No Santa Cruz, Derley se motiva para reencontro com ex-clube Internacional

340
Derley Santa Cruz (Foto: Marlon Costa/ Pernambuco Press)Derley foi revelado em 2006 pelo Internacional (Foto: Marlon Costa/ Pernambuco Press)

Com o rebaixamento tratado como uma realidade no Arruda, fica mais difícil para os jogadores buscarem motivação nas seis rodadas restantes da Série A. Mas, no próximo sábado, o Santa Cruz enfrenta o Internacional, no Beira-Rio, e o confronto mexe de maneira especial com um dos atletas do elenco coral. O volante Derley, revelado pelo clube gaúcho, incentiva os companheiros para que deem trabalho ao Colorado, que também briga contra a degola – no momento, é o 15º colocado, com 37 pontos.

– Com certeza, o Beira-Rio vai estar bonito. Nada melhor do que jogar em um estádio cheio e o Brasil inteiro vendo esse jogo. Outras equipes da Série A estão interessadas nesta partida. Tenho uma motivação a mais porque vou estar jogando contra um ex-clube e com mais de 40 mil pessoas no campo – disse o volante Derley.

Ele foi revelado pelo Internacional em 2006. Foi emprestado para o Náutico duas vezes – uma entre 2008 e 2010 e outra entre 2011 e 2012.

– Foi no Inter que tive a oportunidade de começar como profissional. Cheguei lá com 21 anos, não tinha idade para juniores, idade para nada. Talvez, nenhum outro clube me aceitasse e o Inter me abriu as portas. Sou feliz e muito grato por isso. Tenho de fazer um grande jogo para mostrar o motivo pelo qual o Inter acreditou em mim.

Derley no treino do Internacional 06/10/10 (Foto: Lucas Uebel / Vipcomm)Derley em um treino do Internacional no ano de 2010 (Foto: Lucas Uebel / Vipcomm)

Derley deixou claro que o rebaixamento é tratado como real no Santa Cruz. Mas afirmou que é por isso que o time não pode se contentar em fazer apenas um bom jogo contra o Inter. Afinal, faz tempo que o Santa não sabe o que é vencer: a última vez foi contra o Atlético-PR, por 1 a 0, no Arruda, no dia 14 de setembro. De lá para cá, somou sete derrotas consecutivas.

– Nós também necessitamos vencer. A gente não pode se conformar em fazer só um bom jogo. Sabemos que a nossa realidade é dura. Praticamente, já fomos rebaixados e temos de assumir isso. Nada melhor do que a gente fazer de tudo para voltar a vencer.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here