conecte-se conosco


Policial

Operação cumpre 13 mandados contra autores de crimes contra o patrimônio em Várzea Grande

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Treze mandados de prisão preventiva contra criminosos envolvidos em crimes patrimoniais foram cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (20.09), na operação “Uniforme Dobrado”, deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea grande.

O trabalho desencadeado com base em investigações da Derf-VG, integra a operação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) “Ordem Pública”, e resultou além do cumprimento das ordens judiciais, em três prisões em flagrante.

Entre os presos está Jonathan Silva de Moura, investigado pela autuação em diversos roubos em Várzea Grande. O suspeito também foi alvo da “Operação Coligados”, deflagrada em dezembro de 2017, com objetivo de desarticular uma associação criminosa que se dedicava a prática de roubos no município. Jonathan chegou a ser preso no mês de agosto deste ano, no distrito de Bonsucesso, porém, já se encontrava novamente em liberdade.

Outro detido na operação foi Lucas Pires da Costa. O suspeito foi preso em flagrante no último dia 07 de setembro, pela prática de roubo a uma casa no bairro Ipase. Ele era investigado pela Derf-VG por outros roubos, com alvo em residências e empresas de Várzea Grande.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão de foragido com várias passagens e condenações

Wellingon Machado é investigado pela prática de assaltos a residências, dentre os casos, um roubo ocorrido no bairro Princesa do Sol. O suspeito, Geovanil da Silva, teve o mandado de prisão cumprido por condenação por atuação em roubo majorado.

Kenny Jordan Santos de Oliveira responde a processo por roubo na 6ª Vara Criminal de Cuiabá e também é investigado pela atuação em roubos em Várzea Grande. Também preso na operação, Thadeu Bruno Ribeiro da Silva, é investigado por envolvimento em roubos no município.

Roberth Salviano Bertúlio do Amaral foi preso em flagrante pela equipe da Derf-VG pelos crimes de receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. O suspeito foi reconhecido pela prática de diversos roubos em Várzea Grande, dentre eles, um caso ocorrido no bairro Cohab Canelas.

Segundo a delegada titular da Derf-VG, a operação tira de circulação, criminosos contumazes atuantes em crimes contra o patrimônio, em especial roubos e furtos. “São suspeitos identificados em investigações da delegacia, com diversas passagens criminais e que em liberdade, retornam a atuar na prática de crimes”, disse a delegada.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão de mulher por latrocínio ocorrido em 2012 em Várzea Grande

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil de Pontes e Lacerda recebe doação de máscaras de proteção facial

Publicado

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil do município de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá) por meio da Delegacia Regional, conseguiu através de parceria com Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a doação de máscaras de proteção facial (face shield) para uso dos servidores das unidades policiais.

As máscaras de uso individual serão distribuídas para os policiais civis das delegacias de Pontes e Lacerda, e dos municípios de Comodoro, Campos de Júlio, Vila Bela da Santíssima Trindade e Jauru.

Conforme o delegado regional de Pontes e Lacerda, Clayton Queiroz Moura, o doação surgiu em face da pandemia do vírus Covid-19 e da necessidade de uma atuação efetiva e segura dos profissionais de segurança pública lotados na região.

“As máscaras são frutos de uma doação realizada pelo IFMT de Pontes e Lacerda, que em parceria com o Conseg estão desenvolvendo o projeto “Mascovid” coordenado pelo professor e mestre Bernardo Janko Gonçalves Biesseck”, disse Clayton Queiroz Moura. 

Durante visita realizada na tarde de sexta-feira (05.06) ao campus do Instituto Federal e acompanhado do diretor professor e doutor Stefano Teixeira Silva, o delegado da Regional de Pontes e Lacerda conheceu toda a estrutura do projeto e ressaltou a importância do trabalho policial e da adoção de medidas de prevenção e controle desta doença que assola todo o mundo.  

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão de foragido com várias passagens e condenações

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Delegados de MT são coautores de segundo volume de livro com temas contemporâneos da Polícia Judiciária

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Cinco delegados de polícia de Mato Grosso, entre eles o organizador da obra, estão entre os coautores do livro “Tratado Contemporâneo de Polícia Judiciária – Volume 2”, que será lançando no segunda quinzena de julho, trazendo  temas contemporâneos e poucos explorados doutrinariamente sobre a atividade policial.

A publicação lançada pela editora Umanos  traz a apresentação de um projeto ampliado com o ingresso de novos integrantes e uma nova formatação sempre buscando a melhoria e novos pontos de vistas de assuntos policiais criminais e correlatos contemporâneos de profundidade vertical e horizontal.

Vinte e um delegados da Polícia Judiciária Civil dos estados de Mato Grosso, São Paulo, Rio de Janeiro, Piauí, Amapá, Maranhão e da Polícia Federal contribuíram para a construção da obra, que além dos temas já abordados no volume 1, traz assuntos da atualidade como “COVID-19 com as repercussões criminais e atividade de Polícia Judiciária”

No livro também são abordados temas atuais como: Investigações Criminais Tecnológicas Aplicadas no Enfrentamento da Corrupção e correlatos; Enfrentamento às organizações criminosas – o acordo de colaboração premiada depois do Pacote Anticrime; A (in)aplicabilidade do Princípio da Insignificância aplicado pelo Delegado de Polícia; Infiltração Policial Digital; Infiltração Policial Virtual, limites e aplicação; A criminologia aplicada a Investigação Criminal; Criptoativos e Investigação Criminal, entre diversos outros assuntos relacionados à atuação da Polícia e à investigação criminal.

Entre as autoridades policiais atuantes em Mato Grosso que subescreveram a obra estão os delegados Bruno Lima Barcelos, Cláudio Álvares Sant’Ana, Guilherme Berto Nascimento Fachinelli, Marcel Oliveira, e Joaquim Leitão Júnior, atual assessor institucional da Polícia Civil-MT e também responsável pela organização da livro.

Leia mais:   Delegados de MT são coautores de segundo volume de livro com temas contemporâneos da Polícia Judiciária

O livro está disponível para pré-venda através do link: https://umanoseditora.com.br/produto/tratado-contemporaneo-de-policia-judiciaria-vol-2/

Os autores

• Bruno Lima Barcelos – Delegado de Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Diretor Adjunto da Academia de Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Graduado em Direito, com especialização em Direito Processual, em Direito Penal e Processual Penal, e em Inteligência Competitiva e Desenvolvimento Regional. Mestrando na Universidade Lusófona do Porto, Portugal. Foi um dos criadores dos projetos de acolhimento junto às delegacias de polícia de Chapada dos Guimarães (violência doméstica contra a mulher) e DEA – VG (adolescentes em conflito com a lei). Professor das disciplinas de Direito Penal, Processual Penal e Direito Constitucional, ministrou cursos de destaque como na Formação de Policiais Civis (Acadepol), Formação de Praça e Sargentos da Polícia Militar de Mato Grosso (Cefap) e Curso de Pós-graduação para assistentes sociais (Poliensino). Atuou como coordenador dos cursos preparatórios para a carreira policial e curso preparatório para a concurso público da Magistratura mato-grossense (Poliensino/Polieduca Brasil e Escola da Magistratura Mato-grossense – Emam).

• Cláudio Álvares Sant’Ana – Delegado de Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Titular da Delegacia da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande-MT. Graduado em Direito, com especialização em Ciências Criminais e em Segurança Pública.

• Guilherme Berto Nascimento Fachinelli – Delegado de Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Lotado na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. Graduado em Direito, especialista em direito público com ênfase no magistério superior. Professor da Academia de Polícia de Mato Grosso (Acadepol) e do curso preparatório para concursos na Escola da Magistratura de Mato Grosso (Emam).

Leia mais:   Polícia Civil queima mais de 120 quilos de entorpecentes em Sorriso

 Joaquim Leitão Júnior – Delegado de Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Atualmente assessor institucional da Polícia civil. Graduado em Direito, pós-graduado em Ciências Penais e em Gestão Municipal. Realizou curso de Extensão de Integração de Competências no Desempenho da Atividade Judiciária com Usuários e Dependentes de Drogas, pela USP. Atua como professor de cursos preparatórios para concursos públicos. Ex-assessor do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Colunista do site Justiça e Polícia, coautor de obra jurídica e autor de artigos jurídicos. Coautor e organizador da obra.

• Marcel Gomes de Oliveira – Delegado de Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Lotado na Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP. Formado em Direito, com especialização em Direito do Estado e em Metodologia do Ensino Superior. Atuou como Advogado e consultor jurídico, possui experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal e Direito Processual Penal. Professor de cursos preparatórios para concursos públicos e professor da Academia de Polícia Judiciária Civil do Estado do Mato Grosso (AcadepolMT). Já ministrou aulas de Criminologia, Ética, Direitos Humanos e Cidadania do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Estado da Bahia; professor universitário nas disciplinas de Direito Penal, Legislação Penal Especial, Medicina Legal e Direito Processual Penal nas Faculdades Dois de Julho e no Centro Universitário da Bahia (Estácio de Sá).

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana