conecte-se conosco


Cáceres e Região

Nota de Pesar: IFMT Cáceres lamenta falecimento da professora Albermary Ribeiro Chagas

Publicado

Com pesar, o Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo lamenta o falecimento da professora Albermary Ribeiro Chagas, irmã da docente do campus, professora Maribel Chagas de Ávila, ocorrido na manhã desta quarta-feira (18.09). Albermary tinha 65 anos e estava internada desde o início do mês de agosto no Hospital São Luiz, em Cáceres.

Com 38 anos de contribuição à educação, professora Albermary atuou em escolas da educação básica e no ensino superior, como docente e gestora chefe do Departamento de Matemática da Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat, Campus Jane Vanini, em Cáceres. Na Unemat, ela atuou por mais de 20 anos e se aposentou em agosto de 2016.

O velório está sendo realizado na capela Pax Park dos Ipês, situada na Av. 7 de Setembro, 260, centro de Cáceres – MT. O sepultamento será nesta quarta-feira (18.09), às 16 horas.

A direção-geral do campus, em nome de servidores e estudantes, presta solidariedade para professora Maribel e toda a sua família.

Leia mais:   Município em alerta com casos de dengue; PAM já realizou 178 notificações de 1 a 14 de janeiro
Edna Pedro  DRT RJ 5056/2001
Assessoria de Comunicação
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Associação divulga cronograma da edição especial de 10 anos do Acrimat em Ação

Publicado

A Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat) divulgou o cronograma do maior programa itinerante da pecuária de corte mato-grossense, o Acrimat em Ação, que este ano chega a sua 10ª edição. Nestes 10 anos, a ação, que busca levar informações técnicas de qualidade para produtores de todas as regiões do Estado, alcançou uma audiência de 40 mil pessoas.

A Rota 01 dá o ponta pé inicial ao programa. A primeira cidade a ser visitada será Pontes e Lacerda, no dia 28 de fevereiro. No dia seguinte, Vila Bela da Santíssima Trindade. Poconé (02.03), Lambari D’Oeste (03.03) e São José dos Quatro Marcos (04.03) são os próximos municípios a receber a comitiva da Acrimat. O encerramento ocorre em Cáceres, nos dias 06 e 07 de março.

A segunda viagem começa no dia 13 de março, em Poxoréu. Paranatinga (14), Barra do Garças (16), Canarana (17), Ribeirão Cascalheira (18) e Vila Rica (20 e 21) completam a Rota 02.

Marcelândia (30.03) é a primeira cidade a receber a Rota 03. Colíder (31.03), Tabaporã (01.04), Juara (03 e 04.04) completam o cronograma. A Rota 04 começa no dia 11 de maio, em Brasnorte. Aripuanã (12.05), Colniza (13.05) e Juína (15 e 16.05) também fazem parte da penúltima rota do Acrimat em Ação.

Leia mais:   Força Tática prende dupla que fazia entrega de droga de bicicleta em Cáceres

O trabalho, que consiste de trabalho de levantamento e coleta de dados realizado pela equipe técnica da Acrimat, captando as necessidades específicas de cada região visitada, chega a sua última parte com a Rota 05.

Esta inicia em São José do Rio Claro (22.05), passa por Guarantã do Norte (23.05), Apiacás (25.05), Nova Monte Verde (26.05) e Nova Bandeirantes (27.05), terminando as visitas em Alta Floresta (29 e 30.05).

O presidente da Acrimat, Oswaldo Ribeiro, reforça a natureza do programa. “Nosso objetivo é oferecer conhecimento técnico sobre assuntos pertinentes à pecuária de corte; fomentar discussões que estimulem o desenvolvimento da pecuária; promover uma maior integração entre os produtores e captar as necessidades específicas de cada região”.

O público-alvo é formado por pecuaristas de pequeno, médio e grande porte; além de lideranças empresariais do agronegócio. Para esta edição, a expectativa é de que as palestras sejam assistidas por mais de 5 mil pessoas.

Da assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Município em alerta com casos de dengue; PAM já realizou 178 notificações de 1 a 14 de janeiro

Publicado

O ano de 2020 inicia em Cáceres com uma antiga preocupação: o aumento de ocorrências de supostos casos de dengue. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o PAM registra, diariamente, dezenas de atendimento de casos de pacientes com sintomas da doença. Um relatório do Pronto Atendimento Médico aponta que de 1 a 14 de janeiro, foram notificados 178 casos. Uma média de 12,7 registros por dia.

“Embora seja muitas as notificações, não existe nenhum caso comprovado. O mais provável é que seja virose. Porém, não podemos descartar as hipóteses da dengue” diz a secretária Silvana de Souza. A situação, de acordo com agentes de saúde é preocupante porque, na verdade, o período chuvoso, quando o habitualmente aumenta o número de ocorrências dessa natureza, ainda nem começou em Cáceres.

E, além disso, as ocorrências dos casos de dengue aumentaram 66% em Mato Grosso em 2019. Houve registro de 16.953 doentes, o número mais alto dos três últimos anos. Os dados são da SES (Secretaria de Estado de Saúde) do balanço de fechamento do ano de doenças causadas pelo mosquito aedes aegypti. E, a previsão do Ministério da Saúde é de que, em 11 estados da federação haverá surto da doença.

Leia mais:   Município em alerta com casos de dengue; PAM já realizou 178 notificações de 1 a 14 de janeiro

A secretária afirma que, embora haja expectativa da evolução das doenças provocadas pelo aedes aegypti – dengue, chikungunya e zica Vírus- a Secretaria Municipal de Saúde está atenta. Relata que, no mês de dezembro, foi realizado um mutirão de limpeza na cidade quando foram recolhidos 380 toneladas de lixo. E, já para esta semana, a equipe da Vigilância Sanitária estará realizando várias ações de prevenção e combate da doença.

“Serão realizadas reuniões de conscientização em escolas, panfletagem nos bairros, limpeza e tudo mais que for necessário para orientar a população a se prevenir e combater a doença” diz Silvana.

Além do relatório que aponta o número de notificações, a reportagem do Jornal Expressão, teve acesso a um oficio circular da Secretaria de Estado de Saúde, encaminhado às secretarias municipais. No documento, assinado pela diretora do Escritório Regional de Saúde, estabelece datas para a realização do Levantamento Entomológico Lira – Levantamento de Índice Rápido para aedes aegypit para o ano de 2020, em Cáceres.

Conforme o documento, o primeiro Lira do ano ocorrerá de 6 a 17 de janeiro, o segundo de 30 de março a 9 de abril, o terceiro de 8 de 6 a 19 do 6 de 2020. E, quarto de 5 do 10 à 16 do 10 de 2020.

Leia mais:   Hospital São Luiz promove semana especial sobre empoderamento do farmacêutico

De acordo com o relatório da SES, as cidades com incidência da dengue no Estado alta são Sinop, que teve 1803,9 casos a cada 100 mil habitantes no ano passado e Rondonópolis com 365,7.  Cuiabá e Várzea Grande ficaram com incidência considerada baixa no mesmo período. A primeira registrou 81,7 e a segunda, 63,5.

Zika e chikungunya

O balanço da Secretaria de Saúde mostra ainda queda acentuada nos casos de zika e chikungunya em 2019 em comparação com 2018. A ocorrência da zika passou de 1.097 para 391 (-64) e da chikungunya, de 14.375 para 907 (-93%).

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana