visto no caso de Keno. No caso do atacante, o Santa tem direito à 30% da transferência. Com Neris, o percentual deve ser um pouco menor. 

– Neris tem direito de vitrine também. Não existem propostas por ele, existem sondagens, mas o Santa Cruz tem interesse na permanência e temos preferência nessa negociação. Queremos 20% ou 25% de Neris – disse o vice-presidente Constantino Júnior.

O zagueiro recebeu várias sondagens no início da Série A, o que fez o Santa Cruz trabalhar nos bastidores para que ele permanecesse. Antes de completar o sétimo jogo e não poder mais se transferir para outro clube que disputa a competição, Neris foi assediado, mas ficou no Santa. O clube até quis renovar o contrato do atleta, que vai até o final do ano, e apresentar um plano de carreira. Mas a negociação não andou.

Neris chegou ao Santa Cruz no meio do ano passado e, somando todo o período no Arruda, jogou 51 partidas com a camisa coral. O clube anterior do zagueiro foi o Metropolitano-SC. E ele chegou ao Santa com um custo baixo. Após ter chances durante a Série B de 2015, voltou ao banco de reservas atrapalhado pelas lesões. Mesmo assim, renovou o contrato até dezembro deste ano.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here