conecte-se conosco


Mato Grosso

Pacientes do Cridac recebem atendimento especial com música e técnicas de reabilitação

Publicado

Para celebrar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, em 03 de dezembro, o Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa (Cridac) realizou uma programação especial com várias atividades voltadas às pessoas que passam por tratamento na unidade.

Na tarde de terça-feira (03.12), os pacientes participaram de atividades lúdicas para estimular o desenvolvimento de habilidades, como a coordenação motora. Na recepção, música com uso de instrumentos para promover a interação social das pessoas com deficiência. Além disso, os profissionais da unidade prestaram atendimentos terapêuticos, com técnicas de reabilitação para auxiliar no tratamento dos assistidos.

“Neste dia, dedicamos uma atenção especial às pessoas com deficiência. Estamos implementando as ações e vamos prestar serviços de saúde, entregando cadeiras de rodas adaptadas às características de cada deficiente”, disse o secretário.

A diretora do Cridac, Patrícia Dourado, explicou que um dos objetivos da programação é abrir as portas da unidade para que a sociedade conheça os serviços de saúde oferecidos aos pacientes com deficiência.

Leia mais:   Pesquisa da Unemat avalia efeito da variação de temperatura sobre a pressão arterial

“Convidamos a sociedade para conhecer e ver o que estamos oferecendo ao público, como inclusão por meio de acessibilidade e aceitação das pessoas com deficiência. A programação também inclui capacitação dos servidores que prestam atendimento aqui no Cridac para aperfeiçoar os conhecimentos e melhorar ainda mais a oferta de serviços”, explicou a diretora. 

Durante a programação especial, outra importante ação realizada pela diretoria do Cridac foi a entrega de uma cadeira de rodas adaptada para uma criança. O pequeno Kauê da Silva, de 9 anos de idade, possui a doença de Autismo no nível 3 – o grau mais severo – e recebeu um novo equipamento de locomoção.

O pedido foi realizado pela mãe, Isabela Cristina da Silva, de 34 anos, que escreveu uma carta ao Papai Noel pedindo de presente uma nova cadeira de rodas.

“Eu mandei a cartinha por impulso, minhas vizinhas deram essa ideia e falaram ‘quem sabe você escrevendo o seu pedido é atendido’. Aí escrevi essa carta e consegui. Estou feliz! Antes, eu usava uma cadeira que não era adaptada, uma cadeira que ganhei de uma vizinha. A nova cadeira vai facilitar na locomoção do Kauê”, disse Isabela.

Leia mais:   Quatro homens são detidos por furto em Cuiabá e no interior

Na sala de atendimento especial do Cridac, a mãe recebeu orientações dos profissionais, que passaram as instruções básicas de como usar a cadeira e os cuidados na hora de acomodar o filho no equipamento.

Além dessas ações, a programação continua durante a semana toda e vai ofertar capacitação aos servidores que atuam no Cridac. A programação de cursos contará com a participação de profissionais da UFMT e de uma especialista em coach; serão abordados diversos temas como biomecânica, produção científica e reabilitação da bexiga neurogênica.

Serviço

O Cridac fica localizado na Rua G, s/n Bloco A – Centro Político Administrativo. O horário de atendimento é de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h. Os telefones de contato da unidade são: (65) 3613-1933 ou 3613-1918.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Procon-MT esclarece pontos da lei que proíbe cobrança de taxas de repetência

Publicado

Está em vigor em Mato Grosso a Lei 11.041/2019, que proíbe a cobrança de taxas de repetência, sobre disciplina eletiva e de prova de segunda chamada por parte das instituições particulares de ensino superior. A legislação restringe-se à cobrança de taxas, o que não significa que o consumidor esteja isento de pagar pela prestação de serviço a ser contratada.

O Procon-MT esclarece que, no caso de reprovação do aluno em uma ou mais disciplinas, a instituição de ensino poderá cobrar apenas o valor proporcional à carga horária da disciplina repetida, não podendo onerar o aluno para além deste valor. O mesmo se aplica às disciplinas eletivas. 

Já em relação às provas, não será permitida a cobrança de taxa sobre nenhum tipo de teste, como segunda chamada e prova final. “O objetivo da lei é proteger o consumidor de cobranças abusivas, muitas vezes constatadas no ensino superior”, esclarece a Secretária Adjunta do Procon, Gisela Simona.

A lei foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 02 de dezembro de 2019 e está em vigor desde então.

Leia mais:   Santuário de Elefantes tem impacto positivo na fauna e flora locais

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Seminário aborda segurança na região de fronteira e aspectos sociais

Publicado

A região de fronteira, no Oeste de Mato Grosso, foi o foco do X Seminário sobre Segurança Pública e Violência, realizado pelo Núcleo Interinstitucional de Estudos da Violência e Cidadania (NIEVICi) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O evento ocorreu nos dias 10 e 11 de dezembro, com o objetivo de refletir sobre a questão da violência na fronteira e temas transversais, como a questão da soberania de território, o espaço-território, a circulação de pessoas e mercadorias, entre outros.

O seminário contou com o apoio da Ouvidoria Geral de Polícia e a participação do ex-comandante do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) e atual comandante do 6º Comando Regional da Polícia Militar (PM-MT), coronel PM José Nildo de Oliveira.

Na noite de abertura, ele falou sobre o tema da mesa redonda 1: Segurança Pública na Fronteira e Integração Regional, com a professora doutora da UFMT, Tereza Cristina Cardoso de Souza Higa.

“Abordamos os reflexos das tensões e os conflitos dessa região na segurança e para a população, pois as cidades da faixa de fronteira possuem situações peculiares, relacionando também com a questão social, como oferta de empregos e outras relacionadas ao dia a dia das comunidades não só de Cáceres, mas também dos municípios do entorno”.

Leia mais:   Medida provisória dá nova esperança para agilizar regularização fundiária, afirma governador

O ouvidor-geral de Polícia, Lúcio Andrade Hilário do Nascimento, também participou do evento. “A contribuição deste seminário é muito grande, porque a academia é um espaço onde se produz conhecimento e se produz estatística e a segurança pública tem que ser feita de maneira pensada, planejada. As políticas públicas têm que ser constantemente avaliadas e renovadas, e a universidade possui mestrandos, doutorandos, alunos de graduação que estão produzindo conhecimento nesse sentido”, avaliou.

Conforme o coordenador do (NIEVICi), professor doutor Francisco Xavier Freire Rodrigues, os temas foram contemplados em mesas redondas, grupos de trabalho e minicursos, a fim de construir um amplo panorama destas questões tanto no Estado de Mato Grosso, como também em âmbito nacional.

Crime e punição

O professor doutor da UFMT, Giovane Santin, conduziu o minicurso “Criminologia e Direitos Humanos”. Fazendo uma análise sobre o conceito de crime e o Direito Penal em vigência no Brasil, ele ressaltou que as garantias e direitos fundamentais de todos, especialmente a população vulnerável, devem ser integralmente respeitados.

“Todos nós, em algum momento da vida, desenvolvemos uma conduta que é caracterizada como crime, e já tivemos a prova de que a postura punitivista não é a solução para o problema da violência”.

Leia mais:   Operações integradas prendem 708 autores de delitos criminais em Mato Grosso

A programação incluiu ainda a mesa redonda “Tensões, migrações e conflitualidades na fronteira”; os minicursos “Sociologia do Direito” e “Criminologia e Diretos Humanos”; e os Grupos de Trabalho “Violência, gênero e emoções”; “Violência e Conflitualidades”; “Fronteiras, tensões, conflitos e integrações”.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana