conecte-se conosco


Policial

Operação Luz na Infância 6 cumpre mandado em Sorriso e prende um suspeito

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Operação Nacional “Luz na Infância 6” de combate à crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, deflagrada nesta terça-feira (18.02) contou com a participação da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Uma pessoa foi presa no município de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá), no âmbito dos crimes investigados pela operação. 

O mandado de busca e apreensão domiciliar decretado pela Comarca de Sorriso foi cumprido após investigações da Polícia Civil, com objetivo de identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual infantil, praticados por meio da internet. No endereço alvo da ordem judicial, os policiais civis apreenderam um aparelho de notebook, contendo arquivos com imagens de pornográfica envolvendo crianças. Diante dos fatos, o suspeito foi detido em flagrante.

Todo material foi apreendido e encaminhado para perícia técnica. O suspeito foi conduzido à Delegacia de Polícia de Sorriso, interrogado e autuado pelos crimes previstos da lei do Estatuto da Criança e Adolescente, sendo posteriormente colocado à disposição da Justiça.

Leia mais:   Polícia Civil prende dois empresários por suspeita de uso de documento falso em Água Boa

Conforme o delegado da Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), Eduardo Botelho, as diligências investigativas continuam e outros dois mandados de buscas devem ainda serem cumpridos pela Polícia Civil na cidade de Cuiabá, até o mês de março.

Luz na Infância

Nesta 6ª fase estão sendo cumpridos, no Brasil e em quatro países, 112 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual, praticados contra crianças e adolescentes.

A operação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e conta com a participação de agências de quatro países – Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá.

As instituições da Polícia Civil que participam da operação são: são Alagoas, Acre, Ceará, Rio de Janeiro, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e Santa Catarina.
A Operação Luz na Infância 6 conta com a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília, oferecendo cursos, compartilhamento de boas práticas e capacitações que subsidiaram as cinco fases da operação.

Leia mais:   Polícia Civil recebe doação de materiais para desinfecção de delegacias da área metropolitana

No Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos pelo compartilhamento e de 4 a 8 anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

Com informações do MJSP

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Suspeito de furto de peças de caminhões em Sapezal tem prisão cumprida em VG

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de furtar peças de caminhões foi preso nesta terça-feira (07.04), em Várzea Grande, em cumprimento a um mandado expedido pela Justiça de Sapezal (480 km a noroeste de Cuiabá).

A prisão foi cumprida por equipes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande, em apoio à Delegacia da Polícia Civil de Sapezal.

De acordo com as investigações, o suspeito, junto com outra que se encontra presa, teria realizado diversos furtos em Sapezal na madrugada do dia 14 de fevereiro deste ano. Com base nas apurações foi representada pela prisão preventiva de ambos, decretada pelo Juízo da Comarca local.

As investigações prosseguem pela Delegacia de Sapezal para identificar se os suspeitos praticaram outros furtos de peças automotivas na cidade.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Policiais civis prendem suspeito de furto qualificado, que saiu recentemente da prisão
Continue lendo

Policial

Senasp cria manual de recomendações para profissionais de segurança

Publicado

Assessoria | Polícia Civil-MT

O ministério da Justiça e Segurança Pública, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), publicou o Manual de Ações para Ocorrências de Atendimento em Casos Suspeitos de Covid-19. O documento visa passar recomendações sobre a atuação dos profissionais de segurança diante de ocorrências em que haja suspeita do novo coronavírus.

O material desenvolvido pela Senasp tem o objetivo de padronizar e estabelecer diretrizes a todas as Unidades da Federação neste momento de pandemia e busca com a medida facilitar o acesso dos profissionais de Segurança Pública às orientações quanto à abordagem e utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s)

O direcionamento às instituições de Segurança Pública tem como base procedimentos estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela Agência Nacional de Vigilãncia Sanitária (Anvisa). O manual também foi desenvolvido com a consultoria de profissionais da saúde e do Corpo de Bombeiros Militar.

Entre as recomendações previstas estão orientações gerais de biossegurança e etiquetas de higiene que devem ser observadas; cuidado com as informações da Internet; orientações às equipes das unidades de atendimento pré-hospitalar móvel – autocuidado e cuidados com os pacientes; procedimentos policiais no atendimento de pessoas com sintomas de Covid-19; Procedimentos policiais ao receber acionamento para atuar em descumprimento de medida sanitária preventiva; Abordagem, prisão/condução de pessoas durante período de grande propagação do vírus; e erros a serem evitados.

Leia mais:   Suspeito de furto de peças de caminhões em Sapezal tem prisão cumprida em VG

O manual traz ainda respostas das dúvidas mais frequentes na atuação dos profissionais de Segurança Pública.

Confira aqui o Manual de Ações para Ocorrências de Atendimento em Casos Suspeitos de Covid-19.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana