conecte-se conosco


Policial

Operação conjunta contra entrada de celular em presídio prende 11 mulheres em Água Boa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O tráfico de drogas e o repasse de celulares para detentos da Penitenciária Regional Major Zuzi, foram focos de uma operação conjunta da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal, com apoio de agentes penitenciários, realizada no sábado (13.07), em Água Boa (730 km a Leste).

A ação é resultado da apuração de várias denúncias anônimas indicando tráfico de drogas por parte das mulheres que visitam reeducandos. Diante das informações,  as forças da Segurança Pública promoveram a ação, denominada Operação Zuzi 01, que iniciou às 5hs da manhã e se estendeu até por volta das 22hs da noite de sábado.

Oito mulheres foram conduzidas até a Delegacia. Elas estavam se preparando para visitar maridos ou filhos detidos na penitenciária. A maioria dos presos integra uma facção criminosa. Outras três foram interceptadas dentro de ônibus indo levar aparelho ou drogas a companheiros ou parentes na unidade prisional. 

Conforme o delegado de Água Boa, Gutemberg de Lucena Almeida, uma das ações ocorreu no próprio presídio, no momento que as mulheres se preparavam para acessar o pátio da unidade. Algumas delas foram surpreendidas com drogas e celulares, que seriam introduzidos na penitenciária para seus companheiros.

Leia mais:   Homem que tentou arrancar dentes de ex-companheira com alicate tem prisão cumprida em Cuiabá

“Tanto as drogas quanto os celulares estavam embalados e prontos para serem introduzidos nas partes íntimas, o que dificulta a detecção pelos equipamentos eletrônicos. Os celulares estavam totalmente embalados em borracha para enganar o detector de metais. Porém, as câmeras de vigilância da Penitenciária ajudaram a identificar as autoras”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o Gutemberg, durante o cerco policial, às mulheres, várias delas descartaram as drogas e celulares no lixo, na vegetação próxima e no banheiro. Porém, oito mulheres foram identificadas nessa situação, seis sendo autuadas em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. 

Os maridos ou companheiros, em sua maioria, são pessoas perigosas, presas por tráfico de drogas e por roubos, entre outros crimes. Algumas das mulheres também já possuem passagens, na maioria por tráfico de drogas. Elas foram autuadas em flagrante e transferidas para a Cadeia Pública de Nova Xavantina,  à disposição da justiça.

As investigações  prosseguem e outras pessoas podem ser indiciadas se comprovada a associação para os crimes.

Interceptação de ônibus

Leia mais:   Traficantes alvos de várias denúncias são presos no bairro Água Vermelha em Várzea Grande

Na sequência da operação, as equipes das forças de segurança também interceptaram duas mulheres viajando em um ônibus de Barra do Garças para Água Boa, também com o objetivo de visitar familiares presos. Uma visitaria o companheiro preso e a outra, seu filho que também está detido. Ambas foram detidas com drogas e flagradas pelas forças policiais. 

Já outro ônibus foi abordado e no coletivo, os policiais encontraram uma mulher suspeita com drogas. Ela foi indiciada por tráfico, associação para o tráfico. Por estar acompanhada de uma menor, também foi indiciada corrupção de menores. 

Todos os casos seguem sob investigação na Delegacia de Água Boa, sob o comando do Delegado Gutemberg de Lucena Almeida, podendo culminar em novos indiciamentos e prisões.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Ação conjunta da Polícia Civil prende homem com dois mandados de prisão

Publicado

Assessoria PJC|MT

Um foragido da Justiça com dois mandados de prisão em abertos, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (16.08), durante ação integrada da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) de Rondonópolis e Delegacia de Polícia de Jaciara.

Natalício Bezerra, de 35 anos, estava com uma ordem de prisão decretada pelo juízo da Comarca de Pedra Preta pelo crime de homicídio, e outro mandado de prisão expedido pela Comarca de Rondonópolis, por porte ilegal de arma de fogo.

Depois de ser detido e ter os dois mandados judiciais cumpridos, o preso foi levado para a ala provisória da Penitenciária Mata Grande, em Rondonópolis, onde permanecerá à disposição da Justiça.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Polícia Civil prende foragido da Justiça na região de fronteira
Continue lendo

Policial

Polícia Civil de MT debate diferentes temas no 54º Encontro de Chefes de Polícia

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso esteve presente no 54º Encontro do Conselho Nacional de Chefe de Polícia Civil (CONCPC), realizado entre os dias 15 e 16 de agosto, no Estado da Bahia, com objetivo de debater diferentes temas de interesse das instituições de todo país.

Entre as pautas abordadas no encontro, estava o fortalecimento e padronização das Polícia Judiciárias, combate a corrupção, instalação do inquérito eletrônico e outras tecnologias e a proteção à criança e ao adolescente.

O evento reuniu todos dos delegados gerais do país e a comissão de Mato Grosso contou com presença do delegado geral Mário Demerval Aravechia de Resende, que também é o vice-presidente do CONCPC região Centro-Oeste, o diretor metropolitano, Douglas Turíbio Schtze, e com o delegado, Daniel Santos Nery, representando a Diretoria de Interior.

Durante os dois dias de evento, foram tratados assuntos relacionados a Polícia Judiciária, através de palestras e troca de opiniões e experiências em que os gestores dos Estados apresentavam boas práticas e ações bem-sucedidas.

Para o delegado geral de Mato Grosso, um dos focos principiais do encontro foi o reforço dos laboratórios de lavagem de dinheiro e a criação da Delegacia Especializada de Combate a Corrupção (Deccor),

Leia mais:   Homem que tentou arrancar dentes de ex-companheira com alicate tem prisão cumprida em Cuiabá

“A Polícia Civil de Mato Grosso está cumprindo as obrigações impostas, ampliando o efetivo do Laboratório de Lavagem de Dinheiro com mais três policiais e em relação a criação da Deccor, pré-requisito para recebimentos de recursos federais, a minuta já foi aprovada em conselho, visando a criação por decreto da unidade que funcionará no mesmo prédio da Delegacia Fazendária”, disse Mario Resende.

Com o tema “Pacto Nacional pela Implementação da Lei nº 13.431/2017” os participantes debateram ainda a padronização do trabalho das polícias civis em relação ao depoimento especial de crianças e adolescentes, vítimas ou testemunhas de violência.

Na ocasião, foi tratado sobre causas relativas a violência doméstica, e se criou um grupo de trabalho de delegadas do Brasil para se discutir boas práticas no combate a esse tipo de violência, além de um grupo de estudo permanente, visando a proteção da criança e do adolescente. “Houve uma grande discussão e a propositura de diversas informações e providências a serem tomadas”, completou Mario.

Outro ponto de destaque abordado, foi a tecnologia utilizadas pelas instituições tendo como ponto evidenciado a implantação do inquérito eletrônico e outros mecanismos, que permitirão que a Polícia Civil desenvolva seus trabalhos com mais celeridade e conexão com outros órgãos e entidades ligados as suas atividades.

Leia mais:   Polícia Civil prende foragido da Justiça na região de fronteira

“É cada vez mais importante que a Polícia Civil esteja conectada com o mundo e se eletronize, caminhando para o abandono do papel, possibilitando a realização de audiências por vídeo e a certificação digital dos policiais, entre outras diversas ações que alavancarão as ações da instituição nos próximos anos”, destacou o delegado geral.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana