conecte-se conosco


Mato Grosso

Órgãos estaduais e federais dão início à etapa de resposta aos incêndios florestais

Publicado

O lançamento da etapa de resposta da temporada de incêndios florestais foi realizado na tarde de segunda-feira (15.07) na praça das Bandeiras, em Cuiabá. Nesta fase órgãos estaduais e federais se juntam para o monitoramento e combate às queimadas em áreas rurais, evitando que se transformem em incêndios de grandes proporções causando danos ao meio ambiente e a saúde humana e de animais.

Áreas prioritárias, como Unidades de Conservação, entre elas Pantanal e Chapada dos Guimarães, terão monitoramento constante.

A etapa de resposta se inicia durante o período proibitivo entre 15 de julho e 15 de setembro, que foi estabelecido por meio de decreto. O prazo pode ser prorrogado dependendo das condições climáticas. Durante estes meses fica proibido o uso de fogo em áreas rurais para limpeza e manejo até mesmo para os proprietários que tem certidão com autorização de queima controlada.

A proibição considera o aumento de focos de incêndio, devido ao período de estiagem, calor intenso e baixa umidade. As queimadas em perímetro urbano são proibidas durante o ano todo.

A secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, falou da importância da colaboração da sociedade durante este período.

“Nosso objetivo é o controle e combate aos incêndios florestais em uma resposta rápida e com o maior número de recursos humanos e tecnológicos à nossa disposição. É um período complicado para o Estado e a população pode colaborar denunciando. Os esforços estão concentrados em promover uma diminuição no impacto da qualidade de vida do cidadão”.

A penalidade para quem provocar queimadas está prevista em lei, de acordo com a gestora.

“Desde multa até prisão para quem for pego em flagrante cometendo o incêndio está previsto na lei de crimes ambientais. A penalidade administrativa vai ser aplicada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e pelos órgãos cooperados e parceiros que estão trabalhando conosco. A sanção é dependendo do tamanho e peso da infração”, explicou Mauren.  

Leia mais:   Parque Natalino: Conheça o percurso completo da Arena Encantada

Centro Integrado

As secretarias de Segurança Pública e de Meio Ambiente junto com órgãos federais, como Ibama e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), trabalham de forma cooperada em Mato Grosso para minimizar os riscos com um Centro Integrado e com o desenvolvimento de etapas de preparação, prevenção, resposta e responsabilização. Os Bombeiros terão salas de situação desconcentradas em Cuiabá, Barra do Garças, Tangará da Serra, Sinop e Cáceres, com apoio dos Comandos Regionais dos municípios.

“Uma equipe formada por todas as instituições envolvidas trabalham no Centro Integrado para fazer o monitoramento do Estado e articular as operações integradas. A atuação em conjunto faz com que esta operação funcione muito bem, uma vez que Mato Grosso possui grandes áreas agrícolas e o clima é mais propício a esse tipo de incidente. Temos alcançado resultados positivos ao longo dos anos na diminuição dos focos do calor e no impacto causado na natureza e na qualidade de vida do cidadão”, afirmou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, Alessandro Borges. 

Ele ainda explicou como são monitorados os focos de calor no Estado.

“O monitoramento destes focos acontece na Sema, que indica locais para realizar operações de campo com o objetivo de diminuir focos de incêndios criminosos e identificar locais mais propícios devido a umidade baixa e supressão de massa de vegetação. Analisamos também os municípios que mais queimaram nos últimos anos. O trabalho preventivo, de educação ambiental e conscientização realizado nas outras etapas também é muito importante”, destacou.

Leia mais:   Doutores do Riso e Doadores da Alegria levam brincadeiras e conforto em hospitais de Cuiabá

O Corpo de Bombeiros deixa uma alerta para a população. “É uma época de vegetação muito seca e incêndios ocorrem com mais facilidade. Precisamos da colaboração da sociedade para que não jogue pontas de cigarro ou promova limpeza de área rural, porque com a vegetação esturricada e com o vento não será possível controlar o fogo que se propaga muito rapidamente neste período. Sem a ajuda da sociedade, não temos como fazer este enfrentamento sozinhos”, pontuou o comandante.

Combate aos incêndios florestais

O secretário-executivo do Comitê Estadual de Gestão do Fogo, Paulo Barroso, destacou que a etapa de resposta acontece diretamente em 48 municípios do Estado. O combate em Mato Grosso é feito em parceria entre Ibama, ICMbio, Secretarias de Estado de Meio Ambiente e de Segurança Pública – por meio do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental, Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) e  Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). A Defesa Civil do Estado é solicitada quando o incêndio atinge grande proporção, que pode se transformar em desastre.

Para esta temporada está previsto o uso de 87 veículos, dois aviões e um helicóptero e 1.327 combatentes entre civis e militares, se revezando entre 350 e 400 homens por dia. O investimento conjunto de todas as agências previsto é de R$ 8,5 milhões.

Denúncias e atendimentos

O atendimento imediato e combate aos incêndios florestais deve ser acionado pelo número 193 do Corpo de Bombeiros. Já em caso de denúncias de queimadas nas áreas rurais, o cidadão deve entrar em contato pelo 0800 647 7363.

Queimadas urbanas devem ser denunciadas na prefeitura do município da ocorrência, nas Secretarias Municipais de Meio Ambiente ou Defesa Civil municipal.  

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Setasc apoia municípios que executam e fortalecem serviços de bem estar à população

Publicado

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), por meio da Secretaria Adjunta de Assistência Social, tem trabalhado no apoio técnico e financeiro aos municípios que executam os serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais. Neste sábado (07.12) a Lei Orgânica de Assistência Social, que define os objetivos, princípios e diretrizes da Política Nacional de Assistência Social, completa 26 anos, data em que se comemora o Dia Nacional da Assistência Social.

Para a secretária adjunta de Assistência Social, Leicy Victório, os 26 anos da Loas representam um avanço significativo para a garantia dos direitos sociais.

“A política da assistência social é a forma de garantirmos uma política igualitária para os cidadãos em situação de vulnerabilidade social e esse trabalho só é possível por meio dos trabalhadores, gestores municipais e estaduais, que são  determinantes para o aprimoramento dos serviços oferecidos”, ressalta.

O Sistema Único de Assistência Social (Suas) garante proteção básica e especial de média e alta complexidade, atendendo às pessoas em situação de vulnerabilidade social ou de risco social. Fazem parte destas ações do Suas os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), presentes nos municípios mato-grossenses, somando 537.625 famílias atendidas.

As unidades estão localizadas prioritariamente em áreas de maior vulnerabilidade social e oferecem serviços da assistência, com o objetivo de fortalecer a convivência com a família e com a comunidade. O público prioritário atendido são as famílias e indivíduos em situação grave de desproteção, pessoas com deficiência, idosos, crianças retiradas do trabalho infantil, pessoas inseridas no Cadastro Único, beneficiários do Programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros.

De acordo com o Relatório Informações Sociais, Mato Grosso possui atualmente 43 unidades de Creas em 42 municípios, com 339 trabalhadores. O número de Cras alcança 178 unidades.

Os Creas atendem adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida (LA) e Prestação de Serviço à Comunidade (PSC). As unidades têm como finalidade prover atenção socioassistencial e acompanhamento a adolescentes e jovens encaminhados pela Vara da Infância e Juventude ou, na ausência desta, pela Vara Civil correspondente ou juiz.

Outra estratégia de apoio técnico que busca o aprimoramento na gestão municipal são as visitas técnicas. As visitas técnicas têm como objetivo principal levar orientações referentes a recursos humanos, espaço físico, horário de funcionamento, atividades e ações desenvolvidas pelo “Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF) e “Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos” (SCFV). Segundo a Superintendência de Serviços Sociassistenciais, neste ano, a equipe técnica da Setasc, avaliou a necessidade das visitas em 34 municípios do Estado.

Paralelo as visitas técnicas, a Saas segue monitorando e orientando os 141 municípios mato-grossenses na execução da política por meio dos sistemas do Suas, de forma presencial na Setasc, por telefone e e-mails e até mesmo em encontros de apoio técnico, seminários e oficinas realizadas durante o ano.

Na Educação Permanente do Suas foram realizadas cinco ações de capacitação totalizando 373 trabalhadores e gestores da Assistência Social capacitados. Em 2019, a nível de Gestão Estadual, as ações da Assistência Social pela primeira vez em 14 anos de existência do Suas, foram norteadas por um Plano Estadual de Assistência Social, elaborado pela equipe de Vigilância Socioassistencial da pasta. O diagnóstico socioterritorial de Assistência Social de Mato Grosso, também foi elaborado, subsidiando os parâmetros de elaboração do também primeiro Plano Estadual de Assistência Social.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Batalhão Ambiental e Sema apreendem 81 kg de pescado ilegal em Poxoréu
Continue lendo

Mato Grosso

Cerca de 7 mil pessoas visitaram a Arena Encantada na noite de estreia

Publicado

Aberto ao público para visitações na noite desta sexta-feira (06.12), o maior parque natalino que Mato Grosso já viu, a Arena Encantada, reuniu aproximadamente 7 mil pessoas na noite de estreia, de acordo com a equipe de brigadistas. As instalações interativas e atrações de Natal montadas em torno com campo do estádio de futebol, em Cuiabá, atraíram crianças, adultos e idosos. A entrada é um quilo de alimento não perecível por família.

Toda a concepção da Arena Encantada foi idealizada e coordenada pela primeira-dama Virginia Mendes, através da Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família (Unaf), que distribuirá os alimentos arrecadados para famílias carentes ao final do período natalino.

“É a primeira vez que vejo uma decoração dessa magnitude aqui em Cuiabá”, disse empolgada a visitante Priscila Sturmer. Ao lado dos filhos e marido, ela completou: “O Governo de Mato Grosso está de parabéns por proporcionar este lindo e belo espaço às famílias. Eu acho que estava faltando esse tipo lazer aqui na Capital, principalmente no mês do Natal”.

Aberto à visitação até dia 5 de janeiro, todos os dias da semana, sempre das 18h às 23h, o parque natalino, com mais de 4 mil m² de estrutura montada, possui espaços interativos que reúnem várias atrações, como a Casa do Papai Noel, Presépio, Floresta Encantada, Vila dos Doces e Vila das Fadas e Duendes.

Leia mais:   Desafios e avanços da Seduc são destacados em encontro nacional

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, estava na estreia da Arena Encantada ao público, para acompanhar de perto a movimentação. 

“Temos um lindo e temático espaço pronto pare receber os visitantes durante todo o período de Natal. O local está muito agradável, envolto pela energia contagiante das festas natalinas. Temos papai noel, mamãe ooel, duendes e fadas circulando por todo o espaço para recepcionar as famílias. Está sendo uma noite de muito lazer, nossa expectativa é de que, com a aproximação do Natal, aumente ainda mais o número de famílias visitando esse imenso parque temático”, disse Kardec. 

A Arena Encantada faz parte das ações promovidas pelo Governo de Mato Grosso, em parceria com Assembleia Legislativa de Mato Grosso e com os apoiadores da iniciativa privada, que uniram forças para oferecer um espaço dedicado à magia do natal para os adultos, jovens e crianças.

Mais Impressões

Pela primeira vez visitando a Arena Pantanal, Carolina Lima, 12 anos, acompanhada do primo Cauã da Cruz, de 10 anos, disse que o espaço a deixou muito entusiasmada, principalmente, com a presença do Papai Noel. 

“Eu estou muito, muito feliz! Nunca tinha visitado um estádio de futebol antes. Vir aqui e encontrar com o Papai Noel foi encantador. Aproveitei para tirar muitas fotos, quero revelar algumas e também postar nas redes sociais”, comemorou a garota. 

Leia mais:   Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Cauã, por sua vez, disse que o espaço tem muitas luzes coloridas e que nunca tinha visitado um lugar tão bonito na vida. Por falar em iluminação, as luzes, cores presentes no conjunto arquitetônico do espaço deixou a visitante Isadora Coutinho espantada, no bom sentido, claro.

“Nossa, aqui é tudo muito bonito, essa iluminação é realmente muito linda, essas árvores enfeitadas, todo o encanto. Estou muito encantada, pois nunca vi uma decoração dessa aqui em Cuiabá. Foi uma grata surpresa”.

Além da decoração de Natal, foi montada uma praça de alimentação no entorno da Arena. Os visitantes podem encontrar diversas opções gastronômicas. O local conta com o apoio da Polícia Militar, que irá reforçar a segurança do evento durante todos os dias de visitação. 

Serviço

O complexo da “Arena Encantada” foi montado no estádio de futebol da Arena Pantanal que está localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n – Verdão, em Cuiabá.

Período de visitação: De 06 de dezembro a 05 de janeiro, sempre das 18h às 23h

Entrada: Um quilo de alimento não perecível por família (arroz, feijão, açúcar, café, macarrão e óleo).

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana