conecte-se conosco


Cáceres e Região

NO SERVIÇO PÚBLICO: Médico que recebia sem trabalhar há 2 anos é condenado

Publicado

Médico da rede pública que ficou aproximadamente dois anos sem comparecer regularmente ao local de trabalho e recebendo normalmente foi condenado a promover o ressarcimento aos cofres públicos dos danos causados de forma integral e com juros e correção monetária. O caso foi registrado em Pontes e Lacerda, município distante 445 Km de Cuiabá,

O servidor público, que atuava o Centro de Detenção Provisória do município, também teve os direitos políticos suspensos pelo prazo de sete anos e está proibido de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos pelo período de cinco anos.

Leia também – TRE mantém processo para cassar mandato de Avallone

A decisão judicial estabelece ainda o pagamento de multa civil no importe de 10 vezes o valor da remuneração com juros e correção monetária. Os valores serão calculados na fase de liquidação da sentença. A condenação é resultado de uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso contra Emerson Martins de Oliveira.

Leia mais:   Previsão é faturar R$ 769 milhões no Natal em MT

De acordo com o promotor de Justiça Paulo Alexandre Alba Colucci, na época em que a ação foi proposta o MPMT requereu, em caráter liminar, a indisponibilidade de bens do médico no valor de R$ 91.174,80. Medida esta que foi prontamente atendida pelo Poder Judiciário.

O servidor também foi demitido em âmbito administrativo por meio de Procedimento Administrativo Disciplinar – PAD anterior à sentença, em razão dos mesmos fatos.

“Além de causar prejuízo ao erário, afrontou, em muito, os deveres de honestidade, legalidade e lealdade às instituições, o que por si só já constitui ato de improbidade sujeito às penalidades legais, na medida em que se dedicava às atividades profissionais particulares em período em que deveria estar prestando atendimento à população, no serviço público”, destacou o juiz Cláudio Deodato Rodrigues Pereira.

Conforme consta na sentença, o médico admitiu no processo administrativo que não cumpria a carga horária e justificou alegando que “é de conhecimento geral que em nenhum lugar do Brasil nenhum médico público cumpre sua carga horária de 40 horas por semana para receber cerca de R$ 3.700,00”.

Leia mais:   A cada quatro minutos, uma mulher é agredida no Brasil

Os fatos apurados aconteceram entre os anos de 2013 e 2014. (Com informações da assessoria)

GD

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Atacado Pantanal recebe feira de saúde neste sábado

Publicado

Em uma parceria entre Lions Clube de Cáceres “Portal do Pantanal” e o
curso de medicina da Unemat, acontece neste sábado (19), a partir das 08 horas, nas dependências do Atacado Pantanal, uma Feira de Saúde.

Com apoio do Grupo Juba, o evento, voltado a população cacerense, vai oferecer diversos serviços na área de saúde, como aferição de pressão arterial, peso, altura, índice de massa corporal – IMC, medida da circunferência abdominal e exame de destro (medida de açúcar no sangue).

“Para as pessoas que forem realizar o exame, é necessário estar em jejum”, observam os organizadores.

O diretor administrativo do Grupo Juba avalia as parcerias como fundamentais em uma sociedade organizada. Mirko Ribeiro revela que as empresas do Grupo realizam diversas ações sociais, promovidas por suas empresas, como também várias atividades em parceiras com diferentes instituições.

“Estamos abrindo as portas do Atacado Pantanal para uma Feira de Saúde. Tanto os nossos clientes como a população interessada vai ter direito a estes serviços gratuitamente. É uma forma das pessoas verem como anda sua saúde”, avalia Mirko.

Leia mais:   A cada quatro minutos, uma mulher é agredida no Brasil

Já o diretor Marcelo Ribeiro, agradece a Unemat e o Lions Portal do Pantanal por buscarem o Atacado Pantanal para promoverem a campanha.

“Quero parabenizar nossos parceiros Lions Clube Portal do Pantanal e Unemat por esta realização e parceria conosco. Estas promoções são muito importantes e ajudam a promover a saúde”, observou Marcelo.

O gerente do Atacado Pantanal, Thiago Monteiro, ressaltou  que esta parceira, atende também os colaboradores da sua loja. “São ações internas na prevenção de acidentes de trabalho.  Para Thiago, a precaução  e o cuidado contribuem com a saúde pública  de colaboradores, clientes e moradores de Cáceres”, finalizou Monteiro.

Por: Esdras Crepaldi/Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

16 integrantes de facção criminosa são presos em Mirassol D’Oeste

Publicado

Grupo é suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas e de participação em homicídios na região

Uma operação conjunta das forças de segurança pública resultou na prisão de 16 pessoas suspeitas de envolvimento com uma facção criminosa, no município de Mirassol D’Oeste (288 km de Cuiabá-MT). A força tarefa, denominada Abaddon, foi realizada nesta quarta-feira (16).

Os detidos são acusados de participação em diversos homicídios e no tráfico de drogas na região. Na ação, os agentes também cumpriram 19 mandados de busca e apreensão. Nos locais, foram encontrados armas de fogo, munições, entorpecentes, veículos, produtos eletrônicos e dinheiro em espécie.

A ação contou com a participação de 90 agentes das polícias Civil e Militar, Delegacia de Fronteira, Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Canil Integrado de Fronteira (Canifron), Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e Sistema Penitenciário (Sispen).

CircuitoMT

Comentários Facebook
Leia mais:   Previsão é faturar R$ 769 milhões no Natal em MT
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana