Probabilidade de chuvas chega a 90%; Confira 5 dicas para garantir sua segurança!

A previsão do tempo para Mato Grosso em novembro, segundo dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), é de chuvas moderadas e, em alguns períodos, até tempestades acima da média. Na Capital e em municípios como Campo Verde, Diamantino, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis e Sorriso, a probabilidade de chuvas chega a 90%. Responsável por 850,9 quilômetros da BR-163 no Estado, a Rota do Oeste traz algumas dicas de direção preventiva e segurança para auxiliar motoristas a enfrentarem as dificuldades de trafegar na chuva.

Diretor de Operações da Concessionária, Fernando Milléo destaca que verificar a situação dos pneus antes de pegar a estrada é fundamental. Ele cita que o TWI (indicador de desgaste da banda de rodagem do pneu) é um dos itens que devem ser avaliados pelo condutor. A verificação é para identificar quando o pneu está “careca”, ou seja, não possui mais aderência com o solo e deve ser trocado.

“A revisão do veículo antes de viajar é de extrema importância. Muitas vezes, itens simples de serem verificados, como nível de água, limpeza de para-brisas, posição dos retrovisores, fazem a diferença e garantem a tranquilidade durante a viagem”, diz.

Milléo lembra ainda que, em geral, os condutores optam por continuar na rodovia quando a chuva não está tão forte. Porém, mesmo com visibilidade é necessário aumentar a atenção com a pista molhada. O diretor acrescenta que a Rota do Oeste oferece atendimento 24 horas e gratuito pelo 0800 065 0163, para solicitação de apoio e informações sobre a rodovia, além de 18 bases de atendimento ao usuário, que podem ser utilizadas como abrigo para motoristas que optarem por parar o carro.

As dicas para dirigir na chuva são:

1) Use os faróis acesos durante a chuva, mesmo durante o dia;

2) Evite passar por áreas com água acima do centro da roda;

3) Se o carro apagar, espere alguns minutos para ligar novamente;

4) Escolha parar o carro em pontos de apoio seguros e não em acostamentos ou às margens da pista;

5) Mantenha distância da traseira de veículos, principalmente, quando a chuva estiver mais forte, pois a visibilidade será prejudicada pela água respingada de outros carros.

Riscos – A pista molhada pode contribuir com dois dos principais causadores de acidentes nas estradas na chuva: aquaplanagem e derrapagem. No primeiro caso, que é quando o carro perde a direção ao passar por uma poça d’água, de imediato, a ação deve ser a retirada do pé do acelerador, com leve pisada no freio. O volante tem que ser guiado firmemente para manter as rodas alinhadas. Assim que os pneus tocarem novamente o solo, o condutor gira levemente a direção, recuperando a aderência do veículo. Nos carros com freios ABS, basta pressionar o pedal do freio até o controle total.

Já na derrapagem, a dica é soltar o acelerador e girar o volante lentamente na direção possível de retornar à pista. Os freios devem ser evitados, mas se for preciso frear o carro, pise devagar no pedal.

Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here