Pais educadores inspiram os filhos a seguirem carreira na Educação em MT

10

Educar é um ato de amor, como já disse o pedagogo Paulo Freire, mas para algumas pessoas, educar é uma profissão. Para muitos pais, educadores, um dos melhores presentes é quando a sua carreira conquista também os filhos e filhas, e esses optam pela mesma profissão e luta. Na Educação Pública de Mato Grosso, alguns profissionais da educação se orgulham de ter filhos que também são educadores e lutam por uma educação de qualidade.

Há 22 anos na Educação, como Apoio Administrativo Educacional (AAE), no município de Pontal do Araguaia (a 524 km de Cuiabá), Adauberam Manoel de Freitas foi modelo para que a filha Camila começasse a trabalhar como profissional da educação atuando como técnica administrativa. A jovem, que atua há cinco anos no cargo, hoje estuda ao lado do irmão para o Concurso Público da Educação do Estado, em setembro, na tentativa de se efetivação na área.

“Eu fico muito orgulhoso que a Camila escolheu esse caminho, mas falo para ela que não é só pelo salário, que temos que construir uma educação pública de qualidade, fazer o trabalho para atender os alunos da melhor forma”, afirma Adauberam.

Outro pai que motivou os filhos a seguirem a carreira de educador foi o professor Urias Bom Despacho e Silva, de Cuiabá. Dos seus cinco filhos, três optaram pela educação. Duas mulheres optaram pela pedagogia e um rapaz, se forma em licenciatura em Educação Física no final deste ano. Para ele, que é docente há 23 anos, além de terem uma profissão, ser educador é uma possibilidade dos filhos mudarem o mundo.

“Para mim foi muito gratificante quando eles escolheram a carreira. Eu incentivei bastante, porque traz crescimento intelectual e também melhora a sociedade. E também sempre falei para atuarem na escola pública, porque na escola particular, você tem que tratar o aluno como cliente e é no ensino público que você mostra a realidade e a verdade para os estudantes”, explica o professor.

No Brasil, o Dia dos Pais é comemorado no segundo domingo de agosto, desde 1953, mas a data não é a mesma no resto do mundo. Nos Estado Unidos, reino unido e Argentina a data é comemorada no terceiro domingo de junho; em Portugal e na Espanha, em 19 de março; já no Canadá o festejo ocorre em 17 de junho.

Assessoria Sintep/MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here