conecte-se conosco


Policial

NOTA DE ESCLARECIMENTO – PJC/MT

Publicado

A Polícia Judiciária Civil esclarece que dois cães de propriedade de R.C.P. de 38 anos, foram voluntariamente empregados em novas buscas na região onde o menino Samuel Victor da Silva Gomes Carvalho, 6 anos, desapareceu no dia 20 de outubro, em Rondonópolis. Essa nova busca foi acompanhada por uma equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso, que investiga o caso. 

Esclarecemos ainda que o emprego dos cães em Rondonópolis foi ofertado à família do garoto desaparecido e que a Polícia Civil não faz nenhuma solicitação para buscas com cães particulares. Em casos que sejam necessário o emprego de animais farejadores são utilizados os serviços dos canis das forças de segurança pública do Estado, que possuem cães adestrados e profissionais qualificados . 

Em relação à alegação de que R.C.P. teria participado com seus cães nas buscas de um caminhoneiro desaparecido em Cuiabá, ressaltamos que tal informação é inverídica, conforme boletim de ocorrência registrado pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores, na sexta-feira (01.11), de natureza estelionato. Em nenhuma ação policial foi solicitado ou autorizado que a pessoa de R.C.P. prestasse qualquer tipo de auxílio ou apoio com seus cães farejadores à  DERRFVA.

Leia mais:   Estelionatários que se passavam por policiais civis são presos após golpes em várias vítimas

Informamos também que no dia 26 de outubro, R.C.P. compareceu na DERRFVA juntamente com uma equipe de reportagem e dois cães, alegando que ajudaria na busca ao motorista de caminhão que estava desaparecido. Na ocasião, o delegado Arnon Osny Mendes Lucas não autorizou qualquer tipo de intervenção do mesmo nas investigações. O caminhoneiro foi localizado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), sem que houvesse qualquer tipo de ajuda de R.C.P.

Ainda em checagem foi verificado que R.C.P. possui diversos registros criminais por estelionato, apropriação indébita, maus tratos, violência doméstica, uso de documento falso, entre outros. O delegado da DERRFVA, Arnon Osny Mendes Lucas, alerta a sociedade para esse tipo de situação em que o cidadão pode ser induzido a erro ou falsa informação, vindo a ser vítima de possível golpe. 

R.C.P. não foi preso, mas será investigado pela situação ocorrida em Rondonópolis por estelionato. 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil leva orientações sobre drogas a funcionários de empresa de segurança

Publicado

Assessoria PJC-MT

Profissionais de uma empresa de segurança privada participaram das atividades de cunho preventivo, inseridas no programa social “De Cara Limpa Contra as Drogas” desenvolvido pela Coordenadoria de Polícia Comunitária, da Polícia Judiciária Civil.

O encontrou foi realizado na quinta-feira (20.02), na sede da empresa Brinks, em Cuiabá.

Ao todo, 53 trabalhadores da empresa de segurança participaram da palestra com o tema “Drogas Lícitas e Ilícitas”, visando sensibilizar e conscientizar o público alvo sobre a prevenção ao uso de substâncias entorpecentes.

Na ocasião foram feitas apresentações educativas e orientativas. Além de alertar, a idéia é também de aproximar cada vez mas a sociedade da polícia.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Polícia Civil apreende 1,5 quilo de entorpecente que seria vendido em Tabaporã
Continue lendo

Policial

Polícia Civil apreende 1,5 quilo de entorpecente que seria vendido em Tabaporã

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Em investigação para localizar uma motocicleta furtada, policiais civis de Tabaporã (643 km a médio norte de Cuiabá) prenderam em flagrante nesta sexta-feira (21.02) um rapaz por tráfico de drogas e apreenderam aproximadamente 1,5 quilo de entorpecentes.

A motocicleta foi furtada nesta madrugada e em diligência para localizar o veículo, os policiais seguiram até uma residência, no centro da cidade, onde receberam informação de que estariam pessoas que cometeram o furto. Na casa foram encontradas diversas porções de pasta base e de maconha, além de balança de precisão. Questionado sobre o entorpecente, o rapaz que estava na casa disse que chegou a Tabaporã no dia 14 deste mês, junto com outra pessoa, e que a droga era para comercialização na cidade e também praticariam outros crimes no município, como furto de veículos. Ele informou ainda que parte do entorpecente seria entregue ao proprietário da residência.

 

O rapaz foi preso em flagrante por tráfico de drogas e será encaminhada para audiência de custódia na justiça.

Leia mais:   Sociedade se mobiliza para angariar recursos e construir nova delegacia

A Polícia Civil segue com a investigação para identificar o possível envolvimento de outras pessoas no tráfico de drogas. 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana