conecte-se conosco


Tecnologia

Perdeu o celular no Carnaval? Confira o que fazer agora e como se prevenir

Publicado


Saiba como se prevenir e proteger seus dados após perder o celular no carnaval
Rovena Rosa/Agência Brasil

Saiba como se prevenir e proteger seus dados após perder o celular no carnaval

Aproveitar o Carnaval, desligar-se das obrigações e desfrutar da música e do povo reunido para festejar sempre atrai muitas pessoas. O feriado é um dos mais aguardados em todos os anos, mas, especialmente nos blocos, é um desafio poder levar o celular. Muitos acabam perdendo os aparelhos, sendo furtados ou até mesmo roubados. Se você passou por uma dessas situações ou conhece alguém, confira o que fazer.

Leia também: Carnaval 2019 ainda tem blocos em São Paulo e no Rio de Janeiro; ache o seu

O prejuízo, em muitos casos, pode ultrapassar a questão financeira, uma vez que os celulares fazem parte de nossas vidas e trazem muitos de nossos dados, informações e conteúdos pessoais. Por isso, é importante se prevenir caso tenha perdido o aparelho no C arnaval , ainda pretenda aproveitar a folia ou conheça alguém que passou por isso e não quer repetir.

Boletim de ocorrência

Em caso de furto ou assalto, é recomendado registrar boletim de ocorrência. Se o aparelho for recuperado pelas autoridades, o proprietário será avisado. Verifique se o seu estado oferece a possibilidade de registrar ocorrência pela internet, ou então dirija-se à delegacia de Polícia Civil mais próxima de você.

Aplicativos de localização

Os aplicativos que ajudam a informar a localização podem ajudar a recuperar o aparelho, mas precisam estar ativados antes da perda do aparelho. Vale lembrar, no entanto, que se o aparelho for desbloqueado ou tiver o número de cadastro alterado pelos criminosos, esse tipo de função deixa de funcionar.

Apagar arquivos da memória do aparelho

É recomendado que se tente acionar a função que apaga os arquivos da memória do celular antes de solicitar o bloqueio da linha, porque é necessário haver comunicação com o aparelho. O mesmo vale para tentar conseguir a localização por meio do GPS. Confira como apagar os arquivos sem estar com o celular em mãos:

No Android

  • Usando algum outro dispositivo, acesse a conta do Google vinculada ao aparelho perdido e selecione-o; e
  • Clique na opção “Limpar dispositivo” e confirme a execução do comando, que, no entanto, só funcionará quando o aparelho estiver conectado à internet.

No iPhone

O iPhone pode ser gerenciado remotamente (sem o aparelho em mãos) pelo iCloud. É possível obter a localização do celular caso a opção “Buscar iPhone” tenha sido habilitada previamente. Se esse recurso não estiver ativado em seu dispositivo perdido, não será possível usá-lo para localizar o aparelho, mas você ainda poderá proteger seus dados seguindo esses passos:

  • Altere a senha do ID da Apple. Ao fazer isso, você impede que outra pessoa acesse seus dados ou use outros serviços no dispositivo perdido; e
  • Altere senhas de outras contas da Internet usadas no dispositivo, como as de e-mail, Facebook, Instagram, Gmail ou Twitter.

Leia também: Folião cai de altura de 5 metros ao se pendurar em escada de estação do Metrô

Se o iPhone perdido estiver desligado ou não estiver conectado à internet, ainda é possível colocá-lo no Modo Perdido, bloqueá-lo ou apagá-lo sem estar com o aparelho em mãos. Na próxima vez que seu dispositivo ficar online, essas ações entrarão em vigor. 

Durante o Carnaval de São Paulo, somente neste ano,  1.144 pessoas foram presas por ocorrências incluindo furto e roubo de celulares, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. Além disso, a Polícia também apreendeu 701,2 kg de drogas nos últimos quatro dias.

Comentários Facebook

Tecnologia

Pornhub agradece Bolsonaro: buscas ao termo “golden shower” cresceram 688%

Publicado


Site de pornografia Pornhub agradeceu o presidente por impulsionar suas buscas em 688%
Mauro PIMENTEL / AFP

Site de pornografia Pornhub agradeceu o presidente por impulsionar suas buscas em 688%


O site Pornhub agradeceu, nesta quinta-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) por tornar popular o termo “golden shower” no Brasil. A plataforma, que é uma das maiores do setor ponográfico do mundo, comemorou o fato de suas buscas terem aumentado quase sete vezes após o capitão reformado ter mencionado a expressão em sua rede social.

Leia também: Bolsonaro repercute na web ao perguntar sobre ‘golden shower’; veja respostas

“Graças ao senhor agora todos os brasileiros sabem o que Golden Shower significa!”, escreveu, em português, a conta do portal Pornhub no Twitter. Ao lado da mensagem, o site anexou um gráfico, indicando que as buscas pelo termo no País subiram 688%.




O site de pornografia  também apontou que a procura por “golden shower” subiu 98% em todo o mundo.  Na tradução literal, o termo significa “chuveiro dourado”, e é utilizado para fazer referência a um tipo de fetiche sexual, quando eu parceiro urina na frente ou sobre o outro.

Entenda o caso


Jair Bolsonaro publica vídeo com conteúdo pornográfico no Twitter e Pornhub comemora
Reprodução/Twitter

Jair Bolsonaro publica vídeo com conteúdo pornográfico no Twitter e Pornhub comemora


Na última quarta-feira (6), Bolsonaro  perguntou, em sua conta oficial no Twitter, “o que é golden shower ?”. O questionamento foi feito pelo presidente após ele ter publicado, no dia anterior, um vídeo com cenas obscenas em que um homem introduzia o dedo no próprio ânus e, depois, pessoas aparecem urinando umas nas outras.

Leia também:Bolsonaro publica vídeo obsceno no Twitter e sugere que cena é comum no Carnaval

O capitão reformado associou as imagens ao Carnaval brasileiro: “Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conslusões:”, disse.





A atitude do presidente provocou uma  série de críticas de opositores, jornalistas e pessoas influentes, além de também alguns eleitores e apoiadores. Nas redes sociais, os internautas comentaram a resposta do Pornhub à polêmica:






Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Rainha Elizabeth publica foto no Instagram pela primeira vez

Publicado


O perfil da família real no Instagram ainda publicou um vídeo da rainha fazendo sua primeira postagem na rede social
Reprodução/Instagram

O perfil da família real no Instagram ainda publicou um vídeo da rainha fazendo sua primeira postagem na rede social

A rainha Elizabeth II chamou atenção nas redes sociais ao publicar, pela primeira vez, uma foto no Instragam oficial da família real britânica. A rainha registrou uma carta do Arquivo Real encontrada em visita ao Museu de Ciência Natural de Londres. Ao final da postagem, Elizabeth II ainda assinou seu próprio nome.

Leia também: Mais da metade dos brasileiros não consegue ficar um dia longe do celular

Visualizar esta foto no Instagram.

Today, as I visit the Science Museum I was interested to discover a letter from the Royal Archives, written in 1843 to my great-great-grandfather Prince Albert.  Charles Babbage, credited as the world’s first computer pioneer, designed the “Difference Engine”, of which Prince Albert had the opportunity to see a prototype in July 1843.  In the letter, Babbage told Queen Victoria and Prince Albert about his invention the “Analytical Engine” upon which the first computer programmes were created by Ada Lovelace, a daughter of Lord Byron.  Today, I had the pleasure of learning about children’s computer coding initiatives and it seems fitting to me that I publish this Instagram post, at the Science Museum which has long championed technology, innovation and inspired the next generation of inventors. Elizabeth R. PHOTOS: Supplied by the Royal Archives © Royal Collection Trust / Her Majesty Queen Elizabeth II 2019

Uma publicação compartilhada por The Royal Family (@theroyalfamily) em 7 de Mar, 2019 às 3:31 PST






“Hoje, ao visitar Museu de Ciência Natural, fiquei interessada ao descobrir uma carta do Arquivo Real escrita em 1843 ao meu tataravô, o príncipe Albert”, escreveu a rainha no Instagram . O texto, segundo Elizabeth, foi enviado por Charles Babbage, considerado o pioneiro da computação no mundo, à rainha Victoria e a Albert, seu marido, em julho de 1843.

Na carta, Babbage conta a Victoria e Albert sobre sua criação, a máquina analítica, que viabilizou o desenvolvimento dos primeiros programas de computador por parte de Ada Lovelace, filha do lorde Byron. “Tive o prazer de aprender sobre iniciativas de crianças em codificação informática e me parece apropriado publicar este post no Instagram, no Museu de Ciência, lugar que defendeu a tecnologia e a inovação por muito tempo e inspirou a próxima geração de inventores”, acrescentou Elizabeth.

Leia também: WhatsApp, Messenger e Instagram Direct serão integrados, diz Zuckerberg

O perfil da família real no Instagram, que atualmente tem 4,6 milhões de seguidores, também publicou um vídeo da rainha fazendo sua primeira postagem na rede social. Por volta das 17h desta quinta-feira (7), a publicação já tinha mais de 850 mil visualições e cerca de 3,5 mil comentários – a maioria, claro, empolgada com a nova “social media” da realeza britânica.

Não é a primeira vez que a rainha “moderna”causa furor nas redes sociais. Em 2014, Elizabeth II também chamou atenção ao publicar o primeiro tuíte seu no perfil oficial da família real , também sobre o Museu de Ciência Natural de Londres. Naquele dia, apenas meia hora depois de ter sido compartilhada, a publicação havia sido retuitada mais de 3 mil vezes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana